31 Jan 2017
0 Comentários

Diário do bebê: 3 e 4 meses

Baby Everywhere, Oliver

Ao longo do primeiro ano de vida do Oliver, eu estou gravando “mini diários” – geralmente com a ajuda dele! – relatando as mudanças e fases que um bebê passa ao longo de seus primeiros 12 meses de vida.

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

 

Me Acompanhe!

Além de todas as dicas que eu posto aqui no blog, você também pode me acompanhar nas redes sociais para mais notícias “ao vivo”:

 

Adriana Miller
0 Comentários
28 Nov 2016
9 comentários

Diário 2 meses pós parto: recuperação do parto normal, amamentação, peso, emoções…

Baby Everywhere, Dicas de Maternindade, Oliver

No outro dia eu e o Aaron estávamos tirando umas fotos do Oliver e tal e começamos a tentar lembrar de algumas das fases de desenvolvimento da Isabella, para comparação mesmo. Ela já fazia tal coisa? Quando que o X aconteceu?

E não é que não tínhamos nada disso guardado em lugar nenhum?!

diario-2-meses

Eu lembro que logo depois que ela nasceu, como fiz os diários da gravidez, eu planejei fazer um “diário do bebê”, mas acabou nunca se materializando… Então vou fazer um diário para o Oliver!

O primeiro vez de vida já passou… mas antes que eu perca o embalo, resolvi fazer um vídeo desses dois primeiros meses de vida dele.

Eu já falei como foi o parto e a volta pra casa e como criamos uma rotina pra ele, desde os primeiros dias de vida, então nesse vídeo, como engloba os dois primeiros meses, eu preferi fazer um resumão, e abordar algumas das dúvidas mais comuns nessa fase: como foi minha recuperação, como esta sendo a amamentação de um segundo bebê, como estou perdendo peso, como foi a reação da Isabella ao irmãozinho, e o lado emocional da nova rotina…

Nós próximos meses pretendo fazer mais no esquema “querido diário”, com os acontecimentos e desenvolvimentos do mês e tals – mas quem tiver novas sugestões e ideias, é só deixar nos comentários!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

 

Me Acompanhe!

Além de todas as dicas que eu posto aqui no blog, você também pode me acompanhar nas redes sociais para mais notícias “ao vivo”:

 

Adriana Miller
9 comentários
20 Oct 2016
27 comentários

Rotina de recém nascido

Baby Everywhere, Dicas de Maternindade, Isabella, Oliver

Bem, antes de mais nada vou começar o post com o meu aviso de sempre – esse post reflete a minha opinião e experiência.  Não é “dica infalível”, e muito menos estou ditando o certo ou errado na criação dos filhos de ninguém.
Pode ser que você faça tudo exatamente igual e tenha um resultado completamente diferente. Pode ser você tenha feito tudo diferente e tenha tido o mesmo (ou melhor) resultado.

Afinal, no mundo na maternidade/paternidade não existem muitos “certos” e “errados”. O certo é o que da certo pra você, e não colocando ninguém em risco, vai em frente e sobreviva!  Porque isso é o mais importante nessa fase de recém nascido: sobrevivência!

Bem o motivo desse post é porque muitas leitoras me pediram para compartilhar mais detalhes sobre a rotina do Oliver nessas primeiras semanas de vida.

E aqui entra outro aviso: apesar dessa rotina que estamos criando, vale ressaltar que ele dorme bem e ponto. Não existe milagre pra fazer bebê dormir à noite toda, a não ser que isso já seja o natural do bebê.
A Isabella era ótima “dorminhoca”,  e com uns 2 meses já dormia praticamente a noite toda. O Oliver conseguiu ser ainda melhor, e logo nos primeiros dias de vida já nos dava 6 ou 7 horas direto de sono a noite. Então sim, ganhei na “loteria” dos bebês e não estou prometendo nenhuma cura milagrosa para as noites insones de ninguém.

