20 Feb 2012
23 comentários

Guia Generico de Viagem Low Cost pela Asia (Parte 1)

Dicas (Praticas!) de Viagem, Dicas de Viagens, Voos Low Cost

A midia sempre comenta sobre como a internet deixou o mundo “menor” e tal, oque nao deixa de ser verdade. Porem, se voce esta planejando uma viagem qualquer, ja deve ter reparado que o grandissimo fator que ajudou a “encolher” o mundo na ultima decada foi na verdade o surgimento das companias aereas de Low Cost!

Foram elas que fizeram possivel fins de semana ao redor da Europa, ou que sua viagem tenha um roteiro mais flexivel e criativo, com voos curtinhos a precos acessiveis – em vez das viagens interminaveis em trens desconfortaveis que antigamente conectavam as capitais do velho mundo.

E por sorte dos viajantes desse mundao, as companias aereas de baixo custo ja deixaram de ser privilegio das viagens Europeias ha muito tempo, sendo que hoje em dia a principal delas, sem sombra de duvidas eh a Air Asia (no final do post tem uma lista com todas as cias de low cost da Asia)!

Os principios basicos pra nao cair em furada quando viajar usando as “baixo custo” continuam extamente os mesmos, nao importa qual continente voce vai viajar, entao antes de falar especificamente sobre a Asia, vale a pena rever algumas dicas:

– Antecedencia:

Isso vale pra qualquer tipo de viagem, mas principalmente quando falamos de low cost, quanto antes voce se planejar e marcar suas passagens, melhores serao suas chances de achar aquelas super barganhas a preco de banana.

A medida que os meses, semanas e dias vao se aproximando da data de sua viagem, as tarifas de ultima hora passam de baratinhas pra exorbitantes-meu-deus-como-eles-sao-sem-nocao-de-cobrar-isso. Entao a nao ser que voce tenha total flexibilidade pra mudar seus planos de acordo com as promocoes de ultima hora, nao deixe sua reserva de passagem pra ultima hora.

– Taxas extras e impostos:

Sim, as passagens sao baratas  – e as vezes praticamente de graca! – mas SEMPRE, sempre vem a surpresa das taxas extras e impostos na pagina final de sua reserva.

E essas taxas tambem variam bastante de destino pra destino, ja que cada pais/aeroporto aplica diferentes taxas de embarque, impostos extras (como por exemplo as taxas de poluicao  – “Carbon footprint” – ou de suplemento de combustivel – “fuel surcharge”), taxas de cartao de credito, taxa de check in, etc, entao sempre vale a pena brincar com diferentes possibilidades de destinos e ver oque vale mais a pena de acordo com seu orcamento.

Entao lembre-se sempre que aquela tao sonhada passagem de 10€ ate pode aparecer no seu caminho, mas provavelmente no clique final  vai custar facilmente un 200% ou 300% a mais (e provavelmente muito mais que isso).

Por exemplo, o nosso voo entre Kuala Lumpur e Cingapura de Air Asia custou zero S$, isso mesmo ZERO dolares, porem ao adicionar as taxas, impostos e franquia de bagagem despachadas, acabamos pagando cerca de 50 doalres de Cingapura cada um. OU seja, continuou super barata, porem com uma valor final de 500% a mais doque o “preco da passagem” original.

Alguns itens a levar em conta antes de marcar sua pasagem low cost:

  • Todas as taxas e impostos impostos por seu destino
  • Taxas extras opcionais: embarque preferencial, assento com espaco extra, peso de bagagem, check in on line ou presencial, seguro de viagem, franquia para bagagem de mao, refeicoes, almofada e manta, etc

– Bagagem:

As polemicas sobre as franquias de bagagem das cias de baixo custo sempre sao as mais acalentadas – se voce for pego desprevenido e exceder o limite de bagagem, provavelmente tera uma experiencia que possivelmente poderia estragar (parte) da sua viagem.

Hoje em dia nenhum compania aerea de baixo custo inclui bagagem despachada no preco da bagagem, e portanto se voce quiser viajar com sua bagagem saguramente no porao do aviao, tera que pagar a mais pra isso.

