31 Jul 2015
0 Comentários

Vale do Loire: Château de Blois

Blois, Dicas de Viagens, Europa, França, Vale do Loire

O castelo de Blois foi outro que nao foi incluido em nosso roteiro original – as fotos eran bem menos impresionantes do que seus concorrentes, e nossa intencao, desde o principio nao foi tentar conhecer absolutamente todos os castelos da regiao, muito pelo contrario!

Mas varias leitoras recomendaram a visita no Instagram e Facebook, e um dia, por acaso estavamos pela redondeza e com umas horinhas sobrando na nossa tarde… entao, porque nao?

Chateau de Blois

Por fora, o Castelo de Blois eh sem duvida o menos impresionante de todos; sem torres suntuosas, nem arquitetura debrucada nas monatnhas nem cruzando o rio. Na verdade, seu conjunto de predios e construcoes faz com que ele se confunda com a vizinhanca no centro da cidade, e poderia fácilmente passar despercebido!

Outdoor staircase

My little girl

Mas eh la dentro que Blois mostra porque foi o palacio preferido por tantos reis e familias nobres: ao longo de 300 anos varias novas alas foram adicionadas por cada dinastía que passou por ali, somando um total de 564 ambientes (“apenas” 100 quartos) cada um com sua propria lareira, 75 escadarias (internas e externas) e algumas dezenas de estilos arquitetonicos diferentes. (momento “classe media sofre” – ja pensou manter isso tudo limpo e organizado?!?!)

Interior of the Chateau de Blois

E o que o castelo perde no exterior, ele realmente se destaca na decoracao minuciosa do interior!

What are you looking at?

Cada uma das alas e ambientes abertos ao publico tem uma decoracao única que ajuda a identificar o propósito do quarto, a quem pertenceu e quais acontecimentos históricos ilustres se passaram por ai.

Adriana at Chateau de Blois

E nao sao so os moveis e objetos e arte nao – em Blois nenhum centímetro de construcao passa despercebido, com assoalhos, paredes, tetos, alcovas, corredores e janelas minuciosamente trabalhados e pintados.

More photos

As portas e os moveis pequenininhos sao uma viagem no tempo, mostrando o quanto os serum humanos “cresceram” no ultimo milenio, o que so torna o Castelo ainda mais fascinante!

Adriana at Chateau de Blois

A parte aberta ao publico nao eh muito grande nao, e mesmo sem ter jardins suntuosos ou torres de contos de fadas, acabamos pasando muito mais horas por la do que imaginavamos! Recomendo a visita!

 

Château de Blois

6 Place du Château, 41000 Blois

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
0 Comentários
30 Jul 2015
0 Comentários

Vale do Loire: Château de Villandry

Dicas de Viagens, Europa, França, Vale do Loire, Villandry

Vou comecar o post com uma confissao: O castelo Villandry quase ficou de fora do nosso roteiro… Tinhamos seleccionado ele como uma opcao, por ser tao pertinho de nosso hotel, mas no fundo, no fundo, acahava que ele deixaria a deseja em comparacao com os super castelos da regiao (incrivel como rapidinho ficamos mal acostumadas!).
Chateau de VillandryAlem disso, o Vale do Loire eh como tanto outros lugares da Europa (e do mundo) que oferecem opcoes interminaveis de atracoes, e muitas dessas coisas voce so descobre quando ja esta la, no meio da viagem e fica naquela de “ah… se eu tivesse mais tempo…” e debatendo como prioritizar a vontade fazer tudo ao mesmo tempo agora. Chateau de Villandry

Chateau de VillandryMas acabamos nos convencendo de ir ate Villandry por dois motivos: primeiro porque o clima deu uma brechinha e depois de varios días de chuva durante a nossa viagem a previsao era de tempo “seco” entao concordamos que seria uma boa passear por um jardín e ter espaco livre para Isabella brincar e correr um pouco. E por fim, porque os jardins de Villandry era a capa do nosso guía de viagem e alguem no nosso hotel nos disse que Villandry tem o jardín mais famoso da Franca, so perdendo para Versailles! Chateau de Villandry panorama

Smiling at MamaeE realmente passamos 90% do nosso tempo explorando os jardins do Castelo, que realmente sao impresionantes! Two pretty girls!

