13
Jan
2010
Roteiro de viagem no Chile
Escrito por Adriana Miller

Como disse nos posts anteriores, o Chile eh o tipo de lugar que dah vontade de passar varias semanas viajando, tamanha quantidade de coisas legais pra ver e fazer, diversidade geografica, geologica e cultural.

Opcoes que variam do deserto mais seco do mundo ao frio do Polo Sul na Patagonia Chilena. Da heranca cultural deixada pelos Espanhois em Santiago a cultura nativa das “tribos” Incas e Mapocho. Dos esportes radicais nos slopes de ski, ao puro dolce fa niente com uma taca de vinho na mao.

Mas isso nao quer dizer que soh dah pra aprovetar o Chile caso voce tenha muito tempo disponivel nas maos pra conseguir conhecer ab-so-lu-ta-men-te tudo de cabo a rabo. Na verdade, pra quem esta no Brasil, o Chile eh a opcao perfeita de viagem facil, diferente e legal, podendo ser encaixada em qualquer feriado prolongado.

O meu roteiro jah foi detalhado nos posts anteriores, mas resumidamente fizemos o seguinte:

Rio – SP – Santiago: Saindo do Rio as 6 da manha com a TAM, e chegando em Santiago ao 12. Parece longe, afinal sao 6 horas de viagem entre conexoes, troca de aviao etc. Mas como os voos saem bem cedo, na verdade chegar em Sanatiago ao meio dia ainda eh um grande lucro. mais ou menos como sair do Rio (ou qualquer outra capital) no voo das 9 e chegar em Salvador (ou qualquer outra capital – inclusive Buenos Aires) as 11 e pouco. Ou seja, o seu dia “livre” para passear nao muda muinto…

Mas enfim, com uma tarde, ou um dia inteiro em Santiago jah dah pra ver bastante coisa, como sugeri nesse post aqui. Na verdade nos tivemos 2 tardes e 4 noites em Santiago (saimos pra jantar 1 noite, e as outras 3 capotamos no hotel), e deu pra fazer tudo que queriamos, sem pressa e correria… Caso vc esteja com pressa e afim de correria, 1 ou 2 dias esta de bom tamanho, como a Claudia sugere nesse post aqui.

Nos outros dias fizemos algumas viagens day-trip pelos arredores de Santiago, toda bem bate e volta, mas que poderiam facilmente durar varios dias, caso vc queria fazer um tour mais a fundo pela regiao dos vinhedos ou esquiar, por exemplo.

Em 1 dia eh facil facil percorrer uns 2 ou 3 vinhedos por perto de Santiago (usando agencia ou alugando um carro). Nos fomos na Concha Y Toro (vale do Maipo) e na San Esteban (Vale do Aconcagua), em 2 manhas separadas, e a Fe Costa sugere outras viniculas nos arredores de Santiago nesse post aqui.

Outra sugestao de passeio bate e volta eh Valparaiso e Vina del Mar, ambas pertinho de Santiago, e sao uma boa mostra de praia do Pacifico (agua gelaaaaada!), e boa pedida pra quem quer um pouco mais de badalacao – caso vc vah pra lah na alta temporada de verao (se sua viagem for no inverno, concentre seu tempo em outras regioes do pais).

Porem, seja inverno ou verao nao deixe de fazer uma viagem a Cordilheira dos Andes! Se for inverno vale a pena passar varios dias por lah, em qualquer um dos inumeros resorts e se arriscar nos slopes. Nos arredores de Santiago existem varios, e quase todos os resorts providenciam transporte diretamente de Santiago. Os mais conhecidos por perto da capital sao Valle Nevado (como fez o Breno), Chillan e Portillo.

Mas mesmo pra quem vai fora da temporada de neve, nao perca o passeio! Mesmo se sua esticada pro Chile for rapidinha, dah pra encaixar alguma cidade dos Andes com um vinhedo, por exemplo (que foi exatamente oque fizemos: Vinhedo San Esteban de manha e Portillo de tarde).

Outra otima opcao pra quem vai pro Chile com mais tempo (entre 1 semana e 10 dias, por exemplo) eh subir pro deserto do Atacama como fez a Pri e o Vini. Nessa serie de posts aqui, eles contam como foi o passeio no deserto, que agencia usaram, a experienci de chegar ateh lah e afins.

E essa eh a ideia desse “roteiro”. Uma sugestao de viagem rapidinha saindo do Brasil (jah que um dos comentarios mais comuns aqui no blog em relacao as minhas viagens rapidinhas eh “pena que aqui no Brasil nao dah pra fazer essas cosias…”), que dah pra ser encaixada num feriado prolongado (que no Brasil tem muitos!), pagar usando milhas e com custos gerais (hospedagem, alimentacao, passeios, taxi, etc) bem mais baratos que no Brasil. Ou entao como sugestao de ferias um pouco mais prolongada, aproveitando varios dias no deserto ou esquiando nos Andes (otima sugestao pras meninas que veem parar aqui no Blog procurando opcoes de roteiros de viagem de Lua de Mel).

As agencias utilizadas e os detalhes de cada lugar/passeio estao nos posts linkados.