Fique atento ao peso permitido, as diferencas de precos entre os limites de peso (geralmente o preco da bagagem despachada eh cobrado por peso – quanto mais pesada, mais cara), e o preco cobrado por cada quilo acima do seu limite (ou fracao de quilo ou libras).

A regra eh clara e a matematica nao falha: viajar low cost nao combina com malas pesadas, e cada grama acima do seu limite custara praticamente o mesmo preco que voce pagou pela passagem!

E nao esqueca de prestar muita atencao na mala de mao: nos ultimos anos, alem de cobrarem por malas despachadas as companias aereas tambem estao limitando sua bagagem de mao.

Muitas delas ainda mantem a regra do peso liberado (pode levar quanto quiser, desde que voce consiga carregar), enquanto outras sao bem restritas em relacao ao peso.

A Europeia Ryanair e a Asiatica Air Asia permitem apenas 7 quilos por bagagem de mao, e suas 7.000 gramas de bagagem sao verificadas e inspecionadas com uma balanca de precisao cirurgica bem ao lado do portao de embarque. Quem nao passa no teste, nao embarca – ou paga caro por isso.

Eu ja presenciei inclusive o absurdo de um comissario de recusar a ajudar uma passageira que nao conseguia colocar sua mala de mao no bagageiro (na Easyjet). A resposta dele foi simples e direta: “Voce so pode viajar com aquilo que consegue carregar”. Logo depois um outro passageiro se levantou de sua poltrona e ajudou a senhora.

Eu sei que essa foi uma situacao extrema, porem um otimo exemplo de que as empresas de baixo custo nao medem esforcos para impor suas regras – afinal sao os eventuais deslizes dos passageiros que garantem o lucro dessas empresas.

E claro, nao esquecendo da regrinha de bagagem de mao UNICA.

Acho que essa deve ser uma das perguntas que mais respondo aos leitores do blog. Uma unica bagagem de mao significa isso mesmo: 1 mala OU 1 bolsa feminina OU 1 mochila de camera fotografica OU 1 bolsa de laptop OU 1 bolsa de bebe, e assim adiante.

Se vc eh mulher e quiser levar sua bolsa MAIS sua bagagem de mao, sera barrada na porta de embarque. Idem para homens com uma mochilinha MAIS uma bolsa de laptop. Sua bolsa/mochila/sacola tem que caber dentro de sua outra bolsa/mochila/sacola/mala ou entao um de seus volumes devera ser despachado para o porao do aviao (nesse video oque eu mostro direitinho como eh todo o processo de viajar de low cost).

– As regras mudam toda hora…

Uma das ciladas de reservar passagens com antecedencia eh que essas regrinhas chatas e traicoeiras mudam toda hora.

Com a crise se espalhando pelo mundo e afetando as cias aereas, cada mes mais “novidades” sao lancadas pra economizar custos e aumentas os lucros de ditas empresas.

Entao mesmo se vc reservou sua passagem com direito a check in no aeroporto, caso essa regra mude ao longo dos meses, oque vale eh a regra que estiver em efeito no dia do seu embarque. Entao se vc nao verificar e reconfirmar tudo de novo, tera que pagar uma taxa extra para fazer check in no aeroporto, por exemplo.

No nosso caso da viagem pra Asia, quando eu reservei as passagens la em Agosto de 2011 a Air Asia permitia 2 bolsas de mao com peso livre por passageiro. 1 semana antes da nossa viagem quando fui verificar os ultimos detalhes vi que as regras tinham mudando drasticamente e que portanto soh poderiamos viajar com uma unica bagagem de mao e com limite de peso de apenas 7 quilos.

Obviamente foi um grande susto e tivemos que rapidamente rever nossas malas e o peso/volume de coisas que pretendiamos levar!

 

Para mais detalhes sobre todas essas regrinhas e outras, veja esse port AQUI.

 

  •  Lista de compania Aereas de baixo custo (low cost) da Asia:

 

– Air Asia: http://www.airasia.com

A opcao perfeita pra quem vai viajar pelo Sudoeste Asiatico, as essa giagnte da Malasia ja se espalhou para mais de 10 paises, cobrindo rotas que incluem China, India, Sri Lanka e ate mesmo Londres e Paris!