Porém eu sou super defensora de uma boa rotina. Bebês e crianças nada mais são do que “animaizinhos”, e precisam da estrutura e repetição de uma rotina. Só assim eles se condicionam e se “treinam” a certos comportamentos.
Então pra mim a importância da rotina não é para “mudar” necessariamente um comportamento do bebê (se bem que ajuda bastante) e sim dar uma certa estrutura na vida do bebê e dos pais.
Ou seja, se seu bebê acorda 37 vezes todas as noites, a rotina provavelmente não vai fazer que ele passa a dormir milagrosamente 12 horas seguidas…
Mas talvez passe a acordar apenas 28 vezes por noite… Mas a principal vantagem mesmo é que você vai aprender a monitorar esses ciclos de dormir/acordar durante o dia e a noite e assim vai poder conviver melhor com isso, e logo melhorar a qualidade de vida dos pais, tornando tudo mais previsível e menos torturante (sim, essa fase de recém nascido é pura tortura!).

E um disclaimer final, antes que esse post fique muito lenga-lenga: as “técnicas” que vou mencionar não foram inventadas por mim, logicamente!
Quando a Isabella estava com umas 5 semanas e eu estava completamente perdida e prestes a ir a loucura, eu li o livro “A encantadora de bebês” e juro que mudou minha vida!
Hahahaha
Pra mim foi tipo ler uma “bula” de como entender melhor os sinais que ela dava ao longo do dia e ir aos poucos ir estabelecendo a nossa rotina. Umas semanas depois, com cerca de 8 ou 10 semanas ela já estava dormindo a noite toda.
Sorte? Loteria? Milagre?
Só deus explica…
Mas como deu certo pra gente, então logo no primeiro dia de vida do Oliver já começamos a colocar algumas coisas em pratica, que também tem dado super certo e nos ajudado a ter um dia a dia mais tranquilo e “normal”, meesmo com a loucura que é a vida com um recém nascido!

Então não deixem de ler o livro o quanto antes!

 

Rotina EASY: Eat Activity Sleep You (“Comer-Atividade-Dormir-Você”)

Esse é o principal princípio da rotina do livro, e estabelece “ciclos” onde o bebê mama, fica acordado e depois dorme de novo.
Eu nunca quis aquelas rotinas engessadas à moda antiga que dizem que as X horas tem que acordar, depois tem que mamar nas horas  X Y Z, tirar sonecas no horário tal, etc.
Isso até passa a acontecer ao longo do tempo, e você vai aprendendo qual o padrão do seu bebê, e que também vai mudando e evoluindo ao longo dos meses e anos.
Além disso, esses “ciclos” de dormir-acordar-mamar permitem uma amamentação sob demanda, que também é importante, principalmente nas primeiras semanas e meses de vida da criança. Mas ao mesmo tempo não fica aquela coisa de “amamentação sob demanda” ao deus dará, que é pura judiação com as mães! Nem sempre que o bebê chora ou reclama ele precisa ser acoplado nos peitos da mãe, e o truque é saber entender o que o bebê quer ou precisa a cada momento.

Então na pratica funciona assim:
O Oliver acorda e já vai direto pro peito mamar (mas também funciona pra quem só usa mamadeira, porque parei de amamentar a Isabella com 4 meses e continuei com essa rotina por vários anos!). E ele mama sob demanda, sem limite de tempo. Às vezes passa 40 minutos em cada peito, e às vezes só 15 minutos…
Se for durante o dia e ele estiver sonolento na hora de mamar, eu fico tentando acorda-lo: faço cosquinha, troco a fralda, converso com ele…. é importante que ele consuma o maior número de calorias possíveis durante o dia, para precisar de menos leite a noite. E é importante também manter o “ciclo” dos momentos acordados e dormindo, para não bagunçar a ordem da rotina.
E isso faz a maior diferença mesmo!

img_3604

Essas semanas que meus pais e sogros estavam em Londres eu tinha que ficar “brigando” com todo mundo pra deixar e manter ele acordado depois das mamadas, até ele começar a dar os sinais certos do sono, porque o instinto de todo mundo (principalmente avós!) é já querer pegar a criança no colo e começar a embalar pra ninar! E geralmente dá certo pois bebês são naturalmente sonolentos e não fazem nada quando estão acordados, então todo mundo tem a tendência a achar que eles precisam dormir o tempo todo, o que não é verdade.
Então oque estava acontecendo? Ele passou uns dias num ciclo “errado” onde acabava dormindo pouco pois dormia fora de hora, e aí quando acordava mamava pouco pois estava cansado, e acabava mais uma vez dormindo pouco porque estava com fome…
O que pra mim reforçou a necessidade de manter a rotina de ciclos, e o tanto que isso estava dando certo.

