21
May
2013
Liquidos na mala de mão: Crianças e bebês – produtos, leite e comidas
Escrito por Adriana Miller

Um dos procedimentos mais óbvios pra quem viaja muito, também é uma das maiores duvidas dos viajantes: afinal quais são as regras para levar líquidos na mala de mão?

Então respondendo algumas dúvidas do post anterior, apesar de algumas variações em alguns países e aeroportos, no geral a regra é bem simples e clara: nada de líquidos (cremes, géis, pastas e afins) em embalagens acima de 100ml, e sempre armazenados em sacos de plástico transparente.

Mas antes da minha primeira viagem com a Isabella me bateu a dúvida: E as coisas de bebê? Como funciona?!

Não foi difícil de descobrir – e na dúvida, basta acessar o site do seu aeroporto local.

Mas depois de passar por aeroportos em 3 países/continentes diferentes com a Isabella, vi que a regra é tão simples quanto – apenas com algumas adaptações.

De maneira geral a regra é menos rígida: é possível passar pela segurança de aeroportos com líquidos acima de 100ml quando se está viajando com um bebê de colo (até 2 anos) desde que se siga algumas regrinhas.

- Produtos industrializados:

Na Europa e nos EUA é muito comum que pais comprem fórmula (leite artificial) para bebês e crianças já na versão preparada, em caixinha ou garrafinha, pois é bem mais prático que levar pó + água e mais durável também (por ser uma mistura estéril).

(Algumas marcas até vendem garrafinhas que encaixam com um bico descartável e esterilizado – então você nem precisa levar mamadeiras se não quiser!)

Essas embalagens variam em tamanho, mas geralmente tem entre 90ml a 200ml – mas desde que sejam produtos industrializados e estejam lacrados, você pode passar com eles pela segurança sem problemas.

A única restrição nesse caso é que você só pode levar leite preparado numa quantidade suficiente para a viagem – ou seja, para um voo transatlântico, por exemplo, você pode levar algumas caixinhas para o voo, mas não pode levar o suficiente para as férias inteiras (nós levamos dezenas de caixinhas – sempre usamos para passeios pois realmente é bem mais pratico – mas todas nas malas despachadas).

Na segurança do aeroporto Heathrow em Londres, nós tivemos que abrir uma das caixinhas, aleatoriamente escolhida pela funcionária do aeroporto para provarmos o leite – mostrando que o liquido não esta contaminado.

Ja no aeroporto de Denver, nos EUA e no Rio de Janeiro, não tivemos que provar nada – bastou estar lacrado.

O mesmo vale para potinhos com papinhas e comidas de criança preparadas. Desde que sejam industrializadas e lacradas você pode viajar com embalagens acima de 100ml, e talvez tenha que abrir uma dela para provar, talvez não.

- Produtos não industrializados:

Se seu filho(a) ainda esta amamentando exclusivamente, então não ha nada que se preocupar: a “embalagem” do leite passa pela segurança sem problemas!

Mas caso você queira levar leite materno numa mamadeira, por exemplo isso pode vir a ser um problema. Na verdade você até pode passar com mais de 100ml de leite materno sem problemas, porém terá que provar o leite, o que pode vir a ser um problema pois a mamadeira/leite já não será mais estéril.

O mesmo é verdade para papinhas.

Caso você seja radicalmente contra dar papinhas industrializadas a seus filhos, qualquer potinho de comida “caseira” deverá ser provado ao passar pela segurança.

Uma boa solução é pedir para a cia aerea uma comida especial para a criança (que pode ser solicitada no momento da reserva da passagem, ou depois a qualquer momento até 24hrs antes do voo), que se aproxime mais com as comidas que ele/ela esteja acostumado em casa.

- Facilidades dos aeroportos de Londres:

Essa dica é pra quem vai viajar a partir de aeroportos em Londres (e Inglaterra em geral).

Os aeroportos da BAA (British Airports Authority) tem uma afiliação com a rede de drogarias Boots (que sempre tem uma filial dentro da area de embarque dos aeroportos Britânicos) onde é possível encomendar comidas, leite e produtos de bebê com antecedência, e recolher sua compra já dentro da area de embarque, depois de passar pela segurança do aeroporto.

Basta efetuar a compra através do link da Boots no site do aeroporto (como por exemplo, no Heathrow), escolher exatamente o que você quer e a quantidade, com pelo menos 48hrs de antecedência e pronto. Assim que você passar pela segurança é só ir na Boots e retirar suas compras.

