06 Feb 2010
13 comentários

Chinatown e Dim Sum

Amigos, Bairros, Dicas de Londres, Pub & Restaurantes, Restaurantes

A area da China Town de Londres, que fica bem no centro do Soho – vizinho de Piccadilly e Leicester Square – foi estabelecida nos anos 70, no auge da imigracao entre Hong Kong e UK, mas a comunidade Chinesa na Inglaterra é datada desde o seculo 17, onde existia uma area na regiao das Docklands (onde hoje em dia fica Canary Wharf) exclusiva para comerciantes e marinheiros Chineses.

Mas hoje em dia, a China Town Londrina tem uma caracteristica bem diferente, e ao contrario de outras Chinatowns do mundo, nao é lotada de barraquinhas vendendo roupas e acessorios fakes e eletronicos de origem duvidosos. Aqui em Londres a Chinatown é uma central de lojinhas de comida Chinesa e muitos, muitos restaurantes Chineses!

Entao, em homenagem ao ano novo chines, e a coincidencia de que minha unica amiga chinesa tambem faz aniversario no mesmo dia que eu (e que tambem é o dia do ano novo Chines de 2010), sexta feira fomos para Chinatown, guiadas pela Lainey em busca de uma experiencia autentica Chinesa!

A area – que conta com alguns quarteiroes – estava toda iluminada e decorada com lanternas chinesas, e fomos direto pro restaurante Chueng Chen Ku, que segundo ela, apesar de nao ser identico ao que se encontra e come na China, é o melhor restaurante Chines que ela conhece em Londres (segundo ela a comida Chinesa “ocidental” é bem diferente da comida que ela cresceu comendo ou que cozinha em casa).

Ela nos guiou pela experiencia do Dim Sum, que na China é o café da manha, mas que na verdade pode ser comido a qualquer hora do dia, e depois passamos para varios outros pratos – evitamos a todos custo o yakisoba estereotipico, e deixamos o pedido da comida ao cargo da Lainey: nem sequer faziamos ideia doque ela estava pedindo pra todos nos – a comunicacao entre nossa mesa e os garcons foram 100% em Chines – e ela garantiu que ia pedir uma coisas BEM diferentes, mas algumas outras coisas mais “ocidentais”, pra ninguem ficar traumatizado, nem passar mal!!

Entre as opções de entrada (Dim sum) tivemos um pouco de tudo; dos comuns rolinho primavera, a panqueca de arroz com recheio de camarao, croquete de calamari, diferentes tipos de dumplings ao exotico pé de galinha cozido com molho de vinho e feijao preto! (o Aaron foi o unico que teve coragem de provar, e nao aprovou!)

Pés de galinha, com molho de vinho e feijao…

Rolinho de camarao com massa de arroz

Dumplings

Mas em compensação todos os pratos principais estavam deliciosos! Definitivamente a melhor comida chinesa que já comi! Serio, nao tem nada a ver com a comida que pedimos por telefone e chega numa caixinha de papel! Hahaha

E tudo isso regado a vinho de arroz, que a Lainey trouxe diretamente de Xangai, e é super ultra potente! É ligeiramente parecido com saque, só que muito mais forte! (cerca de 50% de alcool!).

Vinho de arroz

E a Lainey deliciando um pé de galinha!

Por fim a sobremesa: uma mousse de manga com coco simplesmente maravilhosa!

As aniversariantes do Ano do Tigre!

E a melhor parte é que apesar de comer até rolar, e provar um pouco de tudo, a conta nao passou das 20 libras por pessoa!

Chueng Chen Ku

17 Wardour Street, Soho,

London, W1D 6PN

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
13 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
13 comentários
  1. wilma - 06/02/10 - 16h47

    Adriana, não sei como não descobri seu blog antes?!!! Estou adorando, comecei a ler desde o início, estou em julho de 2004. Já deu meu voto e minha filha,amigas também. Um ótimo fim de semana pra você, que vou agora me congelar numa sala de cinema pra fugir desse Verão de maçarico, rsrsrs

    Responder
  2. Sonia - 06/02/10 - 17h30

    Eu adoro Dim Sum. Ate fiquei com agua na boca ao ver as fotos :) Costumo ir ao Joy King Lau, que tb fica na China Town, e tem um optimo dim sum (mas so servem ate as 5h da tarde, acho eu). Agora fiquei cheia de vontade de experimentar este. Se a tua amiga, que e’ chinesa, diz que e’ o melhor… as minhas expectativas estao elevadas!

