12 Jan 2016
34 comentários

Acido Retinoico – Cuidando da pele durante o tratamento com acido

Beauty Everywhere, Pele

Eu sempre falo bastante aquí no blog sobre usar acidos na pele, e se meus cálculos estao corretos, eu ja uso acido retinoico ha quase 15 anos.

Comecei com formulacoes bem fraquinhas que visavam equilibrar a oleosidade da pele na adolescencia e evitar acne (e eliminar marcas e manchas das que ainda apareciam), e aos poucos foi assumindo um papel preventivo de manutencao da qualidade da pele.

Claro que não são exatamente 365 dias X 15 anos de uso seguidos, e volta e meia faco alguns intervalos planejados, ou então meus cremes acabam entre os períodos de viagem ao Brasil (quando me consulto com dermatologistas), ou por períodos mais longos durante a gravidez e amamentação.

Como quase tudo cosmético, não é que seja um efeito transformador como muitas marcas pregam, muito pelo contrario, é um trabalho a longo prazo de prevenção constante. E é justamente nos periodos em que paro de usar o acido que me dou conta de como o efeito do retinoico é bom na pele!

Mas enfim, a realidade é que o acido retinoico é um produto tao agressivo quanto eficiente, e não é todo mundo que consegue usar e se adaptar numa boa. Por isso também que raramente comento sobre quais produtos ou intensidades especificas eu uso, pois acho que é imprescindível um acompanhamento medico durante o uso de uma intensidade eficiente.

Só um dermatologista poderá determinar qual intensidade do principio ativo, qual o meio (gel, creme, com outros princípios coadjuvantes, sem nada), avaliar as reações da pele e ir fazendo tratamentos e receitando cuidados complementares para que seu organismo se adapte ao produto e você consiga usar o acido por um período a longo prazo (ate porque se não, não adianta nada! Nao eh o tipo de produto que voce usa um potinho e pronto. Eh pr ausar a vida toda, tipo filtro solar).

Claro que existem vários produtos no mercado que usam tipos variados de acido retinoico (que nada mais eh do que vitamina A), mas geralmente suas intensidades são tao baixas (para que possam ser usados sem acompanhamento profissional) que os resultados geralmente deixam a desejar.

Então volta e meia quando escrevo sobre minha rotina de cuidados, quais cremes/produtos estou usando em determinado momentos etc e falo do retinoico é impressionante a quantidade de comentários que recebo em relação a “não consegui me adaptar” ou “mas você não fica com a pele sensível?!?” ou coisas do tipo, porque sim, usar acido retinoico é maravilhoso para pele, mas requer cuidados constantes e uma consciência de que sim, deixa pele sensível, as vezes descasca, arde e pode vir a ter vários efeitos colaterais desconfortáveis (se nao for receitado e monitorado por um Dermatologista).

Mas ao longo dos anos fui aprendendo a driblar esse tipo de reação e desconforto, por usar bons produtos complementares e ter minhas “técnicas” de aplicação.

Em primeiro lugar, hidratação é fundamental. Mesmo se sua pele for oleosa e você morar num lugar quente, se usar acido retinoico, tem que hidratar! (e lembrando que hidratacao = nivel de agua na pele, e nao = oleo. Uma pele oleosa pode – e geralmente esta – ser desidratada).

Tem que cuidar da pele nova que esta se reconstruindo por baixo, e se não tratar e hidratar sua pele vai ficar tao sensível e fragilizada que seu tratamento nao vai durar nem uma semana!

Alguns dos produtos que eu uso durante o dia e acho que ajudam a manter a qualidade da pele e a tolerancia ao tratamento com acidos sao:

retinol

 

–          Clarins Flash Balm: ja falei dele aquí, e eh um hidratante bem leve, porem eficaz.

–          Serum Advanced Night Repair: tambem ja falei dele algumas vezes aquí no blog (sou fa!) e gosto principalmente a versao “concentrada” que eh justamente para peles sensibilizadas por acidos ou peelings.