Eu fiz isso quando fui ao Brasil sozinha com a Isabella – eu não bebo leite (tenho verdadeiro PAVOR do gosto de leite) e fiquei morrendo de medo de ter que provar o leite dela; então pra não correr riscos, fiz minha encomenda uns dias antes de embarcar e passei direto pela segurança do aeroporto, sem me preocupar com líquidos.

Mas caso você esqueça disso antes do voo, não se preocupe. As lojas da Boots dos aeroportos são super bem abastecidas com produtos pra bebês e crianças, com paredes inteiras de prateleiras com todos os tipos de marcas, produtos, papinhas e afins!

 – Cremes, pomadas e afins:

Já todo o resto segue a mesma regra, então caso você use cremes para assadura, ou queria levar na mala de mão hidratantes, alcool em gél, remedios etc, todos esse produtos deverão estar em embalagens menores de 100ml e dentro de um saco plastico transparente, assim como os dos “adultos”.

Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, 34 anos, Carioca. Economista e profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Siga me!

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Baby Everywhere, Dicas (Praticas!) de Viagem, Fazendo as Malas, Viajando com crianças
42

42 Comentários em:
"Liquidos na mala de mão: Crianças e bebês – produtos, leite e comidas"

  1. fabianedecastro - 21/05/2013

    Se serve de ajuda pra alguem, eu já fiz Madrid / São Paulo / Madrid com um bebe de 9 meses. Levei até garrafa de agua de 500ml para ele, comida salgada e doce em pontinhos industriais e tb vários remédios. Não tive nenhum problema no controle, nem em Madrid nem no aeroporto de Guarulhos/SP.
    Adorei essa facilidade na Boots dentro do embarque, é o máximo!!!!!

  2. Luciana Rodrigues - 21/05/2013

    Dri, já me fizeram provar a comidinha (aqueles processados). Quase morri!

  3. Renata - 21/05/2013

    Oi Dri!
    Debut no seu blog…rs… embora eu já o tenha lido “de cabo a rabo”. Fantástico, adoro, super Parabéns!
    Mil desculpas, pois, nada tem a ver minha pergunta com seu post, mas preciso muito da sua resposta já que mora em Londres. Vou fazer uma excursão sendo que Londres é o único local que a moeda difere dos demais, ou seja, não é o euro. São só dois dias em Londres e queria saber sua opinião se levando o cartão de crédito e o cartão pré-pago com euros (no qual pode ser feito pagamento com conversão) consigo me virar ou tenho mesmo que comprar libras pra esses dois dias?! Please, me dá uma opinião!
    Beijos e parabéns pela filhota também… Isabella é muito fofa.

    • Sara - 22/05/2013

      Eu estou de mudanças para Londres em Junho e o que me disseram no meu banco foi: Convém levar algumas libras no bolso para alguma eventualidade. Mas fora isso, o que quer que pague com cartão, é indiferente porque o banco depois faz a conversão.
      Eu tenho tudo em Euros e vou levar o meu cartão de débito e um de crédito para uma eventualidade. E segundo o banco, por cada levantamento/pagamento que eu fizer, apenas me vai ser cobrada a taxa de câmbio…mas isso já varia de banco para banco. Há bancos que cobram uma taxa por transacção (a maioria deles)

      • Renata - 23/05/2013

        Sara! Agradeço imensamente seu retorno. Boa Viagem e que tudo corra bem pra vc com a mudança. Bjo!

  4. Juliana P. Galvao - 22/05/2013

    Dri,
    Seria uma mala de mão para vc e outra para a Bella?
    Quando será a estreia dela numa low cost?
    Bjs

    • Adriana Miller - 22/05/2013

      Uma mala de mão pra nós duas e a bolsa de fraldas dela.
      Bebe que viaja no colo (em cia aerea tradicional) tem direito a mala despachada e uma mala de mão.

      Nosso voo em low cost com ela só em agosto! :-)

  5. Beti - 22/05/2013

    Voce levou quantas caixinhas? E como foi viajar só com ela? Vc foi e voltou ? Precisou de ajuda em algum momento?