– Tiger Airways: http://www.tigerairways.com

Baseada em Cingapura, uma otima opcao que conecta a ilha a varios outros destinos pela Asia.

– Bangkok Airways: http://www.bangkokair.com/

Tecnicamente nao eh uma low cost, mas sempre tem otimas tarifas promocionais para viagens internas pela Tailandia – com a vantagem de servico padrao “normal” (foi a empresa que voamos entre Bangkok e Koh Samui).

– Nok Air: http://www.nokair.com/

Outra otima opcao de pasagens low cost para viagens internas pela Tailandia. mas eles voam pela aeroporto secundario de Bangkok e os destinos e horarios sao bem limitados.

– Lion Air: http://lionair.co.id/

Cia aerea baseada na Indonesia, e uma otima opcao pra voos internos pelo pais, conectando quase todas as ilhas.

– Vietnam Airlines: http://www.vietnamairlines.com

Mais uma que tecnicamente nao eh low cost, mas que otimos precos custo-beneficio, principalmente porque conecta destinos secundarios do Vietnam com outras cidades no Sudoeste Asiatico que geralmente ficam de fora das rotas das grandes empresas.

– JetLite e Jet Airways: http://www.jetlite.com/

A JetLite eh a spin off de baixo custo da Indiana Jet Airways. Nos fizemos o roteiro completo da India, Nepal e Sri Lanka voando um combinado de Jet Airways (que voa para todo o mundo, inclusive Londres) e a JetLite que faz os destinos domesticos e regionais. Precos incriveis, servico excelente!

– Cebu Pacific Air: http://www.cebupacificair.com/

Mais uma empresa que nao eh low cost, mas que serve a extensa (e de dificil acesso) malha de ilhas nas Filipinas. Nunca voei com eles, mas quando ainda estava debatendo entre Indonesia e Filipinas, as melhores opcoes de voos eram com elas.

 

– Hong Kong Airlines: http://www.hongkongairlines.com/

A melhor opcao de voos internos pela China que conectam Hong Kong ao resto da Asia. A melhor opcao de baixo custo para fugir da (excelente) carissima Cathay Pacific quando sua viagem pela Asia inclui Hong Kong (foi a empresa que usamos para voar entre Beijing e Hong Kong).

– China Eastern: http://www.flychinaeastern.com/

Uma impressionante malha de voos e horarios conectando toda a China, mas principalmente as cidades mais turisticas, que ficam no leste do pais. Os precos sao baixos (mesmo de ultissima hora, como aconteceu com a gente) e o servico de primeira (bem mais relax nas regras de bagagem!). Foi a empresa que voamos entre Shanghai e Xian e depois de Xian para Beijing.

 

Pssst: Esta procurando listas e links com as principais empresas de baixo custo da Europa? Veja esse post AQUI. (Alem de links de cias de trem, onde achar resenhas de hoteis e albergues, e varias outras dicas praticas para planejar sua viagem para a Europa)

 

Adriana Miller
23 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
23 comentários
  1. Mari Campos - 20/02/12 - 13h38

    Das asiáticas, só conheço a Air Asia, que gostei muito e usei muitaço durante todo meu périplo tailandês, no comecinho de 2007 – época em que as restrições com bagagens e afins eram bem menores, por sinal. Sempre que vou entrar num avião e vejo muvuca no corredor, lembro das comissárias da Air Asia fazendo a típica reverência asiática sem parar, repetindo “flee sitting, flee sitting, flee sitting” (assim mesmo, com sotaque) como se fosse um mantra :lol:

    Responder
    • Adriana Miller - 20/02/12 - 14h54

      Cada ano que passa eles vao ficando mais duroes nas regras.
      Quando viajamos pela Tailandia e Sudoeste Asiatico em 2008, pagamos para despachar bagagem, mas o limite de peso era bem mais generoso (25 quilos se nao me engano) e a bagagem de mao era livre.
      Nunca vou me esquecer do embarque entre Kuala Lumpur e Hanoi, eu o Aaron e mais 300 Vietnamitas e suas 5 malas de mao, todas tao pesadas que eles precisavam de duas pessoas pra carregar cada sacolona! Um caos sem fim!
      Entao por um lado foi otimo que a AirAsia esteja mais durona agora, pois as viagens foram bem mais tranquilas.

