17 Feb 2012
27 comentários

Tune Hotel – Aeroporto LCCT de Kuala Lumpur

China, Cingapura, Dicas de Viagens, Malasia, Xangai

Uma das melhores coisas de viajar sempre eh poder, volta e meia, voltar a lugares onde ja fui – eh sempre legal ver oque continua o mesmo, e tudo aquilo que mudou, evoluiu… melhorou ou piorou.

Dessa vez a viagem pra Asia nao incluiu Malasia no roteiro – mas ainda assim, gracas as maravilhas dos voos low cost, nao escapamos de passar pelo aeroporto de KL. Nao apenas 1, mas duas vezes em diferentes conexoes!

Na primeira vez que estivemos na Asia passamos varias vezes pelo Aeroporto LCCT de Kuala Lumpur (Low Cost Carrier Terminal), que rapidamente virou sinonimo de tedio, calor, confusao e desorganizacao.

Cada uma das (muitas) horas que passamos no LCCT em 2008 foram altamente torturantes e nao sobrou nenhuma memoria boa pra contar historia.

Entao ao planejar essa nova viagem, mais uma vez as conexoes no LCCT foram inevitaveis, mas eu fiz de tudo pra reduzir ao maximo nossa estadia por la.

Ate que logo na primeira conexao me dei conta das maravilhas que os anos, o progresso e desenvolviemento do turismo pode levar a um lugar!

Em apenas 3 anos o aeroporto foi talmente transformado e reformado!

Oque antes era um galpao imundo com funcionarios despreparados e salas de espera torturantes, hoje em dia eh um espaco novissimo e arejado, com uma infraestrutura de fazer inveja a muitos aeroportos Europeus!

Balcoes de informacoes, uma area para check in que triplicou de tamanho (principalmente na area da Air Asia! O fim das filas!), um segundo andar (que nao existia!) que filtra a confusao na imigracao e seguranca, e uma area de embarque que incluiu inumeras lojas, cafes e restaurantes, free shop, farmacia, wifi gratis e estacoes eletricas para recarregar seu laptop ou celular enquanto voce espera seu voo.

Oque um dia era um espaco escuro e quente, com cadeiras de plastico desconfortaveis, hoje em dia tem todo o conforto imaginavel!

Sei que eh um comentario bobo, mas fiquei feliz de ter feito parte dessa “transformacao”, de ter sido uma entre os milhoes de turistas que passaram por ali e levaram o desenvolvimento e o progresso pra esse cantinho da Asia.

Me lembrei dos meus ultimos anos na faculdade de Economia, quando desenvolvi uma tese/monografia que falava justamente sobre isso: o desenvolvimento economico criado pela industria do turismo, e o poder arrebatador de transformar regioes e mudar vidas!

 

E entre as muitas melhorias no terminal LCCT de Kuala Lumpur outra novidade foi a construcao do hotel Tune, que tambem faz parte da gigante low cost Air Asia.

O Tune Hotel esta espalhado por varias partes da Asia e do mundo (inclusive tem um Tunes em Londres – depois falo dele com calma!) e tem o mesmo principio da Air Asia: conforto com baixo custo, entao voce soh paga pelo que precisa e vai usar.

Funciona assim: voce reserva sua noite no hotel, que eh o basico do basico – incluindo apenas o quarto/cama com banheiro.

Ai voce pode comecar a selecionar todos os “extras” que gostaria de ter. Oque vc acha que nao vai precisar nem usar durante sua estadia, voce nao paga.

Entao eu adicionei em nossa diaria alguns extras como: toalha e sabonete liquido, ar condicionado e internet wifi.

Algumas outras opcoes, como TV a cabo, secador de cabelos, telefone e cafe da manha, deixei de fora, pois sabia que nao iria usar.

O processo foi facilimo! Fiz a reserva com meses de antecedencia (assim que reservei as passagens entre Cingapura e Xangai!) e paguei tudo on line.

Chegando no LCCT, logo depois de recolher a bagagem tem um quarto “modelo” do Tunes mostrando como sao os quartos por dentro e ensinando como acha-los.

Do lado de fora do hotel, na area de ponto de taxis e onibus, basta procurar pelas placas do transfer do hotel (que nao eh de graca, mas custa 2 Ringgit, o equivalente a apenas 0,50 de US$). O transfer passa para recolher passageiros a cada 15 minutos e o transfer ate o hotel demora menos de 5 minutos.

Na recepcao do Tunes, recebemos nosso cartao-chave do quarto 9que tambem controla extras como ar condicionado, TV etc), o kit com a toalha e a senha da internet, e pronto!

O quarto, como era de se imaginar, era minusculo! Mas muito mais confortavel doque muito albergue e hotel 2 estrelas que ja fiquei pelo mundo!

A cama macia e confortavel, o banheiro novissimo, limpo e com um chuveiro potente!

Uma mesinha “bandeja” aos pes da cama e conexao de wifi que funcionou super bem!