    • Adriana Miller - 22/05/2013

      Levei 5 caixinhas e mais um potinho (esse da foto) com pó suficiente para mais 3 mamadeiras grandes. Não usei tudo, mas foi o limite que me deixaram passar.
      Nos voos sozinha precisei (e pedi sem dó!) ajuda sim, mas não tanto quanto as pessoas imaginam…
      Já estou preparando um post sobre isso! :-)

  6. mari - 22/05/2013

    Nossa tenho uma amiga que quando viajava da Italia pro Brasil, levou o leite do bebê na mamadeira, daí pediram pra ela provar o leite mas ela simplesmente se recusou. disse que não ia colocar a boca na mamadeira do filho dela pq isso era totalmente anti higiênico, e que também não ia colocar na mão por que não tava limpa. e acabaram deixando ela passar sem provar nada! achei um máximo esse esquema da boots, quebra um galho danado.

    mas sinceramente, só consegui focar nos saquinhos de Ella’s Kitchen na foto das prateleiras da boots kkkkkk. toooda vez que vou pra Londres eu passo no sainsburrys e faço um estoque de Ella’s Kitchen de apples apples apples, green juice, apples and strawberries, peaches and apples…. amor eterno por isso! kkkkk quando a Bella tiver maiorzinha dá pra ela provar Dri!

    • Adriana Miller - 22/05/2013

      Ella’s Kitxhen até eu como! Hahahahah!
      Sempre compro o de banana e morango! :-)

      • mari - 22/05/2013

        kkkkkkkkkkkkkk oloco, é muito addictive!

  7. Natalia - 22/05/2013

    Oi Dri, só escrevi uma vez por aqui e estou bem atrasada. Parabens pela Bella, muito linda e uma viajante de primeira.
    E agora minha duvida: – Como voces embalaram estas caixas de leite que foram na mala de porao? Elas sobreviveram bem? Grande abraco e muitas viagens boas pra voces.

  8. Veruska - 22/05/2013

    Já viajei diversas vezes com leite materno na mamadeira nos EUA e nunca me pediram para prová-lo. Eles somente fazem o screening e testam as minhas mãos (para verificar se tem resíduo de pólvora ou algo parecido). ‘Também nunca tive problemas com papinhas….

  9. MÔSQR - 23/05/2013

    KKKK..já estava com cara de nojo quando li que talvez teria que provar o leite.. tb odeio leite..adorei ver que vc tb…kkk só a boots mesmo pra pensar nisso.

  10. Luciana Vieira - 05/06/2013

    Adorei essas embalagens de Aptamil já prontas! Quando saio com minha filha a sacola é uma zona com água, mamadeira, formula…

  11. Amanda - 05/08/2013

    Oi Dri. Parabéns pela Bella! Ela é realmente linda!
    No final de agosto estou indo viajar para Paris com minha filha de 5 meses. Como ela é alérgica, ela só pode tomar a Neocate, que é leite em pó e se mistura na água no máximo 1 hora antes do consumo. Você sabe se a Air France tem algum problema para levar leite em pó na mala de mão? Eu liguei para a companhia e me falaram que eu não poderia levar a lata. Você levou leite em pó fora da lata?

    • Adriana Miller - 06/08/2013

      Isso, levei o pó fora da Lata, naqueles pontinhos específicos pra leite em pó onde vc ja separa a quantidade certa pra cada mamadeira. E uma lata lacrada na mala despachada.
      Assim tb so preparava cada mamadeira minutos antes dela beber, com água mineral comprada no aeroporto.
      (Acho que nenhum leite pode ser preparado com muita antecedência né? O da Isabella é leite “normal”, mas tb so posso preparar ate 2 antes do consumo, entao esse pontinhos pra armazenar porções especificas de leite em pó é super útil ate no dia a dia)

  12. Amanda - 06/08/2013

    Oi Dri. Muito obrigada pela resposta tão rápido. Tenho esses potinhos da avent. Vou pensar bem quantas mamadeiras vamos precisar e levar algumas porções extras no caso de algum atraso.
    Aproveito para te dar os parabéns pelo blog. Moro fora do Brasil (em Buenos Aires … um pouco mais perto de casa do que vocês) e amo viajar, assim que seu blog já estava na minha lista antes mesmo da minha bebê nascer. Mas agora com ela, sigo teu blog para sempre me lembrar que bebê não pode ser desculpa para fazer nada. Fui muito criticada (principalmente pelo pessoal do Brasil) por passear com minha filha desde muito pequenininha, viajar e continuar fazendo mil planos de viagens com ela. Você me ajuda a ter menos culpa, assim que obrigada por isso também!!!!