      Responder
  2. Luiz Jr. (Blog Boa Viagem) - 20/02/12 - 14h23

    Ótimo guia introdutório a passagens aéreas baratas na Ásia! Muita gente sabe que os preços são realmente muito baratos, mas não sabem como manter esses preços baixos quando passam para a última página da venda.

    Na minha última viagem até a Ásia voei de low costs desde Phuket até Denpasar (BALI) e de lá voltei para Jakarta, de lá para Hanoi com escala no Changi. Se não fossem meus míseros 7 kilos de bagagem (nunca despachava nada!) creio que gastaria o triplo do investido ( a passagem mais cara custou-me 200 U$ – Thailandia até Bali).

    Responder
    • Adriana Miller - 20/02/12 - 14h56

      POis eh, e acho que realmente essa eh a principal dificuldade que muita gente tem em entender a dinamica das viagens low cost.
      Sao muito vantajosas sim, mas precisam fazer parte de todo um “estilo” de viagem.
      nao me aguento quando vejo um pessoal reclamando de como a Ryanair eh “pessima”, mas na verdade fizeram uma viagem de madame, se entupiram de fazer compras e querem voar com 5 malas sem pagar nem 1 Euroa de extra. Ai nao da neh? :-)
      Sempre viajo de low cost em varias partes do mundo e nunca tive problema nenhum!
      basta saber jogar pelas regras deles!

      Responder
      • helo - 20/02/12 - 16h29

        nossa, assino embaixo. acho 1 saco ver o povo reclamando ou entao comprando briga com a atendente da cia. aerea na hora de embarcar.

        Responder
        • Adriana Miller - 20/02/12 - 16h41

          Hahahahah! Ne?!
          Vai gastar 5 mil Euros em compras? Entao compra a passagem Air France de 200 Euros em vez da RyanAir de 50!
          Loucura.
          Mas sempre tem aqueles que acham que “Ah, na hora do embarque ninguem vai me barrar, neh?! A gente da um jeito”.
          Aham, senta la.

          Responder
  3. Dina - 20/02/12 - 18h04

    Sempre muito úteis as suas dicas! Muito obrigada!

    Responder
  4. Liliana - 20/02/12 - 19h09

    Eu sou das que odeia RyanAir!hahaha Mas não porque carrego 3 malas,rs. Na verdade em 85% das viagens levo bagagem de mão. Minha implicância com eles é porque é tanto truque para te passar a perna, que me irrita. Amo a Easyjet, acho que as coisas são mais claras, apesar de ter seus tiques low cost, não reclamo exatamente pois são os detalhes que fazem o preço ser barato. Mas tentar driblar a nossa boa vontade é que não rola. Ri muito quando uma amiga brasileira reclamou das barrinhas de cereal distribuídas pela Gol. Quem dera! E já disse logo, então nunca viajei de RyanAir, meu bem!

    Responder
    • Adriana Miller - 21/02/12 - 09h17

      Tambem tenho evitado bastante a Ryainair por causa disso. Odeio essa sensacao de que a qualquer momento eles vao te passar a perna.
      mas as vezes nao da pra evitar neh? A diferenca de preco quase sempre eh tao dramatica, que engulo meu orgulho e esnobismo e carrego minha malinha de 7 quilos pra poltrona azul da Ryanair! hahahahha
      Barrinha de cereal eh luxo! A Ryainair ja ate se recusou copo de agua pra tomar remedio!

      Responder
  5. indira - 22/02/12 - 14h28

    Gente, que post ULTRA ÚTIL! Já estou na espera do segundo!! Principalmente pq Ásia está nos meus planos daqui pro fim do ano.. mto legal!!

    Responder
  6. Juliana P. Galvao - 26/02/12 - 16h05

    Dri,

    Já viajou pela SAS Airlines?

    Comprei um trecho por ela (Oslo x Estolomo) e fiquei com umas duvidas…

    É uma empresa de low cost? É possivel reservar assento?

