Informações Sobre a Espanha

INFORMAÇÕES SOBRE A ESPANHA

Eu sei que muita gente vem parar aqui atras de informaços sobre a Espanha e sobre como é viver aqui. Muita gente me escreve e-mails perguntando coisas, e tal, mas como nao dá pra responder tudo e todos, vou fazer uma listinha de coisas que considero importante saber, alguns conselhos e algumas dicas. Espero que ajude.

P.S.: Esas informações foram escritas em Março de 2005. Preços e referencias podem variar. 
 
 – Imigraçao e Trabalho

Pra começar, quero deixar claro que a Espanha nao é o paraiso. Se vc quer vir pra cá pra trabalhar a ganhar dinheiro, meu conselho é (mais uma vez, se fosse bom eu estava fazendo oque?): nao venha.
Os salarios na Espanha estao entre os mais baixos da Europa, e os trabalhadores tem poucas regalias e garantias. Enquanto que os custos já estao quase iguais aos dos outros paises, e ha muitas coisas que já sao inclusive mas caras.
Trabalho ilegal aqui entao, inconcebivel. Pra começar vc vai estar competindo com dezenas de milhares de imigrantes ilegais da Africa, que tem a “vantagem” sobre os Brasileiros de estarem num nivel de sub miseria e trabalham por um prato de comida, entao pq alguem vai te contratar e pagar um salario se podem explorar alguem mais desesperado?! Essa é a logica.
Em segundo vc vai estar competindo com centenas de milhares de Sul americanos, que provavelmente tb vao aceitar salarios mais baixos e tem a grande vantagem de ter o Espanhol como primeira lingua.
Além de que o cerco aos imigrantes ilegais esta cada vez mais forte, e suas chances de se dar mal sao grandes. Claro que sempre tem aquela historia do primo do amigo do vizinho que conhece alguem que se deu bem. Na realidade, o buraco é mais em cima.
Depois vc tem a possibilidade de vir com visto de estudante.
Com esse visto vc tem direiro a trabalhar até 20 horas por semana, porque segundo a lei, se vc esta estudando, precisa de tempo livre para tal, e nao ralar a semana toda.
Conheço muuuuuita gente que esta estudando aqui com visto de estudante e ninguem conseguiu emprego. É dificil mesmo. Gente muito bem qualificada, fazendo um mestrado aqui mesmo, e memso assim nada. Alguns até conseguiram um bico de telemarketing nos fins de semana (mas isso só pros latino americanosm que tem o espanhol como 1ª lingua), mas o salario por 20 horas por semana mal paga o aluguel.
Meu concelho (já sabe né?): Se vier estudar aqui, junte muito dinheiro antes pra poder se bancar, ou arrume um pai que esteja disposto a te bancar aqui por um ano, ou tente uma bolsa. Nao rolam estes esquemoes de trabalho pra estudante que tem em outros lugares, como Londres por exemplo.
Vou por os links abaixo.
Se vc tem dupla nacionalidade de algum pais da Comunidade, aí a coisa muda de figura. As sua chances de se colocar no mercado de trabalho, e na sua area, sao muito boas. Inclusive pq muitas empresas que estao na Espanha tem aqui sua sede “Iberica” e tb englobam Portugal, entao quase todas as empresas tb precisam de gente qualificada que fale Portugues.

Sites de emprego:
http://www.infojobs.net/

http://www.monster.es

http://www.infoempleo.com/

 – Lingua

Nao cometa o erro que muitos brasileiros fazem de achar que Espanhol é facil, e nao estudam.

Sim, é facil quando vc começa a estudar, aí vc se depara com as semelhanças, mas tb acaba vendo que Portugues-Espanhol tem muito mais diferenças que semelhanças.
Trabalhar sem falar espanhol, nao rola.
Estudar sem falar espanhol, tb nao rola.
Mesmo pra quem já estudou espanhol, eu recomendo pelo menos um cursinho rapido. Quase todos os cursos de espanhol no Brasil tem professores Latino americanos, e apesar de ser a mesma lingua, a gramatica é um pouco diferente, e o vocabulario é muito diferente. Além de que os espanhois falam muito mais enrrolados e com alingua presa que os sul americanos. Um cursinho sempre ajuda a “amaciar” os ouvidos.