    Responder
  3. Hilda - 07/02/10 - 11h26

    Eu nunca fui em nenhum restaraunte chines naquela area. Mas fiquei morrendo de vontade depois desse post, eu soh nao encaro os pes de galinha… rs
    bjs

    Responder
  4. Li - 07/02/10 - 12h44

    Passo longe desses pés de galinha…fico enjoada só em ler, esta experiência não me faz falta, com certeza. Por outro lado adorei a descrição da sobremesa…esta eu encarava.
    Beijos e bom final de semana.

    Responder
  5. Vanessa - 07/02/10 - 15h26

    Oi Adriana. Faz uns dias que leio o seu blog, mas ainda nao tinha comentado. Trabalho num restaurante chines no Soho chamado Yauatcha, que é o único restaurante com Michelin star de comida chinesa em UK (ou Europa, nao me lembro). A comida é super boa e, dependendo dos pratos, nao é tao caro assim. Dá para gastar 30 pounds por pessoa, mais ou menos. Fica na esquina da Broadwick com a Berwick Street. Mas dependendo do dia, tem que fazer reserva. Sextas e sábados a noite, aquilo bomba! Nem to falando para fazer comercial, nao. Eh porque a experiencia é legal mesmo.
    Fora isso, adoro o seu blog e comentarei outras vezes…

    Responder
  6. Sonia - 07/02/10 - 16h48

    oi! conheco o yauatcha e tb super-recomendo. A comida e’ realmente deliciosa e nao e’ assim taaao caro. Vale bem a pena porque o lugar, alem de ter optima comida, e’ bem bonito. E’ optimo para levar visitas :)
    Lembro-me que da ultima vez que fui la fomos servidos por um funcionario italiano super-falador e por um portugues (como eu), mais caladinho, mas tb super-simpatico. bjs

    Responder
  7. Vanessa - 08/02/10 - 13h22

    Quando voce foi lá, Sonia? Dependendo de quando, este portugues mais caladinho que te serviu pode ter sido o meu namorado :-)
    E, sim, sempre levo minhas “visitas” para o Yauatcha!

    Responder
  8. Catarina - 09/02/10 - 12h33

    OLá Adriana!!
    Tive aqui a ver este blog e muitos parabens!! é top top!!! Tens o perfil ideal que procurava..posso fazer-te uma proposta em nome de minube portugal?!!
    Entra em contacto comigo por favor, catarina@minube.com.
    Obrigada!!

    Responder
  9. lucia - 09/02/10 - 16h46

    Olha, meu pai ja foi pra tudo quanto eh pais e conhece quase o mundo inteiro, mas so recentemente (ano passado) passou na China. E ele disse que quase morreu de fome (e ele nao eh nem um pouquinho enjoado pra comer), pois a tal comida chinesa que comemos aqui ou em qq outro lugar do mundo ocidental, eh completamente diferente do que eles servem la. So ele me contando suas experiencias com os pratos e menus de la, ja me deixou passando mal. Nao sei o que farei quando for visitar o Great Wall um dia… vou ter que ficar num hotel mais americanizado possivel, senao nao sobrevivo, rs. bjos

    Responder
  10. viviane martins - 09/02/10 - 19h08

    Oi Dri,
    eu conheço o Four Season em queen’s way, o James adora o restaurante… mas é comida chinesa/cantonês e tem sempre uma fila enorme(com ocidentais), ou seja é bom mesmo, eu adorei, mas fui poucas vezes… fui mais por influencia do marido chinês..rs
    na próxima vez que for à Londres vou experimentar esse restaurante em CT, é tão bom ver brasileiros como você que experimentam as coisas e não julgam sem conhecer, precisamos de mais pessoas assim.
    bj

    Responder
  11. Mary - 13/02/10 - 21h04

    Aqui em SP no bairro da liberdade e redondezas também tem comida chinesa; é muito bom degustar essas comidas exóticas. Bjo,

    Responder
  12. […] primeira introducao ao Dim Sum foi na verdade na China Town de Londres, com uma amiga Chinesa – entao pelo menos a primeira vista, nao foi tao […]

    Responder