E a “letra” final dessa técnica, o Y de “you” você, significa que ao tornar seus dias e a rotina do seu bebê em um padrão previsível, você acaba tendo mais tempo pra você. Então eu sei, mais ou menos (porque é óbvio que ele não funciona com precisão de relógio suíço!) quanto tempo ele vai ficar acordado mais ou menos antes de começar a ficar resmungao, e sei que ele estará cansado e pronto pra dormir e não com fome de novo, e é nesse intervalo de “acordado-dormindo” que eu faço minhas coisas, saio de casa (com ou sem ele), planejo que horas temos que sair de casa pros nossos passeios etc.

Muitas leitoras deixaram comentários impressionados sobre como que eu já estava conseguindo sair de casa com um bebê tão novinho e tal, e o “segredo” é esse.  Ter criado esse padrão de ciclos e ir tirando vantagem desses intervalos. Sem mistério nem drama.

Esse esquema deu tão certo pra gente, que mantemos essa rotina de “ciclos” até bem recentemente, quando a Bella parou de dormir a tarde. Nos ajudou a superar jet lag em viagens, organizar a alimentação dela, planejar passeios em viagens e afins.

essa rotina de “ciclos” também ajuda a criar uma diferenciação entre a noite e o dia para o organismo do bebê. Aos pouco se as sonecas diurnas se ornam mais curtas e mais frequentes, enquanto que ele cada vez vai dormindo mais horas a noite.

Entao criamos ambientes bem diferentes para Índia e a noite. Durante o dia todas as sonecas são no berço do quartinho deles (usando o sleepyHead para ficar mais confortável), com as janelas abertas e um ambiente tranquilo, porem “diurno”.

ja a noite ele ainda dorme numa cestinha noises no meu quarto , e já depois do banho o quarto já fica todo escuro, com a máquina de barulhos ligada (que nosso caso é apenas uma app mesmo), a últimas mamada já é nesse ambiente, e assim que ele acaba de mamar já coloco ele no woombie e fico com ele no colo até ele estar bem sonolento (mas ainda acordado).

entao coloco ele na cestinha e o de olho, no escuro, até ter certeza que não dormiu.

ele é bem novinho, então Ainda não consegue totalmente “self soothe” (auto acalmar) e dormir sozinho, que é outra coisa importante de “treinar” os bebês, para que consigam dormir sozinhos sem ter que sempre ter alguém ninando e tal. Claro que se a criança chorar, pegue no colo, faça carinho, dê uma ninadinha para acalma-lo; mas assim que ele ficar sonolento, eu coloco de novo ele na cestinha pra dormir e cair no sono pesado sozinho.

 

– Baby Connect App

Outra “arma secreta” que usamos com a Isabella e voltei a baixar no meu celular antes mesmo do Oliver nascer, é a app “Baby Connect”, que foi e está sendo crucial para manter tudo isso registrado e organizado, e ajudando a manter minha sanidade mental.

img_3743
Nela você pode marcar quando o bebê dorme ou acorda, quanto tempo mamou de cada lado, quando trocou a última fralda e mais um monte de outras coisas.
Além disse a app pode ser usada e atualizada por várias pessoas ao mesmo tempo, então se o Aaron coloca ele pra dormir e marca na app, eu consigo atualizar também quando acordar pra dar a manada dos sonhos ou usar a bombinha de leite.

 

Mamada dos sonhos, ou dream feed

Outra técnica do livro da “Encantadora de bebês” é a manada dos sonhos, que nada mais é do que amamentar ou dar uma mamadeira enquanto o bebê Ainda está dormindo, assim suprindo a necessidade de calorias e alimentação durante a noite, mas ao mesmo tempo sem acordar o bebê, e assim treinando e condicionando seu corpo a dormir por mais horas, na hora certa (a noite).