–          Kate Somerville Deep Tissue Repair: Um hidratante mega potente (em termos de eficacia) mas super leve (em termos de textura). A recomendacao eh que seja usado a noite, mas eu gosto mesmo dele eh para o dia a dia, pois ele tem uma textura deliciosa, espalha super bem, hidrata a pele SUPER bem, mas sem te deixar toda melequenta!

–          Embryolisse: Clasico, eficiente. Mas nao eh para todo mundo, e nem da para usar todo dia, pois ele eh bem pesado mesmo. Mas protege e hidrata a pele como ninguem, e eh perfeito para “segurar” a descamacao da pele nos periodos em que o acido esta reagindo mais.

–          Oleos faciais: Outra obcessao relativamente recente e nao consigo mais abrir mais de usar todos os días! As novas formulacoes deixam a pela hidratada e com “viço” saudavel, absorvem e protegem bem, mas sem adicionar muita “textura” na pele, como alguns cremes podem causar. O meu peferido do universo, eh esse aqui, da Balance Me (que ja apareceu em varios posts).

 

Mas e se voce exagerar a mao na esfoliacao da pele vai precisar de produtos que causem um alivio imediato e que ajudem a tratar e recuperar a pele, para evitar um efeito rebote. Um dos principais efeitos colaterais do rotinoico eh a pele “depenando”, com um descascado que parece que a pele esta se esfarelando.

Quando isso acontece, eh um bom sinal! A pele velha indo embora e dando espaco para a pele nova, ainda que seja meio irritante no dia a dia quando acontece (ninguem gosta de andar por ai com a pele descamando como se fosse um figurante do Walking Dead ne?!), mas quando isso se repete por muitos días seguidos (ou se o ar esta muito seco, ou muito frio por exemplo) pode levar a uma exfoliacao e sensibilidade excesiva, entao esses sao meus produtos de ataque!

–          Confort Balm, Balmology: Esse eh meu hidratante preferido para momento de desespero! Nao so quando exagero na exfoliacao com acido, mas tambem para os momentos pos peeling, ou quando a pele sofre por causa de excesso de sol ou frio. A sensacao de alivio ao pasar esse balm/oleo/creme na pele eh indescritivel, com um conforto imediato e uma recuperacao impressionante.

A textura eh oleosa (afinal eh um “balm”, que nada mais eh do que um oleo em estado solido), e nao eh indicado para passar no rosto pela manha antes de sair para trabalhar em plano verao da Bahia… mas eh puro paraíso para passar antes de dormir, ou entao em areas estratégicas do rosto quando esta muito frio (gosto de passar na regiao em volta da boca e nariz, ou entao nas macas do rosto e em volta dos olhos quando esta muito frio (e geralmente essa eh a única prte do rosto/corpo que fica do lado de fora!). Tambem uso bastante em volta das narinas quando pega daquelas gripes desgracadas que deixa seu nariz em carne viva!

–          Healing balm, The Honest Company: a marca Americana Honest eh toda organica e foi fundada pel atriz Jessica Alba para ser uma marca de cuidados com bebes e criancas, entao usa produtos de super alta qualidade, e sempre sem fragrancias, possiveis alergenios e ativos agressivos. E esse healing balm, ou “creme curador” eh justamente para ser usado quando a pele esta em estado de calamidade publica (tipo uma assadadura de fralda de bebe muito sinistra e agressiva!). Ou seja, hard core mesmo! Mas ele eh bem oleoso, e nao desse estilo de oleo fácil que absorbe e tals nao. Ele eh feito justamente para colar na pele e ficar la, criando uma barreira protetora externa enquanto seus ingredientes vao recuperando a superficie da pele. Ele eh perfeito para pos peeling, ou nas areas em que a pele fica coma quela sensacao de carne viva (que obviamente nao eh isso que acontece, mas eh uma sensacao de muita fragilidade na pele), nas areas mais sensiveis da pele, que no meu caso sempre eh ao redor da boca e nas macas do rosto. Tem vezes que nao da para evitar e exagero mesmo.

