11 Nov 2013
9 comentários

Spencer House – os antepassados da Princesa Diana

Atrações Turisticas, Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Inglaterra

Uma coisa que sempre me chama atenção quando visito palácios e castelos pela Inglaterra, é que as famílias aristocratas sempre mantinham uma segunda casa no centro de Londres, onde os homens cuidavam dos negócios da família e as mulheres aproveitavam a vida social.

20131102-092159.jpg

Durante o período do pós guerra, a maioria esmagadora dessas casas acabou virando hotéis, escritórios, sedes do governo ou foram destruídas, sendo que nenhuma delas eh aberta a visitação, e apenas enfeitam a cidade “por fora”.

20131102-092227.jpg

Uma das casas sobreviventes eh justamente a mais interessante de todas elas, a “Spencer House” que pertenceu a familia da Lady Diana Spencer – que futuramente virou a Princesa Diana quando casou com o Principe Charles.

Eu me surpreendo quando as pessoas se referem a Diana como a “princesa do povo”, ja que na verdade ela eh descendente de uma linhagem nobre que figura entre as mais antigas e tradicionais do reino, e ja era conhecida e aristocrata antes mesmo do casamento.

20131102-092346.jpg

(mas eu sei que na verdade o apelido de “princesa do povo” surgiu sobretudo por causa de seu trabalho filantropico e humanitario, e por ter sido uma pessoa tao acessivel ao Britanicos “comuns”, apesar de seu historico aristocrata e socialite)

20131102-092413.jpg

A Spencer House conta um pouco sobre a historia da familia, e seu relacionamento com a monarquia (a Diana nao foi a primeira Spencer a casar com um futuro rei da Inglaterra), e inclusive sobre a mais polemica mulher Spencer da historia, a Giorgiana Cevendish – filha do primeiro Conde Spencer, que foi uma polemica socialite – alcoolatra e viciada em jogos – que quase colocou a fortuna da familia em risco, e que inspirou a filme “A Duquesa” (com a Kiera Knightley).

20131102-092441.jpg

Inclusive, a casa foi construida onde esta ate hoje (na beiradinha de Green Park), justamente por estar na vizinhanca do Palacio de Buckingham, e ambas casas tinham acesso ao parque de caca do rei.

20131102-092513.jpg

O interior da casa eh lindissimo, e muitas de suas caracteristicas originais foram restauradas na decada de 80/90 (financiadas pelo atual Conde Spencer, o irma de Diana), apos a casa ter ficado abandonada por muitas decadas no pos guerra.

Hoje em dia, assim como a grandissima maioria das “estately homes” de Londres a Spencer House eh endereco de algumas empresas, entao funciona como escritorio de segunda a sexta. Porem eles mantiveram as areas mais rebuscadas e artisticas da casa como se fosse um museu, que eh parcialmente financiada pela familia Spencer e a familia Rothschild, e eh aberta a visitacao todos os domingos do ano (com execao de Agosto e Janeiro).

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
9 comentários
31 Oct 2013
8 comentários

Methodist Central Hall Westminster

Atrações Turisticas, Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Igrejas & Catedrais & Templos, Inglaterra

A maior surpresa que tivemos durante o fim de semana do London Open House foi a visita ao Central Methodist Hall.

1231600_686976987998587_1799666653_n

A igreja passa despercebia a maioria dos turistas que passam por sua porta, já que ao dividir os arredores da praça do Parlamento com o Big Ben e a Abadia de Westminster, não sobra atenção pra muito mais coisa.

Mas não era de hoje que reparei que a Igreja estava lá, discreta e quietinha no seu canto, e pensava com meus botões: aposto que a vista de lá de cima é ótima!

Então enquanto esperamos na fila do Gherkin durante o Open House eu comprei o catalogo/revista do evento (o evento é todo de graça, mas eles vendem catálogos, revistas e outros merchandings pra angariar fundos e patrocinar o evento, então é sempre legal ajudar!) e vi que o Mathodist Hall estava na lista de aberturas (eles participaram do evento pela primeira vez esse ano) e para minha surpresa, uma das áreas visitadas era a cúpula!

Entoa no domingo de tarde, assim que eles abriram suas portas nos estávamos lá de câmeras fotográficas a postos, imaginando filas quilométricas! Mas adivinhem?! NINGUÉM lá dentro, e o guia velhinho ficou todo contente de fazer nossa visita guiada!

