19 May 2010
17 comentários

Entre Tel Aviv e Jerusalem: Chegando e saindo

Dicas de Viagens, Israel

O novissimo e ultra moderno aeroporto Ben Gurion em Tel Aviv eh o principal porto de entrada do pais.

Entao quando a Easy Jet comecou a voar para Israel ha uns meses atras, rapidinho o pais, que na verdade nunca figurou entre meus top de viagem, assumiu o topo da lista.

Entao essa parte foi facil. Compramos com meeeeses de antecedencia um voo direto Londres – Tel Aviv pela Easy Jet e conseguimos um preco muito, muito bom, ainda mais considerando que sao mais de 4 horas de voo pra fora da Europa.

Mas com o passar dos meses e a medida que iamos pesquisando sobre oque ver e fazer em Israel, ficou claro que o lugar que queriamos mesmo ir era Jerusalem. Se desse pra passar um tempinho em Tel Aviv seria lucro.

Entao comecei a pesquisa. Nosso voo chegaria em Tel Aviv depois das 8 da noite. IAnda tendo que contar com tempo pra recolher bagagem, passar pele imigracao e afins. Ou seja, potencialmente poderia demorar muito tempo, e passar uma noite em Tel Aviv nao estava nos planos.

Entao descobri a empresa Egged, que eh a principal empresa de onibus de Israel.

Pelas informacoes no site e feedback do pessoal no Tripadvisor, parecia ser bem simples. Os onibus que conectam o Aeroporto de Tel Aviv diretamente com o centro de Jerusalem (e varias outras cidades do pais). Os onibus saem direto do terminal de chegada, e a viagem demoraria cerca de 40 minutos e custaria 22 Sheckles (+ ou – 5 dolares).

Nao precisamos comprar on line, nem fazer reservas nem nada. Parecia mesmo ser bem simples.

E foi. Soh que mais ou menos.

Na verdade o voo atrasou quase 2 horaspra chegar lah. Ainda demoramos um tempinho consideravel pra conseguir passar pela imigracao e recolher bagagem. E realmente o aeroporto eh novissimo, tinindo de novo e de moderno, mas todos aqueles andares, niveis e sub-niveis e placas com sinais em Ingles, Hebreu e Arabe estavam um tanto quando confusas aquela hora da noite…

Mas tudo bem. Achamos o ponto de onibus da Egged sem maiores problemas, e entao descobrimos que tinamos que pegar um transfer.

Como o motorista de onibus nao falava Ingles, seguimos as instrucoes da placa trilingue e pegamos o transfer (que tambem eh da Egged). Ate que no meio do NADA, o motorista do transfer para no meio da auto-estrada e nos manda descer – apontando pra um ponto de onibus.

A comunicacao era nula, entao descemos do onibus transfer e andamos ate o ponto de onibus que estava semi-deserto.

O engracado eh que em momento algum sentimos medo de estar numa parada do onibus na beira de estrada em Israel. Eh um paradoxo que um pais com fama de tao violento, perigoso e de guerras, seja na verdade taaaaaaao tranquilao!

O medo mesmo era: e se o onibus nao passar? E como vamos saber qual eh o onibus certo?

TODAS as placas estavam em Hebreu…

Ateh que depois de uns 20 minutos esperando, finalmente o onibus apareceu, mostramos o ticket que compramos com o tiozinho do transfer e foi tudo tranquilo.

A estrada conecta Tel Aviv e Jerusalem eh tranquilissima, ultra nova, e a viagem passou voando.

Chegando em Jerusalem, cerca de meia hora depois, o onibus nos deixou na estacao central de onibus, e como jah estava tarde e nao tinhamos a menos ideia de onde estavamos, nem pra onde iamos, pegamos um taxi, que nos cobrou mais uns 20 Sheckles (5 dolares), e nos deixou na porta da cidade velha, no Portao de Jaffa – a um pulo do nosso albergue!

Jah na volta, no fim da viagem, o plano inicial era de ter feito o mesmo esquema de voltar de onibus pra Tel Aviv e passar nosso ultimo dia pela capital.

mas como adoramos DEMAIS Jerusalem, mudamos os planos e resolvemos ficar mais um tempinho em Jerusalem.

Mas ai rolou uma tensao sobre a logistica da coisa. E se na volta rolar transito? como vamos saber onde pegar o transfer entre a auto estrada e o aeroporto?

Entao estavamos batendo papo com o dono do albergue na pizzaria do Jacob (nao falei que o Jacob eh o cara?!) e ele deu a dica dos “Sheruts” que sao mini vans que funcionam como taxi coletivo.

Saiu um pouco mais caro (50 Sheckels por pessoa), mas nos poupou muito tempo e a dor de cabeca da logistica de voltar pra Tel Aviv.

Reservamos direto pelo albergue na noite de sabado, e pontualmente na hora marcada o motorista apareceu pr anos buscar, depois passou em mais 3 hoteis, e em menos de 1 hora estavamos na porta do terminal internacional do aeroporto!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
17 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
17 comentários
  1. Flavia Mariano - 19/05/10 - 13h32

    Dei uma olhada nas suas fotos no Flirk! Dri vocês estão tirando fotos cada dias mais lindas! Parabéns a você a oa Aaron.