Mesmo no outono, que eh uma época em que a maioria dos jardins e parques na Europa comeca a morrer, Villandry tinha uma equipe trabalhando incansavelmente, trocando mudas de plantas, adubando a terra, limpando ervas. Deu gosto de ver!

Clouds coming inChateau de Villandry

E foi justamente isso que criou a fama do palalcio e atrai mais de 300 mil visitantes todos os anos: A atual familia que eh dona do Castelo (os herdeiros de Joachim Carvallo – Frances, mas com pinta de descendencia Portuguesa com certeza!) nao pouca esforcos nem fundos para transformar e manter os jardins de Villandry!

Chateau de VillandryMy beautiful daughter

Aliais isso foi outra coisa legal do Castelo, pois eh sempre tao intressante ver como um Castelo e palacio histórico se transformou ao longo dos seculos e como abrig uma familia moderna, com uma vida gente como a gente.

Bella enjoyed herselfChateau de Villandry

A pesar de que a familia Carvallo nao mora mais por la oficialmente, Villandry ainda eh sua “casa de campo” e onde passam parte do verao e datas comemorativas, entao o Castelo tem alguns aposentos modernos (nao visitaveis pelo publico) alem de muitos objetos pessoais e fotos da atual familia Carvallo!

Cabbage?

Château de Villandry

3 Rue Principale, 37510 Villandry

 

Planejando uma viagem para o Vale do Loire?

Aqui você encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes práticos para você:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
0 Comentários
29 Jul 2015
0 Comentários

Vinhedo Ackerman – Degustacao de vinho no Vale do Loire

Dicas de Viagens, Europa, França, Saumur, Vale do Loire

Uma viagem a Franca que se preste nao pode deixar que incluir uma sessao de degustacao de vinhos locais…

Quando estivemos na Provenca uns anos atrás tivemos o privilegio de conhecer Chateauneuf du Pape, entao sabíamos que na regiao do Loire queríamos conhecer algum vinhedo igualmente prestigiado e histórico. Apesar de que a regiao eh reconhecida mais por seus castelos, nao poderiamos deixar passer a oportunidade de fazer uma degustacao de vinho no Vale do Loire tambem!

Degustacao de vinho no Vale do Loire

Assim como varias outras regioes da Franca, o Vale do Loire produs vinhos excelentes, e a regiao de Saumur se destaca pelos vinhos espumantes, amadurecidos nas cavernas de calcario no leito do rio.

E o interessante do “vinho espumante” do vinhedo Ackerman eh a historia por tras deles: Eh gracas ao Monsieur Ackerman um Franco-Belga comerciante de vinhos da regiao de Champagne que teve a brilhante ideia de comprar uns terrenos e umas cavernas no Loire e desenvolver sua propia producao.

Wine machine at Ackerman

Sua meta era provar que com as uvas corretas e a metodología correta ele conseguía produzir um vinho ainda melhor do que aquele de seus clientes usuais, ja que ele nao conseguiu se inserir no mercado fechado (e ja estabelecido) da regiao de Champagne.

Ate entao Champagne era conhecida por seu vinho espumante, mas nao existia a denominacao nem area controlada de “Champagne” – entao Ackerman comprava as uvas da regiao, produzia o vinho em Saumur, amadurecia nas cavernas do Loire e produzia um vinho de qualidade superior, por um preco inferior.

Ackerman posters

Bem, tdo mundo ja sabe o final da historia ne? O sucesso de Ackerman enraiveceu os produtores e as familias tradicionais de Champagne, que logo logo entraram com um proceso e estabeleceram a primeira regiao de origem controlada da Franca, e a partir de entao, nenhum vinho espumante produzido fora da regiao geográfica de Champagne poderia se denominar “Champagne”.

Degustacao de vinho no Vale do Loire

A guerra judicial ainda durou mais algumas décadas e outras geracoes de familias (Ackerman e as de Champagne), mas a medida que outras areas de origen controlada foram surgindo na Franca (nao so para vinhos, mas para praticamente todos os produtos Franceses!) e as leis e regulamentacoes ficaram mais restritas, Ackerman perdeu a briga e trocou sua marca e sua imagen para “Vinho branco de Saumur” (bem menos conhecido e reconhecido no mundo!).