–          Skin Food, Welleda: como o nome sugere, esse creme eh uma Alimentacao completa para a pele, e tambem tem como intencao esse cuidado e recuperacao da pele em situacoes extremas. Ele eh um creme que pode ser usado no corpo todo, mas nao tenha medo de usar no rosto! Ao contrario dos outros dois, ele tem uma textura de creme mesmo, e quando sai do tubo ele tem uma textura grossa e consistente, como se fosse uma pomada de assadura de bebe. Mas em segundos ele derrete em contato com a pele das maos (sou meio contra essa coisa de ficar “aquecendo” produtos na mao #preguica mas com esse vale a pena!) e vira um creme mais fluido, que facilida na hora de espalhar na pele. Mas ele nao vai ser desses que “absorbe na hora” nao. Eh para ser usado em situacoes de emergencia, e cria um “filme” protetor na pele. Mas nao acho que le seja melequento nem oleoso, e uso no rosto numa boa durante o dia (mas tambem so nas areas criticas, tipo ao redro da boca o maca do rosto). Eu comprei o tamanho mini, pra viagem e levo sempre na bolsa e vou repassando ao longo do dia na regiao em volta da boca e olhos, nos dias que sei que a pele esta mais sensibilizada, ou quando esta fazendo muito frio.

 

Bem, para evitar que essas situacoes de “emergencia” acontecam, eu vou usando meu creme de retinoico com bastante cuidado. A concentracao recomendada pela minha dermato ja eh bem alta, pois desenvolvi uma tolerancia bem boa ao longo dos anos, mas nem por isso o tratamento deixa de ser agressivo (eficaz), entao eu geralmente uso 3 noites seguidas, ai dou um intervalo de 1 noite sem usar nada (apenas um creme hidratante bem potente ou uma mascara de tratamento noturno), e depois mais uma ou duas noites com um produto de acido latico (que ajuda a “engrossar” a pele de novo). E depois recomeco tudo de novo.

Como moro em Londres e sol forte nao eh exatamente a coisa mais comum do mundo, eu uso produtos com acidos o ano todo. Mas se sei que vou viajar para algum lugar onde vou pegar sol, entao eu paro de usar o acido retinoico com 1 semana de antecedencia.

E claro, chova ou faca sol, frio ou calor, na rua ou em casa, eu uso filtro solar acima de 30 FPS absolutamente todos os días (mesmo nos periodos em que nao estou usando acido retinoico).

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
34 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
34 comentários
  1. Amanda - 12/01/16 - 15h28

    Aguardando seu post sobre o Peru com todosssss os detalhesssss PELOAMORDENOSSASENHORA rss

    Responder
  2. Amanda - 12/01/16 - 15h30

    Esperando seu post sobre o Peru com todossss os detalhessss PELOAMORDENOSSASENHORA rsss

    Responder
  3. Carla - 12/01/16 - 17h36

    Esse da Weleda parece ótimo, vou procurar. Depois de ler os posts sobre rotinas de limpeza, minha pele nunca mais foi a mesma, adorei o ceramic slip, mudou a minha pele. Obrigada!

    Responder
  4. marcello - 12/01/16 - 18h49

    tópico mulherzinha, hehehehhee

    Responder
  5. Jo - 12/01/16 - 21h49

    Esse post ficou excelente! Muito bem escrito e explicado. Para as amantes de comésticos como eu, um deleite! :)

    Responder
  6. Michelle D. - 12/01/16 - 22h11

    Dri, sei que o foco do post foi em tratamentos hidratantes para serem usados junto com o acido, mas vc comentou sobre o estoque de acido retinoico e que compra quando vai ao brasil. Entao queria te dar uma dica: conhece a marca skinceuticals? Eles tem dois produtos de acido retinoico: um de 0.5 e um de 1.0. Eh a maior concentracao de retinol do mercado sem prescricao medica. Se sua pele ja esta adaptada, vc pode comprar o retinol de 1.0 caso nao tenha como ir no Brasil. Ja quebra um galho!
    O post ficou otimo btw.