Links de cursos de espanhol:
http://www.ucm.es/info/fgu/escuelacomplutense/cursos/f01p.htm

http://www.uam.es/cultura/extranjeros/

http://www.cee-idiomas.com/

Estudos

Eu vim pra cá pra fazer um mestrado.
Tentei por 2 anos pedir bolsas de estudo e nao consegui. As bolsas oficiais sao muito concorridas (a Espanha é o segundo pais da Europa em recepçao de estudantes internacionais – só perde pra Inglaterra – e o 3ª do mundo – UK e USA), e entao vc precisa ter um curriculo escolar impecavel, um espanhol impecavel, apresentar um projeto, etc… Nao era meu caso, e resumindo, nao consegui, e tive que juntar dinheiro pra pagar o mestrado do meu bolso.
Mas pra alunos Brasileiros é relativamente facil conseguir estudar aqui.
Pra fazer faculdade, vc tem duas opçoes: fazer uma programa de intercambio desde sua propria universidade no Brasil (por exemplo, a PUC Rio) ou vir pra cá e fazer o “Examen Selectividad” que é o vestibular espanhol.

Como as boas universidades aqui sao publicas (mas nao de graça como no Brasil) dá pra imaginar que tb é bem concorrido.
Já pra fazer um mestrado ou dotorado, é mais simples. Eles nao exigem que os alunos de habla portuguesa façam a prova DELE (expanhol como segunda lingua, mas o bom senso aconselha um nivel medio de espanhol) e te avaliam pelo seu curriculo. Notas e conceito da sua universidade (as publicas sempre tem mais chances), seu curriculo profissional e sua ligaçao com a carreira escolhida.

Eu por exemplo, tinha estudado Economia no Brasil, e pra ser aceita no curso de Turismo tive que apresentar minha monografia da faculdade, que foi sobre turismo e desenvolvimento.
E claro, pagar.
As universidades publicas aqui nao sao gratis.

Informaçoes sobre bolsas de estudos (becas):
http://www.becasmae.com/

http://europa.eu.int/comm/europeaid/projects/alfa/index_es.htm

http://www.fundacioncarolina.es/

A burocracia tb é relativamente “simples”.
Pegue seu diploma e seu historico escolar. Adicione a certificaçao da reitoria da sua Universidade. Leve ao Ministerio de Educaçao e adicione um carimbo de validaçao. Depois leve ao Ministerio de Relaçoes Exteriores e adicione o carimbo que valida o carimbo do ministerio anterior. Depois, vá ao consulado espanhol e adicione mais um carimbo, que certifica que os carimbos anteriores, dos ministerios anteriores é verdadeiro.
Quando vc chegar na Espanha, procure um tradutor juramentado (as traduçoes feitas no Brasil nao valem), faça a traduçao, junte com os originais e leve ao Miniterio das Relaçoes externas Espanhol e valide que a traduçao e o carimbo do consulado espanhol (no original e que valiada todos os anteriores) sao verdadeiros.
Cansou? Entao se acostuma pq a Burocracia aqui deixa qualquer um no chinelo.
Um link mais explicativo aqui.

Dai pra frente sua matricula fica facil. Algumas fichar pra preencher, entrevista e taxas a pagar.
Universidades Espanholas (uma lista nesse site – clique no mapinha da Espanha, e selecione a regiao)

**********

Mas de resto, o que eu posso dizer é que a vida aqui é realmente boa. Mesmo no inverno, com o frio estraçalhante, o tempo (quase) sempre esta bom, e o sol brilhando lá fora. Madrid principalmente é uma cidade muito viva, e sempre tem alguma coisa rolando, e muita coisa pra fazer.

Pra todos os gostos.

Centenas de discotecas e bares, centenas de restaurantes, teatros, cinemas, museus, galerias, exposiçoes, parques, etc… Viajar aqui tb é relativamente facil (apesar de caro) e é possivel conhecer o pais todo se vc quiser.

E agora Madrid esta começando a entrar na rota das companias aereas de low cost, entao tb é facil viajar pela Europa.
Quem acompanha o blog ha algum tempo pôde ver que eu estou sempre fazendo alguma coisa… festas mil, viagens, muitas programaçoes. A minha vida aqui é muito melhor do que eu poderia imaginar. Adorei cada minuto, e recomendo.
 O post ficou muito grande…. amanha eu volto com mais alguma burocracias pra quem quer morar aqui e uma estimaçao de custos (só pra dar uma ideia).