E no dia seguinte, acordamos super cedo pra pegar o voo seguinte – nao precisamos fazer check out nem nada. Descemos na hora do transfer certo e em minutos chegamos no terminal de embarque.

Mais tranquilo, facil e economico impossivel!

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
27 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
27 comentários
  1. - 17/02/12 - 17h13

    Quando fui a Londres fiquei no Tune, reservei 1 semana depois de ter inaugurado, e aconselho a quem como eu queira apenas um hotel para dormir e tomar duche. A cama é muito confortável e o chuveiro potente. Acima de tudo a localização pesou na minha escolha. Se voltar, repito a estadia neste hotel.

    Fico a aguardar o seu post sobre o Tune de London.

    Beijo

    Responder
  2. Heloísa Muller - 17/02/12 - 17h14

    Uma mudança radical mesmo! Que bom! Deveria ser sempre assim!

    Beijos

    http://www.blogheloisamuller.com/

    Responder
  3. Gislene Moreira - 17/02/12 - 17h50

    Essa sua viagem pela Ásia está me deixando encantada!!! qtas atrações e como é diferente do que eu imaginava (muito melhor pelo menos). Ah, acho que vou tentar convercer o marido e fazer uma viagem dessas. O problema é que ele não gosta de viajar pra longe e sair daqui do Brasil vai levar “séculos” então eu tenho que me encher de bons argumentos e vc está me ajudando muito!!!
    Obrigada pela disponibilidade.

    Responder
  4. Judy - 17/02/12 - 18h16

    Adorei o post, vc deu dicas mto boas, obrigada. Bjs

    Responder
  5. Sara - 17/02/12 - 18h35

    Com certeza eu vou experimentar uma coisa dessas sempre que puder porque a experiência de dormir no aeroporto é como costuma dizer “uma vez para nunca mais”. Escusado será dizer que não dormi nada de nada…

    Responder
  6. Gabi N. - 17/02/12 - 18h57

    Nossa, Dri, que legal poder presenciar uma transformação dessas! Estou adorando teus posts da viagem, desmistificou muito a Ásia e estou louca pra ir um dia!

    Volta e meia me pego pensando se um dia poderemos dizer o mesmo do Brasil… tá difícil, mas a esperança é a última que morre né, hehehe.

    Responder
  7. Wanessa - 17/02/12 - 23h35

    Bem que o Brasil poderia tomar como exemplo… Nossos aeroportos andam precisando de um upgrade a jato feito esse!
    Estou adorando todos esses posts novos. São tantos que não tô conseguindo acompanhar! Vou aproveitar o feriado aqui no Brasil pra atualizar a leitura.

    Responder
  8. Nathalia - 18/02/12 - 02h14

    Oi, Dri! Aguardo ansiosa seus comentários sobre o Tune de Londres. Achei baratíssimo! Os preços de Londres assustam muito, mas o Tune (que não conhecia) parece bom e barato.

    Responder
  9. Luciana Bordallo Misura - 18/02/12 - 04h33

    Enquanto isso, os aeroportos do Brasil…ai ai…

    Responder
  10. Luciana Bordallo Misura - 18/02/12 - 04h34

    Ih, acho que o meu comentario anterior caiu direto no buraco negro do filtro de spam!

    Responder
  11. Dieta dos Pontos - 18/02/12 - 16h43

    Verdade Luciana, quero ver na copa…

    Responder
  12. Mariana - 18/02/12 - 19h12

    Oi Dri! estava procurando por lugares pra sair à noite aqui no blog e vi vc super falando mal da TigerTiger. fui lá uma vez, em dia de semana, e curti muito! pra vc, qual é o problema de lá??
    mais algum outro lugar que não recomenda??

    beijos

    Responder
  13. […] exemplo, o nosso voo entre Kuala Lumpur e Cingapura de Air Asia custou zero S$, isso mesmo ZERO dolares, porem ao adicionar as taxas, […]

    Responder
  14. Helena - 20/02/12 - 13h27

    Tomara que facam uma transformacao dessas no Galeao. Aquele aeroporto eh pessimo, nao tem nenhuma loja interessante, restaurante, bar. O Aeroporto em KL tem ateh uma Hermes!

    Responder
    • Adriana Miller - 20/02/12 - 13h30

      O Aeroporto do galeao eh uma vergonha mesmo… e o Guarulhos nao fica muito atras!
      mas pra mim oque mata mesmo eh a voz de disk-sexo da mulher que anuncia os voos!
      Mooooooorro de vergonha alheia sempre que viajo pro Rio!