    Responder
    • Adriana Miller - 13/01/16 - 08h15

      Sim, conheco a SkinCeuticals, claro, e uso varios outros produtos deles, mas os retinoides deles sao fracos demais.
      So pra vc ter uma ideia, a concentracao que minha dermato me prescreve eh de 5% (o mais alto da Skin Ceuticals eh 1%!) e faco peelings com 10%.
      Ou seja, esses da SC ou nao, eh a mesma coisa pra mim.

      Responder
      • Michelle D. - 13/01/16 - 15h37

        Verdade… se vc usa acido de 5% o de 1% nao faz nem coceira mesmo. Melhor ir fazer um peeling com esteticista.

        Responder
        • Adriana Miller - 13/01/16 - 21h13

          Peeling e essas coisas mais “sérias” só tenho coragem de fazer com dermatologista no Brasil :-)

          Responder
      • maria helena - 17/01/16 - 22h47

        Dri,
        Fiquei curiosa… qual é o retinoico a 5% que você usa? Achava que a versão comercial (vitanol a) ia até 1% apenas.

        Responder
  7. Thamirys - 12/01/16 - 22h16

    Adorei! Já comprei produtos que não conhecia por conta dos seus posts. :) Dri, queria aproveitar e te perguntar qual o tipo de papel você usa para revelar as fotos que você coloca nos quadros da sua casa? Obrigada!

    Responder
    • Adriana Miller - 13/01/16 - 08h13

      As fotos foram reveladas em papel “Fine Art”, mas eh impressao professional, nao eh de imrimir em casa nao.

      Responder
  8. Paula - 14/01/16 - 11h15

    Dri, também comecei a ir na dermatologista muito cedo, acho que com uns 13 anos, e é mesmo impressionante como faz diferença você ter isso como um hábito na vida! Queria te perguntar como você concilia os produtos recomendados pela sua dermatologista com os que você compra por conta própria? Você para um pouco com uns pra usar outros, ou usa os que ela te passou mais os que você decide usar? Ou ela incluiu na sua rotina os “extras”? Eu adoro pesquisar e comprar novidades nas farmácias ou na sephora mas sempre fico na dúvida se esses produtos que não são “medicamentos” (de marcas mais reconhecidas por suas maquiagens, por exemplo) fazem um efeito tão bom quanto os farmacêuticos. Como você viaja bastante (e mora fora) e está sempre com achados belezísticos novos, fiquei curiosa pra saber como você faz! Você pergunta essas coisas pra sua dermato incluir na rotina ou usa sua experiência acumulada lendo rótulos, etc, e decide como usar? E o ácido que você usa é manipulado? Eu nunca usei produtos manipulados, minha médica nunca passou e eu confio nela, mas sei que tem gente que ama e não troca por nada. Não sei se é realmente melhor. Outra coisa que queria perguntar é se você sente muita diferença na pele e no cabelo quando vem pro Brasil e se você muda seus produtos aqui, além de parar com o retinóico como você falou. Vou dar uma pesquisada no blog pra ver se você já escreveu! Bjs!

    Responder
    • Adriana Miller - 14/01/16 - 12h06

      OI Paula,
      Tambem nao uso manioulados nao, sobretudo porque como moro fora e soh vou na dermato uma vez por ano, os manipulados nao durariam tanto tempo (e aqui na Inglaterra nao existe esse conceito de “manipular” cosmeticos), mas minha dermato me receita “cremes-remedios” (vendidos com receita medica) que durem mais tempo, e geralmente eu compro tudo em dobro, para durar o ano todo.
      Sobre a mistura de produtos comerciais com produtos receitados, minha rotina gira em torno dos produtos receitados, principalmente o acido retinoico, que eh o mais forte, mais eficiente e mais concentrado de todos.
      Minha dermato me receita um “creme-medicado” que compro em farmacias no Brasil, e sugere mais alguns “principios ativos” como parte da rotina.
      Os que sao mais “hard core” (e eficientes) acabam sendo os que levo do Brasil (por exemplo, uso a Hidroquinona para manchas, que eh uma substancia proibida na Europa), mas ela sempre sugere outras marcas internacionais confiaveis e com boas concentracoes, e ai vou montando minha rotina, comprodutos “divertidos” me baseando nisso, nos principios ativos receitados.