Ackerman

O proceso da fabricacao de vinho espumante eh fascinante, com uma tour pelas cavernas originais de Ackerman, instaladas em Saumur e mostrando todo proceso de producao de champagne, e caprichando nas mencoes históricas.

Vimos todo passo a passo de como vinho espumante era produzido no seculo 18 e como eh produzido agora, as misturas permitidas de uvas e o proceso de fermentacao.

Something for everyone

E claro, terminando com uma degustacao completa dos vinhos produzidos pela marca e como misturar certos sabores e aprender a saborear ainda mais cada tipo de vinho, alem de outras linhas de vinhos tintos, brancos e roses, incluindo vinhos produzidos com a uva Chenin, típica dassa regiao sudoeste do Loire (devido ao solo do leito do rio) e considerada uma das melhores uvas da Franca.

Enologia eh uma arte/ciencia fascinante e nunca serei expert em vinhos, mas adoro conhecer novas marcas, regioes e técnicas, e Ackerman nao decepcionou – principalmente com sua lojinha no final da degustacao com todos os vinhos da marca a preco de custo! Oh, la felicte!

Ackerman wine bottles

Degustacoes podem ser agendadas diretamente com eles, pelo website e nao dura mais que algumas horinhas da sua tarde. (fizemos depois de um castelo, e antes de sair pra jantar em Saumur mesmo).

A sede do vinhedo ficava convenientemente a 5 minutos do nosso hotel, e outra boa opcao de caves para degustacao eh a Bouvet Ladubay, o vinhedo original da familia que tambem construiu o palalcio onde ficamos hospedados na cidade (eles fazem um tour-degustacao com passeio de bicicleta pelas cavernas que deve ser o maximo!)!

 

Ackerman

19 Rue Léopold Palustre, 49412 Saumur

 

Planejando uma viagem para o Vale do Loire?

Aqui você encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes práticos para você:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
0 Comentários
28 Jul 2015
2 comentários

TV Everywhere: Vale do Loire e Mont St Michel

Dicas de Viagens, Europa, França, Mont Saint Michel, T.V. EveryWhere, Vale do Loire

O video da TV Everywhere de hoje eh sobre a nossa viagem ao Vale do Loire e Mont St Michel, que fizemos em Outubro de 2014.

Vale do Loire e Mont St Michel

Na verdade esse video esta meio no clima de “bastidores” da viagem, pois foi numa epoca em que eu ja estava ha um tempao sem conseguir ter tempo de editar e publicar nossos videos, entao nenhuma das cenas foi gravada com a intencao de “blogar”, sabe?

Foram mais uns videos aqui e outros ali, pra capturar mesmo a viagem em familia, a Isabella brincando com os avos… bem num clima de “video caseiro” de familia, e nao necessariamente de “dicas de viagem”.

Ou seja, isso significa que rola uma certa overdose de Isabella sendo fofa (pleunasmo), em cenarios maravilhosos dos castelos, e um pouco de como nos interagimos durante as viagens.

Mas mesmo assim nao quis deixar passar a oportunidade de editar os videos e contar a “estoria” da viagem! Olha como a Bella ja esta tao diferente nesses ultimos meses!?!

 

P.S. E por falar em TV Everywhere, o canal do Youtube agora tambem esta organizado em “playlists” especificas, de acordo com os temas aqui do blog: Viagens, Beleza, Dicas, Londres, etc O que facilita na hora de achar e assistir videos especificos!

Entao passa la e me da uma moral! :-)

E ideias e sugestoes de videos sao sempre bem vindas!

Planejando uma viagem para o Mont Saint Michel?

Aqui você encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes práticos para você:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
2 comentários
27 Jul 2015
4 comentários

Vale do Loire: Château de Chambord

Chambord, Dicas de Viagens, Europa, França, Vale do Loire

Pra quem cresceu em lugares onde castelos nao fazem parte da paisagem do dia a dia (alo Brasil!), a palavra “castelo” ou “palacio” por si so ja tras uma imagem e fantasia propria, aquela coisa bem conto de fadas, ou ate mesmo das princesas da Disney.
The whole familyE as vezes no “mundo real” de viagens por ai, muitos dos castelos nem sempre correspondem a esse idela de “faz de conta” de como imaginamos que seria um castelo.