    • Adriana Miller - 06/08/2013

      Imagina! O prazer é todo meu!
      Os críticos não sabem o que estão perdendo! Viajar com bebês é tão gostoso! :-)
      Só n´so sabemos as memórias maravilhosas que estamos criando pra família!

  13. vanesa - 08/08/2013

    oii dri.boa noite estou indo viajar com meu baby agora em agosto ele vai esta com quase 9 meses,faltando apenas 2 dias pra 9 meses, estou pra ficar doida de preocupada com a alimentaçao dele… ele come papinha,e toma leite em pó com mucilon, como seria

    • Adriana Miller - 08/08/2013

      Não entendi exatamente qual sua dúvida…

  14. vanesa - 08/08/2013

    ah outra perguntinha. hehe se não for muito abuso.
    sobre o carrinho quando o carrinho sera despachado??

  15. Daniely Queiroz - 22/10/2013

    Dri, vou fazer um cruzeiro com minha filha de 2 anos e 3 meses, minha maior dúvida é como esterilizar as mamadeiras e chupeta, e quantas mamadeiras devo levar?

    Desde já agradeço a ajuda…
    Bjos

    • Adriana Miller - 22/10/2013

      OI Daniely,
      Eu ja nao esterilizo nada da Isabella desde os 2 ou 3 meses (aqui isso eh visto como um processo desnecessario depois das primeira semanas de vida do bebe, e sobretudo depois que comecam a colocar tudo na boca, a comer comida solida, brincar com outras criancas e afins, entao apenas lavo na maquina de lavar quando estamos em casa, ou com agua quente quando estamos viajando), entao nao posso te ajudar por experiencia propria.
      Se voce tem um esterilizador eletrico que tenha dupla voltagem, imagino que voce pode leva-lo e deixar no quarto (mas seria um super trambolho ne?).

      Sobre a que quandidade levar, eu acho que levei todas que tinha em casa (umas 10 ou 12, talvez… nem sei), assim nao ficavamos na correria de ter que ficar lavando mamadeiras o dia todo, e sempre tinha umas mamadeiras limpas a postos na cabine do cruzeiro (lavamos tudo sempre a mao mesmo, na pia do banheiro do nosso quarto).
      Mas na epoca que fomos, a Isabella tinha 6 meses e ainda mamava umas 5 ou 6 vezes por dia. Agora que ela ta mais velha e so toma leite 3 vezes por dia, provavelmente nao precisaria de tantas mamadeiras.

  16. Amanda - 22/10/2013

    Oi Dri e Danielly, desculpa a intromissão, mas como dica para esterilizar em viagens: existem as pastilhas esterilizadoras milton e da chicco …. basta ter água potável (não precisa ser mineral não) e um potinho …. espero que sirva!

    • Adriana Miller - 22/10/2013

      Obrigada Amanda!
      Os comentarios sao pra isso mesmo :-) Troca de informacoes!

  17. Débora - 25/12/2013

    Olá, vc saberia me informar se posso despachar na mala ‘leite de caixinha (líquido)”? Meu filho só toma leite de baixa lactose e não achei esse leite na forma de pó, somente líquido em caixinha tetra pack. Pretendo ir para a Disney e gostaria de saber se posso levar o leite na mala despachada, a quantidade, e na mala de mão para tomar na viagem.

    • Adriana Miller - 25/12/2013

      Oi Débora,

      Na mala despachada você pode levar quanto quiser de liquido (desde que nao ultrapasse seu limite de peso), no formato que quiser (caixinha, garrafas, etc).
      Já na mala de mão, você pode levar embalagens pequenas, que sejam suficientes para o vôo somente.
      Acredito que você nao poderá embarcar com uma caixa de leite de 1 litro, por exemplo.
      Na duvida, entre em contato com sua cia aérea e peça uma receita medica ao pediatra de seu filho, confirmando que ele só pode tomar aquele tipo/ marca especifica (talvez seja necessário traduzir a receita medica, para que você possa embarcar com o leite na viagem de volta pro Brasil, já que nos EUA eles são bem mais rígidos com essas coisas do que nos aeroportos brasileiros).

  18. Marihelen - 04/02/2014

    Dri, desculpe a pergunta, mas você sabe me dizer se existe alguma restrição/recomendação para levar a fórmula em pó na bagagem de mão?

    Viajarem com meu bebe de 3 meses para EUA daqui algumas semanas e tenho dúvida em como levar o leite em pó na bagagem de mão.