      Entao o passo a passo eh conforme o que ela sempre me ensinou:
      lavar sem agredir (nada de sabonete), tonificar com acido exfoliante (glicolico ou salicilico), serum de vitamin C (anti oxidante) alternado com serum com Niacinamida (para manchas), e MUITO filtro solar – ate pra sair a noite ou para ficar em casa.
      E a noite, limpeza mais profunda (eu pessoalmente prefiro os limpadores a base de oleo, apesar de que ela sempre receita alguma coisa “oil free”, que eu detesto), tonificar com acido exfoliante de concentracao mais potente, serum de acido Hilauronico e creme de acido retinoico.

      Entao eh tudo baseado em principios ativos em determinadas concentracoes que ela determina (5% disso, 10% daquilo, 4% daquilo outro), e ai eu vou pesquisando entre as marcas comerciais (porem mais nicho e “cientificas”), quais pordutos oferecem os principios ativos que eu quero, nas concentracoes corretas, e isso da super certo!

      A verdade eh que nos ultimos anos, principalmente depois da gravidez (por causa das manchas, que viraram meu maior e principal “problema de pele”, pois ate entao todos os meus cuidados eram apenas preventivos e por diversao), eu passei a usar mais marcas nicho, produtos mais naturais, que tendem a ter menos aditivos (silicone, oleo mineral, perfume, etc, etc) e mais princiios ativos concentrados, justamente para conseguir continuar usando produto “divertidos” mas sem sacrificar a eficiencia.

      E a partir do momento que passei a prestar atencao em princios ativos e concentracao (em niveis eficientes) dos mesmos, fui me dando conta que a maioria das marcas “cosmeticas”, mesmo as mais caras (leia-se; Chanel, Estee lauder, Lancôme, Crème de La Mer, Clarins, etc), nao sao NADA eficientes, e raramente apresentam ingredients que possam ter algum resultado cosmetico, entao simplesmente fui parando de usa-las.
      Hoje em dia, meu armario do banheiro eh praticamente todo composto por marcas “desconhecidas”, que acho em lojas especializadas e mais nicho (tipo Space NK e Liberty’s aqui em Londres, algumas na Sephora Americana ou sites como Cult Beauty) e nem me engano mais pelos balcoes luminosos das lojas “normais”.

      Volta e meia ainda uso produtos de marcas “normais”, mas deixo pra comprar coisas tipo filtro solar, hidratantes simples, produtos pro corpo, etc. e nao produtos que eu de fato queira algum resultado especifico.

      Responder
  9. Fabi - 14/01/16 - 11h42

    Dri, vc recomenda algum creme para clarear manchas no rosto da gravidez? Obrigada!

    Responder
    • Adriana Miller - 14/01/16 - 11h46

      OLha, a realidade eh que nada “cura” Melasma, e os produtos “cosmeticos” nao ajudam em muita coisa. A melhor solucao e ir num dermatologista que possa avaliar a gravidade e “grau” de suas manchas, e prescrever os principios ativos corretos.
      No meu caso, minha dermato me passa cremes com alta concentracao de Acido Retinoico, Acido Hidroquinona e niacinamida, e MUITO filtro solar (ate pra sair a noite! So nao uso pra dormer), que usados em conjunto aliviam e clareiam as manchas (mas nao “apagam” totalmente nao, pelo menos nao as minhas).

      Responder
  10. adriana - 14/01/16 - 22h51

    Dri, posso te pedir um post?? Tem como vc fazer um igual os que vc faz para pele, mas para os cabelos como são seus cuidados com eles, se eles caem, se vc usa algo para ajuda lo a fortalecer, qual o ritual de cuidados e todas as outras coisas de cuidados com os cabelos, um tipo dia do cabelo……..Acho que seria bem divertido….Abraço e um ótimo 2016