Mas lembren-se: sao as MINHAS impressoes e OPINIOES. Se nao gostou, fecha a pagina e procura outro site. Nao adianta reclamar, resmungar, chingar  e experniar (nem sei se é assim que escreve!).

 

INFORMAÇÕES SOBRE A ESPANHA II (continuando)
 
Seguindo a serie de informaçoes sobre a Espanha, agora vou falar sobre umas coisinhas mais praticas, pra quem esta de fato decidido a vir pra cá. Os documentos e burocracias que vc vai precisar quando chegar e mais uma menos uma estimaçao de quanto custo de vida aqui (ATENÇAO: os exemplos que vou utilizar sao de Madrid, e os custo podem varias MUITO de uma regiao pra outra)

 – Documentos e Burocracias
 Pronto. Vc chegou!

Já esta instalado, mais ou menos ambientado na regiao escolhida. E agora oque?
Primeiro de tudo vc precisa do NIE (Numero de Identificación del Extranjero) que é o documento que vai te identificar como residente na Espanha, e é ele que garante todos os seus direitos.

Sem ele vc nao é nada nem ninguem e nao poderá fazer, basicamente nada, principalmente no que diz respeito a direitos publicos.
Só pode tirar o NIE quem esta na Espanha legalmente, com visto de trabalho, de estudante, etc.
Primeiro vc tem que procurar a sede do Ayuntamiento (prefeitura) da sua regiao e fazer o seu Empadronamiento, que nada mais é que uma carta que alguem (algum espanhol) vai escrever confirmando que vc já esta aqui, confirmando seus dados e seu endereço. Ou seja, alguem que vai te apadrinhar na cidade (é melhor confirmar no links, pq nao fiz isso entao nao tenho certeza).
 Após esse seu registro, vc tem que levar todos os seus documentos na Comisaria de Policia da sua cidade e dar entrada no pedido de NIE. O numero de identificaçao sai em 40 dias, e o cartao propriamente dito mais uns 2 ou 3 meses (depende da regiao).
Tendo o numero vc já poderá fazer tudo que seja necessario a apresentaçao do NIE, nao precisa esperar os 3 meses pra receber a carteirinha.
Quem for cidadao Europeu nao é obrigado a ter o cartao do NIE, basta ter o numero de identificaçao e sua carteira de identidade do pais onde vc é cidadao.
  O segundo documento mais importante é a filiaçao à Seguridad Social, que é sua porta de entrada a todos os beneficios publicos, e sua identificaçao trabalhista.

Sem o numero da SS vc nao poderá usar o sistema de saude nem educacional, por exemplo.

Esse é mais simples de fazer, basta o numero do seu NIE ou seu documento europeu, alguns dados pessoais e alguns dias depois vc recebe sua carteirinha pelo correio.

Tb é muito comum que as empresas façam isso pra seus fucionarios (foi o meu caso), o que torna tudo ifinitamente mais simples.
 O terceiro importante mais nao fundamental (eu nao tenho até hj, uma vergonha) é Tarjeta Sanitaria, ou seja uma cartetinha que te garante acesso ao serviço publico de saude. Sem ele (mas tendo o NIE e a SS) vc tem direito ao serviço de emergencia (que foi oque aconteceu comigo) mas se precisar marcar consulta de rotina ou por uma besteirinha qualquer, nao vai poder.
 Pra tirar essa carteira vc precisa procurar o Centro de Salud do bairro onde vc mora (onde esta apadrinhado), levar seu numero de NIE e SS, fazer um exame medico e pronto. Uns dias depois vc recebe tudo na sua casa.