Nos começamos a dar a manada dos sonhos pro Oliver com umas 3 semanas, quando reparei que ele não estava despertando o suficiente pra mamar no peito durante a noite, e se eu tentasse desperta-lo (como faço durante o dia), ele ficava acordadão, o que não era o ideal.
Então tiro leito com a bombinha e dou na mamadeira enquanto ele dorme. E como ele não está acordado pra mamar, não acho que esteja afetando a amamentação.
As vezes ele precisa de duas mamadas, uma cerca de 1 da manhã (fazemos a rotina da noite – mamar, banho e cama – Entre 7 e 8, depende do ritmo da Isabella nesse dia), e às vezes outras por cerca de 4 ou 5 da manhã (quando eu aproveito e tiro leite de novo). Dependendo de quanto ele mama (maior vantagem da mamadeira! Saber quando ele bebeu!) às vezes ele dorme até umas 7 e pouco.

img_3697-1

Na hora de segunda mamada (Entre 4 ou 5 da manhã). Também aproveito para trocar a fralda dele, também ainda dormindo (e só consigo essa proeza por causa do “Woombie“, que comentei nesse post do enxoval, pois consigo abrir a parte de baixo sem ter que desembrulhar ele todo, e por manter seus braços presos, ele não se desperta).

Ou seja, ele tem dormido 10 a 11 horas direto, mas isso não significa que eu durma junto…

E isso sem falar no quanto bebês são barulhentos!! Então fico sempre monitorando se seus barulhos são apenas o normal de recém nascidos (sério, muito barulhentos!!), ou se tem alguma outra coisa incomodando…

Mas apesar disso tudo ainda não estou “dormindo a noite toda” – muito pelo contrário! – mas o Oliver está, e é o que importa. Assim estamos aos poucos treinando seu corpo a dormir por várias horas seguidas durante a noite, e ao longo dos próximos meses seus ciclos da rotina vão se estabelecendo e criando um padrão mais homogêneo e mais previsível, e ao poucos ele vai precisar cada vez menos da amada dos sonhos e vai conseguir dormir de barriga vazia (a Bella continuou tomando a mamadeira da meia noite por bastante tempo, mas quando resolvemos parar ele nem percebeu).

 

Bem, isso é tudo que estou fazendo… Como disse não existe milagre, e nenhum livro nem técnica é “garantia” de noites (e dias!) tranquilas. Mas eu acredito em planejamento estrutura, persistência e constância. Tudo isso aplicado junto, geralmente dão resultados em quase tudo na vida.

Espero ter respondido as principais dúvidas, mas claro, fiquem a vontade para perguntar mais nos comentários – se precisarem de mais esclarecimentos quem sabe não faço um vídeo mais explicativo?

 

Outrod posts com dicas de maternidade aqui: http://drieverywhere.net/categoria/baby-everywhere/dicas-de-maternindade/

Erros e acertos do enxoval: http://drieverywhere.net/2016/10/07/enxoval-segundo-filho-erros-e-acertos/

O que levei na mala da maternidade: http://drieverywhere.net/2016/09/27/tv-everywhere-o-que-levei-na-mala-da-maternidade-versao-bebe/

Introdução alimentar: http://drieverywhere.net/2016/09/09/alimentacao-infantil-tecnicas-e-filosofias-de-vida/

Como tiramos a chupeta e o desfralde da Isabella: http://drieverywhere.net/2016/08/29/transicoes-2-ano-desfralde-e-chupeta/

Bilinguismo em crianças: http://drieverywhere.net/2016/07/04/criando-criancas-bilingues-minha-experiencia-aprendizados-e-dicas/

Dicas para viajar de avião com bebês e crianças: http://drieverywhere.net/tag/viajar-de-aviao-com-criancas/

Como organizo a rotina em viagens: http://drieverywhere.net/2014/06/05/japao-e-coreia-do-sul-com-criancas-as-dicas-praticas-jetlag-rotinas-alimentacao-etc/

Outras dicas genéricas de viagem e dia a dia com crianças e bebês: http://drieverywhere.net/2014/02/24/dicas-praticas-para-viajar-com-bebe-e-ainda-em-processo-de-aprendizado/

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

 

 

Me Acompanhe!

Além de todas as dicas que eu posto aqui no blog, você também pode me acompanhar nas redes sociais para mais notícias “ao vivo”:

 

Adriana Miller
27 comentários
Página 2 de 3123