Passamos pela varanda principal, que ate então só era aberta em ocasiões especialíssimas com autorização da prefeitura – a última visita concedida foi para a BBC durante o casamento de William e Kate na Abadia de Westminster, já que a igreja metodista tem a melhor vista da cidade!

O “Hall” da igreja também eh impressionante, com um órgão de fazer estremecer, mas que é muito mais usado para discursos e conferencias do para cultos religiosos (e já foi cenário para discursos de personalidades como Barack Obama, Nelson Mandela, entre muitos outros).

E por fim subimos as escadas vertiginosas que nos levam ate o topo da cúpula da igreja (não é permitida a subida a menores de 18 anos, então revezamos enquanto um subia, o outro ficava com a Isabella), de onde se tem, sem dúvida alguma a MELHOR vista de Londres!

Sim, muitos prédios e restaurantes tem uma vista interessante e que mostram diferentes ângulos da cidade e tal, mas nenhum deles consegue abranger a cidade toda, e principalmente ter em primeiro plano os principais ícones da cidade: Abadia de Westminster, o Parlamento Britânico, o London Eye, o Shard, a Catedral de St Paul, e todos os outros inimagináveis (incluindo o Palácio de Buckingham e o Hourse Guards, o Battersea Power Station, BT Tower, etc)!

Não teve como não ficar de queixo caído e resistir ou controlar os cliques da câmera fotográfica!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

Adriana Miller
8 comentários
30 Oct 2013
6 comentários

Horse Guards – A cavalaria Real Britânica

Atrações Turisticas, Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Inglaterra, Londres com Criancas

Outro edifício imponente na paisagem de Londres eh o “Horse Guards Parade”, a sede da cavalaria Real Britânica e da facção do exercito responsável pela segurança da Rainha e da família Real.

O Horse Guards fica exatamente no lado oposto do Buckingham Palace, na outra ponta do parque St James, o que acabou sendo muito conveniente historicamente – já que a formação inicial da cavalaria real nesse edifício era ficar “de frente” para o antigo palácio Real “Palace of Whitehall” (onde a monarquia morava ate que um incêndio destruiu o palácio no século 17).

Hoje em dia o Horse Guards tem uma função muito mais burocrática, e confesso que o interior do prédio deixou a desejar – ao longo dos anos ele passou a ter uma função muito mais “pratica”, com estábulos, salas de banquete e dormitórios cedendo espaço a escritórios, salas de reunião e conferencias, como qualquer outro escritório de repartição do mundo.

Parte da visita guiada do London Open House nos leva ao subsolo do prédio, com tuneis secretos e câmaras de segurança escondida, que “diz a lenda” se conecta com o Parlamento e o Palácio de Buckingham (que por motivos de segurança nacional o Major do Exercito que nos guiou pelo prédio não pode confirmar nem negar!).

E pudemos visitar também o antigo escritório do Duque Wellington, Field Marshal do Exercito Real (que comandou a vitória Britânica na Guerra dos 100 anos contra a Franca – e também foi responsável pelo desenho original dos uniformes dos guardinhas Ingleses, e principalmente o design “revolucionário” de suas botas de montaria, e por isso ate hoje as botas galochas – tão populares no clima chuvoso da Inglaterra – são apelidadas de “Wellies”, porque originaram do design do Duque de Wellington).

Os moveis originais usados por Wellington ainda estão lá, expostos como se fosse um museu, e a mesma sala agora eh a principal sala de reuniões do prédio (e portanto do exercito) e eh onde são planejados eventos históricos de segurança nacional como o funeral da Princesa Diana, os bombardeiros ao metro em 2007 e mais recentemente o casamento do William e Kate, o Jubileu da Rainha e o enterro de Margaret Thatcher.

É dali também, dos estábulos, que saem a cavalaria e banda que participam da troca da guarda no palácio de Buckingham diariamente (ótima opção pra quem quer ver a troca da guarda, mas quer evitar as confusões nos portões do Buckingham).

E também é ali no Horse Guards que todos os anos a Rainha comemora seu aniversario com uma parada militar cheia de pompa e circunstância – o Trooping of the Colours (que seguindo a tradição, acontece sempre no segundo sábado de Junho, independente de qual o verdadeiro aniversario do monarca no poder).

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

Adriana Miller
6 comentários