Bem, no Château de Chambord isso nao eh um problema, e de cara voce ja se sente transportada para as paginas dos livros de sua infancia e nao tem como pensar: isso sim eh um castelo!

Que Cinderela oque?! Eu quero eh morar no Castelo Chambord!

A chegada eh dramática: a pesar do dia bem feio e nublado que pegamos, a agua do lago que cerca parte do Castelo estava calminho, oferecendo um reflexo fenomenal das torres do Castelo e a escuridao das nuvens!

Adriana at Chateau de Chambord

E ao longo dos seculos os diferentes nobres e monarcas que tiveram posse de Chambord nao pouparam esforco, e nao economizaram nos exageros: cada novo dono acrescentava alas, aumentava as torres e ampliava o drama das escadarias, conferindo ao exterior do Castelo um ar rebuscado, porem uniforme – os lados opostos do palacio e suas torres nao sao simetricos, contribuindo ainda mais para o quao único esse lugar eh! (e técnicamente nunca foi concluido, e ainda eh considerado um Castelo “inacabado”)

Chateau de Chambord

Ja o interior eh uma outra cena: históricamente Chambord nada mais era do que os aposentos de caca do rei Francis I no seculo 15, que mantinha sua residencia entre os castelos de Blois e Amboise, mas frequentava Chambord durante as temporadas de caca ao longo do ano e para entreter seus rivais e cuidar de negocios. Chateau de Chambord

Eu achei tao interesante o contraste entre um palacio como Chenenceau, por exemplo, que foi sempre cuidado e reformado por mulheres, em comparacao com Chambord que sempre foi um territorio puramente masculino.
The whole family

Chambord eh enorme por dentro, com tetos altissimo, muitas galerías com “exposicoes” de armaduras, trofeus e carcacas de presas, e praticamente nenhum movel e nenhum ambiente “aconchegante” e familiar.

Chateau de Chambord

O vao central eh ocupado por uma escadaria dupla de pedra macica muito impresionante (difícil nao se perder entre as subidas e descidas), e a cada lance da escada voce eh recebido com lareiras enormes e impresionantes.
Adriana and Bella at Chateau de ChambordNos andares eh possivel visitar alguns quartos e antigos aposentos, que eran mantidos para abrigar o Rei e seus convidados, mas a maioria dos ambientes foram depedrados durante a revolucao Francesa, e pouca coisa original sobrou. Chateau de Chambord
Chateau de ChambordMas o que eu gostei mesmo foi da cobertura e terraco do Castelo, onde eh possivel andar entre as torres, escadas e esculturas que decoram o telhado de Chambord, oferecendo uma visao incrivel dos arredores e do parque que completa o Castelo.

Adriana and Bella at Chateau de Chambord

La em cima, temos uma ideia melhor de seus 11 tipos diferentes de torres, 3 tipos diferentes de chamines, e as centenas de imagens individuais de suas gárgolas decorativas, o que fez com que algumas pessoas se refiram so seu teto como um “arranha ceus” medieval, por se assemelhar a vista do skyline de uma cidade grande moderna – que foi justamente o pedido feito pelo Rei Francis I durante sua construcao: ele quería que Chambord se parecesse com a vista de Constantinopla (hoje, Instanbul) a distancia!

Inside of Chateau de Chambord

Para os amantes de arquitetura essa visao la de cima eh super interesante, pois mostra bem o porque Chambord marca um estilo bem especifico na arquitetura renascentista Francesa: pela primeira vez um Castelo foi construido num estilo “palacio”, com o puro intuito de entreter e ser visualmente bonito, em vez de ser funcional, com muralhas, torres de defesa, e fosso de protecao.

Picture time

Alguns historiadores dizem que essa mudanca na arquitetura Francesa foi influencia de Leonardo Da Vinci, e a influencia da arquitetura e estética de Milao do seculo 15, ja que na época Leonardo Da Vinci morava em Amboise (uma das residencias oficiais do Rei) e era o artista preferido de Francis I, a poucos quilómetros de distancia de Chambord.

Château de Chambord

Château, 41250 Chambord, France

Planejando uma viagem para o Vale do Loire?

Aqui você encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes práticos para você:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
4 comentários
Página 1 de 46412345Última »