    Obrigada

    • Adriana Miller - 04/02/2014

      Acho que voce pode levar apenas em quantidade suficiente para a viagem, mas acho melhor confirmar com a cia aerea ou ate mesmo a seguranca do aeroporto.
      Eu ja levei formula em po na mala de mao, mas apenas naqueles potinho ja pre medidos, proprios para formula de bebe e nao tive problema algum para embarcar. Mas nunca levei mais que isso.

  19. Fabiana - 11/04/2014

    Oi Dri!!! Linda a sua bebê, parabéns!!! Onde compro essas caxinhas de leite artificial aqui no Brasil? Vou fazer uma viagem de 15hs, vou precisar de várias dessas.

  20. Fabiana - 11/04/2014

    Outra pergunta, costumo oferecer o leite artificial morno. No caso de levar o leite em pó, tem como aquecer a água no avião?

    • Adriana Miller - 11/04/2014

      Você pode pedir para as comissarias aquecerem pra você, mas vai depender da boa vontade da equipe que estiver no seu voô.

  21. […] A maior vantagem de viajar de trem pra quem esta com um bebê a tiracolo é não ter que se preocupar com os líquidos na bagagem! […]

  22. Sylvio Barros - 13/09/2014

    Adriana, você sabe se é necessário declarar no formulário de ingresso nos Eua que está levando, por exemplo, leite em pó ou papinha de bebê bagagem? Sei que são proibidos produtos não industrializados, mas fiquei na duvida sobre esses itens. Obrigado desde já.

  23. Cristiane Pavini - 20/09/2014

    Olá Adriana!
    Estou de mudança pra Inglaterra (Leeds) agora em Outubro e estamos indo dia 23/09 para passar 1 semana para arrumar a casa e outros detalhes.
    Estou em um dilema terrível: nossa filhota Helena está com 7 meses e não come papinha industrializada. Para essa viagem de 1 semana, pensei em levar as papinhas caseiras congeladas para os 7 dias, mas como bagagem despachada – pensei em comprar uma caixa termica pequena, colocar as papinhas e aquelas bolsas de gel que mantém a temperatura, lacrar com filme plastico (ou strech no aeroporto) e despachar.
    O que vc acha? Vou conseguir chegar com as papinhas aí, ou corro o risco de jogarem fora?
    Vou de TAM aqui do Brasil, GRU direto pra Leeds.
    Obrigada pela ajuda!

    • Adriana Miller - 20/09/2014

      Sim, você corre o risco de jogarem tudo fora, além de ser proibido trazer comida não industralizada para a Inglaterra (o border control é super rígido com essas coisas).
      Mas o que acho mesmo é que essa é uma boa oportunidade de ir acostumando a sua filha a provar novos sabores e a comer coisas novas. Mesmo que você não queria que ela coma papinhas prontas no dia a dia, as opções hoje em dia são super saudáveis e saborosas (principalmente as marcas aqui da Inglaterra!) e tão praticas! Olha só a trabalheira e o risco que você teria só por causa de uma viagem…
      Aproveita que ela é novinha, e acabou de começar a comer comida, e já va deixando sua vida mais prática e fácil, ainda mais estando prestes a morar num país diferente.

  24. Cristiane Pavini - 20/09/2014

    Adriana,
    Obrigada pelo alerta! Acho melhor então não correr o risco.
    Em paralelo meu marido está vendo com a empresa para ficarmos em um flat, ao invés do hotel, daí pelo menos durante a semana eu consigo cozinhar a papinha dela.
    Aproveitando, você pode me indicar quais marcas papinhas para eu comprar aí na Inglaterra?
    Abraço!

    • Adriana Miller - 20/09/2014

      Aqui na Inglaterra as opções são muitas e muito boas! Ficamos com má impressão das papinhas já prontas pois no Brasil só temos as da Nestlé, que não são grandes coisas né?
      Você vai pirar quando entrar na seção de bebê no supermercado aqui!
      Eu pessoalmente adoro as papinhas da “Ella’s Kitchen” pois todas as 100% naturais, orgânicas e bem saborosas (tem gosto de comida de verdade, sabe?). E as papinhas docas da marca “Plum’s” também são ótimas, super saborosas e todas meio “funcional”, misturando frutas com legumes e grãos tipo quinoa, amaranto,e tc. Muito saudáveis mesmo.
      As vezes até dá desânimo de fazer papinha em casa, porque as minhas nunca ficam tão completas nem tnao gostosas quanto as que compro já prontas! heheheheh