 – Conta em Banco

Para abrir uma conta num banco espanhol, vc basicamente precisa ter o numero do NIE, mas alguns bancos aceitam um documento de identificaçao Europeu (identidade ou passaporte), e é tudo relativamente simples. Vc assina um contrato e abre a conta na mesma hora. Uns dias depois vc recebe o cartao de saque e debito.
Se vc for estudante, ou menor que 26 anos, muitos bancos oferecem contas especiais, que nao pagam taxas de administraçao e descontos em alguns serviços.
O meu banco (e da maioria dos meus amigos) é o BBVA, que tem a conta “jovem” e pude abrir a conta antes de receber o NIE.
 – Estimaçao de Custos

Agora que todas as buricracias já estao resolvidas, vc pode começar a viver como um Español de verdad.
Isso dói? É de passar no cabelo? Nao…

Quanto custa?
Uma listinha a seguir (Atençao mais uma vez: esses preços sao da cidade de Madrid e muitas coisas podem varias de uma cidade pra outra, e em supermercados baratos e marcas que em geral sao genericas. Com os Links abaixo vc pode pesquisar melhor)

PREÇOS EM EUROS

– Aluguel (de um quarto) no centro de Madrid = 250 / 400
– Bilhete simples do metro = 1,35
– Passe mensal de Metro zona A (altamente recomendado) = 36
– Bisnaga de pao = 0,80
– Litro de leite = 0,60
– Quilo de carne = 25
– Quilo de frango = 7
– Bandeja de queijo = 2
– Badeja de Iogurte = 1
– Quilo de maça = 2
– Quilo de banana = 1,50
– Quilo de laranja = 1,50
– Quilo de batatas = 1
– Quilo de tomates = 2
– Maço de alface = 0,80
– Duzia de ovos = 1,50
– Litro de azeite = 3
– Quilo de arroz = 0,60
– Pacote de Espaghetti = 0,60
– Molho de tomate = 0,80
– Comida congelada = entre 3 e 6  cada pacote
– Lata de cerveja = 0,50  (no supermercado obvio, pq num bar pode custar 10 vezes mais que isso)
– Litro de Coca Cola = 1,30
– Caixa de suco de laranja = 0,70
– Caixa de sabao em pó = 12
– Pacote papel higienico = 2
– Lava louças = 2
– Detergente pra chao = 1

 Isso é obviamente uma estimaçao basica, e seu custo mensal vai depender do quanto vc come, oque come, onde compra, etc…
Nao sei oque compoe exatamente a cesta basica, mas usei como base, mais ou menos a minha dieta diaria, e o que eu considero mais ou menos essencial (com alguns superfluos, claro)

Quanto custa de divertir?

– Cinema = 6 (estudante paga 4,80 )
– Teatro e musicais = 30
– Entrada em discoteca (muitas nao cobram) = 10 / 20  (Aqui nao tem consumaçao. Vc paga pra entrar e “ganha” uma bebida)
– Bebida numa discoteca ou bar = 6 / 10  (varia MUITO!)
– Refeiçao num restaurante (basico do basico, menu do dia) = 8 /15
– Shows (tb pode variar) = 30 / 50
– Museus = 3 / 8  (cidadao europeu nao paga às 4ª feiras, e é de graça aos domingos)
 
Links de supermercados:
http://www.carrefour.es/index.html

http://www.lidl.es/es/index.nsf/pages/i.home

http://www.alcampo.es/

Bem, acho que com isso dá pra ter mais ou menos a ideia de quanto custo de vida aqui na espanha, num estilo bem basico. Leve em consideraçao que sempre aparecem imprevistos e vc pode acabar gastando mais do que imaginava. Os preços entre as cidades tb varia bastante, madrid esta entre as mais caras (principalmente aluguel, que é meu gasto principal e nao tem como fugir!)
Obs: Conversao de Euro pra Real on line aqui


SE ALOJANDO E SE LOCOMOVENDO

Em Madrid, a facilidade de se mover pela cidade é inversamente proporcional a facilidade de se encontrar um apartamento decente, a preços decentes, para morar. Entao, vou começar pelo mais facil, o Metro

Metro de Madrid

O Metro de Madrid é composto por 12 linhas, que englobam todo casco urbano da cidade, e parte dos seus arredores.
A maneira mais facil de se localizar pela cidade é perguntar ¿”fica perto de qual estaçao do metro?”. Nao tem erro. Com ele, vc chega em qualquer lugar, e é muito facil se localizar e se mover entre as linhas e estaçoes.

 Tem tambem os trens de Cercanias, que sao como o metro (inclusive as linhas sao interligada e o ticket é o mesmo) mas os trens se locomovem acima do chao e cobrem sobretudo os arredores de Madrid, os Afueras. As estaçoes de Cercanias já nao sao tantas, mas sao muito uteis pra quem mora um pouco mais longe do centro da cidade.
Os tickets podem ser unitarios (só dá pra usar uma vez) e custam 1,35 euros; de 10 viagens, 5,80 euros ou os abonos de transporte, que pra quem mora aqui sao os mais uteis, pq permitem que vc use toda a rede de transporte publico (metro, cercanias e onibus) durante um mes, quantas vezes quiser por um preço fixo.
 Informaços da pagina do metro de Madrid aqui.