    Beijos

    Responder
    • Adriana - 19/05/10 - 14h07

      Obrigada Fla!!
      Realmente, cada dia mais nos empolgamos muito com as fotos!
      Hj mesmo, depois do trabalho vou fazer um curso de Travel Photography! To empolgadona!

      Responder
  2. Letícia R. - 19/05/10 - 13h42

    Dri, você não tem ideia do quanto estou amando ler os posts sobre Jerusalém! Fico mais e mais empolgada para minha lua de mel! Mas me conta: por que vocês ficaram tão encantados? Eu li tudinho, mas às vezes sinto que a viagem pegou o casal foi pelo coração, mesmo… é o astral do lugar? A história de tudo? Organização, estrutura pra turismo? Pergunto isso especialmente por saber que você não esperava muito dessa viagem. Beijos, na torcida por mais posts sobre o assunto!

    Responder
    • Adriana - 19/05/10 - 14h09

      Ai que bom!!!
      Pode deixar que vou contar mais! mas eh que essa semana tah rolando uma preguica criativa mesmo…

      Mas realmente fiquei encantada de mais com Jerusalem…. a historia milenar, a religiao, a paz e organizacao… o clima, a comida… Tudo ocorreu muito, muito bem. E realmente nao tinhamso muitas espectativas, entao ficamos maravilhados!

      Responder
  3. Raíssa - 19/05/10 - 13h56

    Olá Dri!
    Não tem nada a ver com o assunto… Leio seu blog há muito tempo e gostaria de compartilhar isto com você, dá uma olhadinha nesse endereço: http://nandabezerranamibia.blogspot.com/
    Normalmente, quando dizem que somos parecidos com alguém não concordamos muito, né? Mas acho que você se parece com a autora deste blog, além disso, ela também é carioca e está fora do Brasil há bastante tempo.
    Beijinhos
    Raíssa

    Responder
    • Adriana - 19/05/10 - 14h06

      Hahahahha!
      Essas coisas sao engracadas mesmo neh?
      Dei uma olhadinha no blog, mas nao achei muitas fotos… E nenhuma que se parecesse comigo…! :-)

      Responder
  4. dani - 19/05/10 - 16h03

    cara, vc é muito corajosa…eu ia me borrar de medo na espera pelo ônibus…tenho medo desse povoo meio crazy.bjus, dani

    Responder
    • Adriana - 19/05/10 - 16h13

      Hahahahah!
      Mas Dani, juro que de crazy eles nao tem nada! (pelo menos nao as pessoas “comuns” esperando o onibus na estrada…)

      Responder
  5. Mariana Ribeiro - 20/05/10 - 00h30

    Dri,
    que bom que você gostou de Israel, geralmente a gente faz outra imagem de lá!
    Tô ansiosa esperando os próximos posts!
    beijos,
    mariana

    Responder
  6. Marília Lucena - 20/05/10 - 23h51

    Dri, sabe o que é engraçado? Você sempre planeja suas viagens bem direitinho, com meses de antecedência, mas seeeeempre tem algum perrengue ou situação inusitada… mas isso deixa a viagem mais inesqucível e emocionante, contudo que dê certo no final!!
    Essa do ônibus foi fo…

    Esperando mais e mais posts da viagem!!

    Beijoss

    Responder
    • Adriana - 21/05/10 - 09h20

      Pois eh… nada eh perfeito!
      mas como sempre planejo bem, quando esses perrengues acontecem, me sinto bem preparada, e nao sao esses imprevistos que estragam minha viagem…

      Responder
  7. Marjorie - 10/03/12 - 13h34

    Ola Adriana! Adorei seu site, moro em Londres e estou me organizando para ir no Egito, Israel e Petra em Maio, seu obrigada por inumeras dicas do seu blog… Vc teria o nome do albergue que vcs ficaram em Jerusarem? Thank you

    Responder
    • Adriana Miller - 12/03/12 - 15h56

      Se nao me engano o nome do albergue eh “Old Town hostel”, mas eles estao linkados em algum dos posts da Serie de Jerusalem. Da uma lida nos posts da categoria que esta tudo la! :-)

      Responder
  8. kelly dourado - 09/03/17 - 01h31

    Amei seu relato!! Muito obrigada!!!

    Responder
  9. Fabio Ramos - 20/09/17 - 18h55

    Ótimo post!!!!
    Tenho uma dúvida: vc comprou o bilhete da egged direto no aeorporto?
    Achei o site da egged bem confuso.

    Abraço.

    Responder
    • Adriana Miller - 21/09/17 - 09h18

      Comprei direto no site deles – mas essa viagem ja foi ha bastante tempo atras, entao nao sei o que mudou desde entao :-)

      Responder
  10. Cláudio - 18/03/18 - 07h09

    Como faço para reservar o Sheruts para a volta? Qual o site?
    Obrigado!

    Responder