Categorias: Andes, Chile, Dicas (Praticas!) de Viagem, Roteiros de Viagem, Santiago, Valparaiso & Vina del Mar, Viagens, Vinhedos
11
12
Jan
2010
Valpariso y Viña del Mar
Escrito por Adriana Miller

Uma otima opçoao de passeio bate e volta pra quem for a Santiago é conhecer as cidades balnearias do Pacifico Valparaiso e Viña del Mar.

Ambas estao pertinho da capital e sao o “point” do verao dos Santiaguinos.

Valparaiso é a cidade principal, e hoje em dia é uma cidade relativamente grande, e nao só dobra de tamanho durante os mese sde verao, mas tambem é a sede atual do parlamento Chileno, que foi transferido de Santiago em 1990 apos a queda da ditadura militar. Alem de ainda ser um dos portos mais importantes da America Latina (mas perdeu seu posto depois da abertura do Canal do Panama).

Ambas cidades sao de facil acesso partindo de Santiago, mas mais uma vez optamos por utilizar uma agencia (a Turistik), pois minha mae nao gostou muito da ideia de pegar onibus, trocar de linha, depois pegar outro onibus, nao ter confirmacao de horios e etc e correr grandes chances de passar alguns perrengues. Entao a excursao foi uma boa opcao, mas ao mesmo tempo, uma grande decepcao!

Assim que chegamos em Valparaiso a primeira parada foi na casa do poeta Pablo Neruda, que realmente tem uma vista maravilhosa da cidade, mas a fila pra entrar no museu estava enorme e nao teriamos tempo de fazer tudo.

Até 1914 Valparaiso era o principal porto da casta oeste da America Latina, conectando o continente com a Asia e Africa.

Dai pra frente o passeio desandou! Tinhamos que voltar pro onibus daí a cerca de meia hora, entao aproveitamos pra dar uma voltinha pelos arredores, tirar fotos da vista e das casinhas coloridas. E nada do guia voltar… nada do guia voltar. Com quase meia hora de atraso o guia aparece, mas metade do grupo nao voltou (2 diferentes grupos de Brasileiros! Só pra acabar com nossa reputacao!).

Quando finalmente seguimos com o passeio, (mais de uma hora de atraso) já nao tinhamos tempo de fazer mais nada por Valparaiso. Pra piorar, o transito estava um caos!

Resultado, depois mais uma voltinha pela cidade, sem nem sair do onibus! Eu só ouvia meu pais bufando de raiva na poltrona atras da gente! Afinal Valparaiso eh uma cidade considerada patrimonio historico da Unesco, e nem sequer colocamos nossos pes na rua! E os predios historicos? E as casinhas coloridas lindas?! Nem uma fotinho pra contar historia…

Entao seguimos pra Viña de Mar, que fica bem do lado (acho que uns 20 minutos entre uma e outra). Pra nossa surpresa (NOT) e aumento da revolta com o estilo da excursao, paramos num restaurante “recomendado” pelo guia, que nem sequer ficava dentro de Viña del Mar!

Depois de pedir satizfação pro guia (que disse que o motivo de nao termos saido do onibus em Valparaiso foi a falta de seguranca na cidade e o atraso dos Brasileiros), abandonamos o resto do grupo, demos balao no almoco e seguimos (a pé mesmo!) para Viña del Mar, tentar aproveitar o resto do dia soh nos 4 – eu e meu pai liderando o grupo dos viajantes independentes forever LTDA!!!

Até tinhamos planejado dar uns mergulhos no oceano Pacifico, mas apesar de ser alto verao e um super sol, o vento estava de matar, com uma temperatura nada convidadtiva de miseros 20 graus, entao ficamos passeando pelo calcadao da cidade.

No fim do dia, nos juntamos ao grupo e fomos conhecer uma outra parte da cidade, o Museo Arqueologico, que tem um Moai original (as estatuas da Ilha de Pascoa – existem apenas 5 fora da ilha), mas que o guia nao nos deixou sequer entrar, e depois seguimos para o Parque Vergara que era a residencia de uma das familias mais ricas do Chile, e hoje em dia é o principal parque da cidade.

A excursao foi uma decepcao, mas o passeio realmente vale a pena!

Uma viagem independente para a regiao deve ser bem legal. Acho que a viagem de onibus entre Snatiago e Valparaiso dura menos de 2 horas, e saindo bem cedinho de manha, dah pra aproveitar bem o dia, e encaixar facilmente as duas cidades.

Para se locomover por Valparaiso, que eh uma cidade inteira construida nas escontas, use os bondinhos! cada bairro tem seu funicular, facilitanto a vida dos turistas e dando uma folga pra sua panturrilha!

Entre Valparaiso e Vina del Mar existem inumeras linhas de onibus e bondinho, alem de taxi eh ridiculamente barato no Chile – e uma vez chegando em Vina del mar, tudo fica por lah mesmo, a cidade eh compacta, concentrada na beira da praia e na rua de tras, lotada de bares restaurantes e afins.

Mais fotos de Valparaiso e Viña del Mar, AQUI.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Chile, Valparaiso & Vina del Mar, Viagens
20