    Quero comprar outros trechos, mas fiquei com duvidas…

    Bjs

    Responder
    • Adriana Miller - 27/02/12 - 12h38

      Nao, acho que nunca viajaei com eles nao, mas eles nao sao low cost nao.
      Pode ser que tenham uma versao “barata” ou “express” (como quase todas as cias tradicionais tem hoje em dia), entao eh bom ficar de olho no “fine print” antes de concluir a compra.
      Quanto a reservar assento, isso ja nao depende de ser low cost ou nao. Ate mesmo a British Airlines ja nao deixa mais ninguem reservar assento a nao ser que voce pague uma taxa a mais ou seja cliente preferencial.

      Responder
  7. Georgia - 27/02/12 - 14h21

    A SAS é ótima. Viajei por ela no ano passado. A franquia, salvo engano, é de 20 ou 23 kg + bagagem de mão (não tão pequena assim). Tive uma conexão justíssima em Oslo (causada por um atraso da SAS em sair de AMS) e o aeroporto é pequeno, de fluxo rápido e todos os funcionários no embarque esperando o nosso voo. Perfeito!

    Responder
  8. […] uma olhada nas categorias ou, por exemplo, no seu guia genérico de viagem de Low Cost pela Asia (parte 1 e parte 2). Pode ler seus posts ou assistir seus videos em TV […]

    Responder
  9. Andre Luis - 15/03/12 - 10h51

    Esse blog não dá pra deixar de ler, caso contrário fico desatualizado rsrs.
    Me ajudou muito em Londres.
    Thank you.

    Responder
  10. […] achei umas passagens baratinhas de ultima hora da China Eastern entre Xangai e Xi’An (já falei sobre as cias aéreas de baixo custo da Asia aqui), adicionamos uma noite de hotel e pronto! Tudo […]

    Responder
  11. Ana Catarina Portugal - 08/04/12 - 15h49

    Dri, estou no meio daquele processo gostoso de organizar uma viagem. Serão 40 dias pela Ásia e você tem me ajudado demais. De vez em quando vou passar por aqui para te perturbar, ok!?

    Responder
  12. Janaina - 23/05/12 - 07h30

    Tenho uma dica da Bangkok Air : se vc for cadastrado no programa de milharem deles, vc tem direito a + 10 kg na bagagem :) pelo menos foi assim comigo na Tailândia em Out 2009 . Não sei se continua a mesma coisa , mas vale conferir

    Responder
  13. […] de todos os principios basicos de viagem de baixo custo em qualquer lugar do mundo, uma coisa que vale a pena salientar na Asia sao as […]

    Responder
  14. João Alfredo - 07/09/13 - 01h58

    Olá Dri! Estou planejando minha viagem pra China, e dai voltei aqui nesse post, pra lembrar as cias que vc tinha voado. Vc lembra em que site comprou os voos da China Eastern?? Vou o deles mesmo? Pois sempre que tento comprar o site da erro, e nem consigo consultar direito.

    Vc indica algum outro site, para comprar os voos da China eastern? Achei alguns chineses, mas não senti muita confiança…

    Abcs

    Responder
    • Adriana Miller - 09/09/13 - 01h40

      Não lembro do nome assim de cabeça, mas nos posts sobre o planejamento da viagem eu inclui os links e contato da agência que compramos os voos (as cias aerea e de trem na China só vendem passagens para estrangeiros via agência, e é bem chatinho de conseguir qualquer coisa – é tipo site Brasileiro, que só vende pra quem é Brasileiro e residente (pq precisa de CPF, endereço essas cosias chatas, então agência é a melhor solução).

      Responder
  15. Mel - 04/09/14 - 04h08

    Oi, Dri!

    Preciso muito da sua ajuda!
    Estou buscando uma passagem ida e volta de Pequim para Shanghai e só tô achando preços muito diferentes do que você menciona, algo entre R$500 e R$800, tô achando que tem algo de errado! Tem alguma dica para me dar?
    Muito bom seu post!
    Obrigada!

    Responder
    • Adriana Miller - 04/09/14 - 07h32

      Serio?!
      Nossa, não sei… talvez tenha a ver com a época do ano (vai que é um feriado na China e a gente não sabe?!), ou a antecedência da compra…

      Responder