    Responder
  11. Sandrine - 15/01/16 - 08h44

    Dri e para a área dos olhos, o que vc passa? Eu tb não sou fã de marcas comerciais e sempre encontrei pelo mundo marcas que fui me adaptando melhor e traziam melhores resultados (mesmo que a recompra fosse missão impossível hehe), mas para a área dos olhos a Chanel ainda é a única que tira minhas bolsas e cara de cansada. O que vc usa? Ah, e um óleo que AMO e vc tem que provar é o Fabulous Face Oil da Aesop. Sério, não tem comparação, é bom demais. Beijao

    Responder
    • Adriana Miller - 15/01/16 - 08h55

      Eu passo os mesmos produtos do rosto, na area dos olhos tambem, inclusive acido retinoico. Pra mim, pele eh pele. Claro que tem que tomar mais cuidado com certos principios ativos pra dao arder, dar reacao alergica etc. Mas tenho a mesma rotina pro rosto todo.
      Mas sempre passo um hidratante a mais ns olhos, pois essa eh a minha parte mais ressecada, e se nao usar nada mais emoliente, o corretivo sempre acaba craquelando (geralmente a culpa nao eh do corretivo, e sim da pele mal cuidada/preparada).
      Geralmente uso o “All About Eyes Rich” da Clinique (uso a uns 10 anos!) ou o hidratante de oleo de abacate da Khiel’s, e a noite uso o crème do pote verdinho da Crème de La Mer ou um hidratante da Paula’s Choice.
      Mas “por baixo” a rotina eh a mesma: tonico de acido exfoliante, vitamin C, niacinamida, acido hilauronico, oleos faciais, etc de acordo com minha rotina, mas gusto de dar uma “selada” com um hidratante emoliente, pois eh a area mais ressecada do meu rosto (e sempre a primeira a dar sinais da idade, que gracas a deus por enquanto estou conseguindo evitar!).
      Qual crème da Chanel vc usa pros olhos? (quero pesquisar!!)

      Responder
      • Sandrine - 15/01/16 - 10h42

        Uso o Sublimage Eye…. e que talvez pela minha pele (sou branquinha) e talvez genetica seja necessario algo mais potente na area dos olhos. Mas assim… quando acaba e fico um tempo sem usar (ou mudo de creme, mesmo os receitados pela minha dermato), acabo voltando pra ele depois porque eu noto a diferenca! Tenho que dar uma olhada nos componentes tb… mas sei que a tecnica tambem influi bastante. Obrigada denovo pelas dicas, agora que estou gravida estou abusando dos cremes mais hidratantes: Embriolysse e alguns para manchas… e a glicocrema (www.most-tc.com) que mudou a minha vida… :)

        Responder
  12. adriana - 16/01/16 - 16h42

    Dri, eu fui fazer um pealing no consultório médico na verdade o dermato é médico e a esposa é esteticista ai ele passa os procedimentos estéticos pra ela fazer, ela me passou um acido retinoico 0,25 pra eu ir me acostumando eu já tinha passado outras vezes, não era novidade pra mim, uma semana depois fui fazer o pealing ela fez a limpeza e na hora de colocar o acido colocou 6% na mesma hora comecei a ficar roxa inchada e sem ar o médico veio e me medicou,

    na primeira meia hora nada aconteceu tive que ser medicada de novo até melhorar, dai em diante nunca mais passei acidos porque fiquei com muito medo e a rotina diaria de tratamento tenho feito com vc através das suas postagens, Grande abraço

    Responder
    • Adriana Miller - 06/07/16 - 15h39

      Nosa, que perigo!
      Por isso não dou “indicação” de acido aqui no blog, apesar de falar bastante sobre o quanto eu gosto dos resultados do retinoico!
      Só pra você ter uma ideia de como acompanhamento médico é importante, eu uso 5% normalmente no dia a dia, e faço peeling com concentração de 10% e mal descasco! (fazia, né?! Grávida eu fico só na vontade!)
      Cada pessao e cada pele reage de um jeito diferente, e o acido retinoico, o que tem de bom e eficiente, também tem de perigoso se não for bem aplicado!