      Responder
  15. - 20/02/12 - 20h13

    Dri, comentário NADA a ver como último post.
    na verdade nada a ver com os teus últimos posts, por isso estou escrevendo :)
    sinto falta dos teus posts que falavam sobre o trabalho.
    imagino (e espero!) que seja porque vocês está in love com o emprego, se é esse o motivo OK, mas eu gostava taaaanto do que vc escrevia! (estava relendo o post sobre feedback honesto, muito bom!)
    posso esperar (no sentido de ter esperança) que eles voltem??? :)

    Responder
    • Adriana Miller - 21/02/12 - 09h15

      Pode claro! se vc tiver alguma sugestao, algum tema especifico que gostaria de saber mais, pode sugerir!
      A diferenca eh que agora eu estou trabalhando numa area diferente de RH, mais de back office e tenho pouquissimo contato com essas coisas mais de RH mesmo, como recrutamento, politicas e tal.
      Entao como esses assuntos ja naoe stao tanto no meu dia a dia, eu acabo esquecendo de falar sobre eles.
      Mas adoro falar de carreira e RH, entao sugestoes serao bem vindas! :-)

      Responder
      • - 22/02/12 - 22h10

        ai, que bom!!!
        mas acho que você vai acabar se arrependendo de ter feito essa oferta… :)

        mais do que sugestão eu tenho várias curiosidades.

        tipo, segundo a sua carreira e tudo o que você já viu quando fazia recrutamento e como gestora, quando chega a hora de mudar de empresa? quais são os principais sintomas de que chegou o momento de ir cantar noutra freguesia??
        claro que não tem regra, é subjetivo, mas gostaria de saber a sua opinião.

        um dos meus últimos interesses (porque faz parte de um meu atual projeto): que experiência você tem com gestão de talentos? como é/foi? quais as principais dificuldades que encontra/encontrou?

        eu adoro aquele post em que você fala de bons chefes e maus chefes.
        a sua opinião mudou nesse meio tempo? você tem um bom gerente agora? e na sua opinião você está sendo um bom gerente? está ajudando as pessoas do seu time a serem futuros bons gerentes?

        você não sente falta da parte mais estratégica do RH?

        quais as principais diferenças entre o RH da empresa onde você trabalha agora e onde trabalhou nos últimos anos (sei lá, estrutura, organização, política…)?
        existe um “RH à inglesa”? se sim, o que nota de tão diferente entre o RH na Inglaterra e nos outros países com os quais você tem maior contato??

        obviamente não é tudo, mas é melhor eu parar, né?
        que bom que você gosta de falar de carreira e RH, porque eu ADORO ler.
        obrigadão mesmo!

        Responder
        • Adriana Miller - 23/02/12 - 08h59

          Ui! Quanta coisa!
          Vou tentar ir escrevendo sobre esses topicos aos poucos… eh muita coisa pra responder por comentario! :-)

          Responder
  16. Marília Lucena - 21/02/12 - 01h45

    Ahh… legal esse sistema do Tune!!

    Responder
  17. […] Poderiamos ter passado um dia inteiro entre conexoes mirabolantes ou ter pago uma pequena fortuna num voo direto. Mas a melhor opcao foi na verdade, mais uma vez conectar em KL e dessa vez passar a noite no aeroporto. […]

    Responder
  18. […] Lu Malheiros deixou a dica postada pela Adriana Miller no Dri Everywhere do Hotel Tune dentro do terminal low cost do aeroporto. O hotel e de propriedade do mesmo grupo dono da low cost […]

    Responder
  19. […] Cingapura voamos Air Asia novamente pra Kula Lumpur, onde passamos uma noite, e no dia seguinte voamos pra […]

    Responder
  20. Leandro - 02/09/12 - 18h16

    Você acabou de responder a todas as minhas dúvidas sobre optar ou não por esse hotel. Ele será melhor do que pernoitar em Cingapura (caríssimo) e me deixará pegar um vôo no dia seguinte cedo para o Camboja.
    Só uma dúvida, como é a imigração na Malásia? É demorada? Meu vôo sai às 6:45 da manhã. Será que chegando 1:30 antes é suficiente? Obrigado.

    Responder
    • Adriana Miller - 03/09/12 - 10h53

      Bem, como toda imigracao, depende da hora do dia, dia da semana, se o aeroporto esta bem equipado ou nao.
      O LCCT melhorou bastante nos ultimos 3 anos, mas passamos por la duas vezes nessa ultima viagem – uma vez demoramos quase 6 horas pra conseguir fazer conexao de um voo pra outro, e da outra vez demorou menos de 3 minutos…
      Mas esteja sempre preparado pro pior!

      Responder
  21. […] 14. @360meridianos | sipadan water village resort na ilha de mabul | LINK 15. @360meridianos | hospedagem boa e (muito) barata na malásia! | LINK 16. @360meridianos | langkawi: guest house a menos de r$ 30 na beira da praia | LINK 17. @idasevindas | piccolo hotel – opção na capital da malásia | LINK 18. @mikix10 | tune hotel – no aeroporto de kuala lumpur | LINK […]

    Responder
  22. […] determinado destino e quais serão suas novas impressões. As vezes o lugar mudou muito (lembram da transformação da Malasia?!), e outras vezes, foi você quem mudou – mudou de opinião, de perspectiva do mundo e de […]

    Responder