Mesmo pra quem vem só de ferias ou passeio, nao tem nada melhor que o metro. Todas as atraçoes turisticas da cidade estao praticamente ao lado de alguma estaçao. E quando vc for procurar um hotel, pergunte qual estaçao fica perto, pra ter certeza que vc nao vai se enfiar em nenhum buraco.
 Sair a noite, tb fica muito mais facil com o metro. As estaçoes só fecham as 2 da manha, e os ultimos trens passam mais ou menos a 1:30 (varia de estaçao pra estaçao), e reabrem as 5:30 da manha. Ou seja o horario perfeito da balada madrileña: fecha mais ou menos na hora que vc vai estar chegando nos lugares, e reabre mais ou menos na hora que vc vai voltar pra casa.

- Alojamento

A maneira mais facil e economica de morar em Madrid sao os Pisos Compartidos.

Ou seja, na verdade vc vai estar alugando um quarto, mas com direito a uso de todos as areas comuns do apto. O bom e velho flatmate.

É a pratica mais comuns entre os estudantes, jovens e solteiros em geral. E consequentemente a mais facil de encontrar, já que a oferta é maior. Mas nao se anime, porque mesmo assim, dependendo da epoca do ano, é uma tarefa quase impossivel. Se vc vem com familia, mala e cuia, a coisa complica de todas as maneiras possiveis: pouquissima oferta e preços exorbitantes

Nesse mapinha do metro aqui, o quadrado vermelho indica quais sao os melhores bairros pra se morar em Madrid. Sao os bairros do centro, que estao perto de tudo e vc terá facil acesso a metro, cercanias, onibus, supermercado, farmacia, trabalho, etc.
 Tb sao os bairros mais caros, mas nada é perfeito.
Quando vc começar a procurar anuncios de piso compartido, ou aptos pra alugar, sempre pergunte onde fica (estaçao) e assim dá pra ter uma ideia de se vai valer a pena pagar 30 euros a menos de lauguel, mas perder 2 horas por dia no trem de Cercanias…

As melhores opçoes pra achar alguma coisa por aqui é o Google. Palavra chave: Piso compartido madrid.

Vao surgir zilhoes de ofertas e anuncios, pra todos os gostos.
 Nao quero ser espirito de porco, mas a tarefa é realmente ardua… Eu penei muito pra achar um piso decente que estivesse de acordo com meu bolso, e na ultima hora (depois de passar uns dias desalojada) acabei apelando pra uma agencia imobiliaria; me custou os olhos da cara, mas pelo menos eles acharam o apto dos meus sonhos, no bairro dos meus donhos no dia seguinte!!
 Mas memso assim, deixo alguns links interessantes aqui:

http://inmobiliaria.segundamano.es/seccion.cfm?categoria_id=69

http://www.roommadrid.arrakis.es/

http://www.campusanuncios.com/

Meu principal concelho é: nao se deixe enganar pelas ofertas. Sempre vá ver os pisos anunciados.

Madrid, como todas as outras capitais europeias, é uma cidade muito antiga, mas principalmente na parte imobiliaria, é muito mal cuidada.

E levar gato por lebre é facil! Ainda mais nos pisos compartidos, porque os proprietarios desse apartamentos, nao estao nem aí… cada ano eles alugam seu apto pra pessoas diferentes, entao se alguem quebrar ou estragar algo, eles nem ligam, mas tambem nao consertam.

Muito comum tambem sao os pisos interiores. MUITO CUIDADO!!! Isso significa que vc vai morar num apartamento (ou quarto) sem janela. Esse com certeza sao os mais baratos, mas vai por mim, vc nao vai conseguir viver sem uma janelinha, ainda mais no verao.

E agora, boa sorte!!

Acho que já falei todo o essencial sobre a vida aqui. Se alguem tiver mais sugestoes ou duvidas, aceito ideias (dentro do possivel).

 

Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, 34 anos, Carioca. Economista e profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Siga me!