      Responder
  13. Jo - 24/01/16 - 20h53

    Oie Dri,

    Uma pergunta: Voce gostou do sleep and peel da Filorga? Eu acredito que nao tenha feito muito sucesso nao, pq nao vi nenhuma resenaha. Obrigada!

    Responder
    • Adriana Miller - 26/01/16 - 09h16

      Gostei sim! Usei ele ontem, inclusive.
      Mas a realidade eh que o acido Glicolico nao eh tao potente nem eficiente quanto o acido retinoico, entao nunca da pra substtuir de igual pra igual, e nem sequer comprar um com o outro.
      Mas em ermos de produtos mais leves e com acido glicolico, ele eh otimo!

      Responder
      • Jo - 26/01/16 - 20h57

        Obrigada Dri! Eu vou comprar.

        Responder
  14. Ariella - 06/02/16 - 11h38

    Oi Dri, achei bem interessante esse seu post porque estou começando minha saga com o retinóico agora. Passei na dermato no BR antes de me mudar pra cá (novata em Londres!) e ela me deu retinóico com hidroquinona manipulados, e eu não fazia noção do trabalho que dá (tem que trazer refrigerado) e dura super pouco. E agora que vc disse q aqui não tem manipulados.. Mas vou procurar saber com ela sobre esse tipo que você compra como remédio com receita médica, talvez seja a solução. O que eu tenho usado para acalmar a pele é na verdade o irmão do Bepantol (chamo de irmão mas é basicamente bepantol + o zinco da hipoglios numa textura bem mais leve que é o Cicaplast Balm B5 da La Roche que conheci na FR, você já usou? Tenho usado nos dias que não passo o ácido e ele recupera a pele super rápido. Também comprei lá antes de me mudar um óleo de uma marca que conheci chamada Onagrine e é delicioso tanto pro rosto, pele e cabelo. Só uma pergunta, lá atrás, quando vc começou a usar o ácido em
    Concentrações baixas, você conseguiu usar por um tempo todas as noites seguidas ou sempre deu uma alternada? E hoje, mesmo com tolerância desenvolvida, você ainda descama toda vez q usa o retinol por 3 dias seguidos? Bjs!

    Responder
    • Adriana Miller - 09/02/16 - 10h00

      Oi Ariella,
      Mesmo com a tolerancia desenvolvida, a descamacao cusada pelo retinoico eh pra sempre! Entao sim, sempre fico descascando quado usao mais que 2 ou 3 noites seguidas, mas nao me encomoda nao. Com os cuidados certos da pra disfacar bem e ninguem percebe nem nota que estou “depenando” :-)

      Responder
  15. Talita Borges - 22/02/16 - 14h31

    Dri, qual a dermatologista que você frequenta aqui no Rio?

    Responder
  16. […] Acido Retinoico – Cuidando da pele durante o tratamento com acido […]

    Responder
  17. Jessica Sanda Sônego - 19/11/16 - 16h45

    Ola gostaria de fazer uma pergunta passei o acido retinoico no rosto apenas uma vez na area dos olhos…e meus olhos ficaram flacidos e com olheiras quanto tempo o produto fica na pele…ou fica assim mesmo ?rsrs obrigado :)

    Responder
    • Adriana Miller - 19/11/16 - 17h58

      Oi Jessica, depende do tipo e da concentração que foi prescrita pra você.
      O que seu dermatologista recomendou?

      Responder
      • MICHELE LOPES - 30/01/17 - 19h39

        Olá, Dri! Minha estou fazendo uso de um manipulado com ácido retnoico 005%, hidroquinona 3%,dexametasona 0,1%,alfa bisabolol e prime secativo, que adermato passou. Ela prescreveu oHidratante Effaclar H da La Roche, porém não estou encontrando em lugar algum. Parece que saiu de linha.

        Qual hidratante vc acha compatível e que eu poderia usar?

        Obrigada!

        Responder
        • Adriana Miller - 31/01/17 - 18h54

          Melhor perguntar direto pra sua dermato. Essa formulacao me parece bem forte, e talvez ela especificamente por algum motivo ou principio ativo, entao so ela podera fazer uma substituicao

          Responder