07 Sep 2014
6 comentários

Necessaire pra viagem: Verão em Capri e Sorrento

Beauty Everywhere, Capri, Italia, Necessaire de Viagem, Sorrento, Viagens pela Italia

A viagem para Capri e Sorrento semana passada foi oficialmente a última viagem de verão e calor do ano! Daqui pra frente voltaremos ao ritmo de viagens de outono e inverno e muito frio!

Além disso, geralmente sempre acabamos aproveitando o lado mais turístico dos lugares, mas em Capri não resistimos e curtimos os beach clubs!

E de qualquer maneira, estava bastante calor e sol na região, então foi super importante nos proteger do sol o tempo todo – e lembrei de tirar a foto que algumas leitoras cobraram, sobre o que levo para a praia (para a família toda!).

Na verdade eu já fiz um outro post parecido com esse, quando fui para St Tropez uns anos atrás. E como vocês podem ver, a “essência” do post continua o mesmo – e algumas marcas também! Pra que mexer em time que esta vencendo, né?

Os produtos, da esquerda para a direita:

– O Shiseido “Expert Sun” FPS50 que já uso a anos e é melhor filtro que existe pra praia!

– O creme de tratamento “Macadamia” que foi uma SUPER achado! (baratíssimo e MUITO bom! Depois faço um post só sobre ele!)

– Protetor labial Homeostick, que na verdade eu comprei no começo do ano em Chamonix, e acho que ele nem tem proteção solar não, mas desliza tão bem e é tão “macio” nos lábios, que uso assim mesmo!

– Protetor para o corpo Riemann P20, fator 50. Esse protetor é ultra potente, e é daqueles “aplicação única” então não precisa ficar repassando toda hora! Além de ficar bem sequinho no corpo (então não fica aquela melecação de roupa grudando no creme na pele!). Na hora de passar ele é meio fedorento, mas deois evapora rapidinho!

Lancaster Wet Skin, que é uma das melhores marcas de filtro solar do mundo (amo!) e esse versão “pele molhada” é ótimo pra reaplicar na praia ou piscina e em crianças.

– E por fim, o spray de proteção para cabelos da Kerastase Micro Voile que ajuda a desembaraçar (principalmente depois do mar) além de ter protenao solar (ótimo pra quem tem luzes/coloração, pra cor não desbotar)

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
6 comentários
04 Sep 2014
9 comentários

Hotel Capri Inn

Capri, Costa Amalfi, Dicas de Viagens, Italia, Viagens pela Italia

Confesso que escolher o hotel em Capri foi meio difícil..

Não da pra negar que a ilha eh um lugar caro, e a situação piorou pelo fato de estarmos bem no auge da alta temporada (cidade lotada = preços nas alturas).

Mas ainda assim queríamos um hotel bem localizado, com uma vista fofa e uma varandinha (já contei em outros posts como aproveitamos os meses de verão para sempre nos hospedarmos em hotéis com varanda. Assim mantemos os horários e rotinas da Isabella, e ainda conseguimos curtir o resto do dia/noite depois que ela dorme). E claro, bem localizado.

Em termos de localização, eu já sabia que Capri não era um lugar fácil de se andar pra cima e pra baixo – então pensei em dois fatores principais: proximidade da Marina Grande (por onde chegamos) e a proximidade do centrinho de Capri.

A decisão final foi pelo Capri Inn! Por um lado acertamos, por outro lado erramos. Realmente ficamos bem do lado da Marina, que foi ótimo! Foi fácil chegar, é um ponto bem central (no sentido de ter muitas opcoes de onibus, taxis, funicular, lojinhas, restaurantes, e claro, os ferries), alem das vistas espetaculares!!

Mas por outro lado, o “mapa” da ilha nos enganou! Ao escolher o hotel eu sempre verifico sua localização no mapa (uso o mapa do Booking.com mesmo, acho super util!), e na vista “plana” do mapa, o hotel parecia estar bem pertinho do centro de Capri.

E estava! Porem como a geografia da ilha é super montanhosa, não era o tipo de caminho que conseguíamos fazer a pe, ainda mais com bebe + carrinho. Então acabamos ficando refens de onibu/taxi/funicular, que apesar de não ser o fim do mundo, minha preferência eh sempre ter mais independência de locomoção quando estamos em lugares pequenos assim (ou seja, gosto de fazer tudo a pé).

A viagem demorava menos de 10 minutos ate o centrinho da cidade, mas ainda assim fiquei meio decepcionada (que obviamente não é culpa do hotel, e sim da própria geografia da ilha, que realmente é um lugar difícil de ser “navegado”).

Mas por outro lado estávamos de cara na entrada de uma das poucas praias publicas da ilha (ótimo pra quem não quiser ir ate os beach clubs), pertíssimo de alguns dos principais restaurantes da ilha – o Da Paolino era menos de 5 minutos andando!), e com muitas, muitas opcoes de transporte fácil!

E claro, a vista…. gente, olha pra essa vista!!!

O hotel esta mais pra uma pensão, mas o Giovanni, proprietário, e sua esposa te recebem como se você estivesse na casa deles!

Eles me mandaram uns e-mails uns dias antes explicando tudo direitinho, nos mostraram cada canto do hotel, deram mapas, enviaram por e-mail os horários dos ônibus e ferries, recomendaram restaurantes, passeios etc.

Os quartos eram MUITO melhores do que as fotos do site – não sei se eles passaram por uma reforma recente, e as fotos ainda não foram atualizadas, mas adorei a decoração “boutique-clean”, em tons de azul e branco e de linhas modernas…. bem “casa de praia” mesmo!

Todas as manhas o café da manha é servido direto no seu quarto, de frente pro mar; basta selecionar na noite anterior quais suas preferências, e qual horário você quer seu café servido, e pronto. A esposa do Giovanni bate na sua porta no horário certinho com seu banquete em mãos!

Na cobertura do hotel tem um terraço enorme, com espreguiçadeiras, mesas, uma piscina e ate uma area pra churrasco, se alguém estiver com disposição!

E claro, mais vistas incríveis da ilha!

 

Capri Inn

Via Marina Grande, 222

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
9 comentários
03 Sep 2014
10 comentários

As experiências imperdíveis de Capri…

Capri, Dicas de Viagens, Italia, Viagens pela Italia

Ainda no clima “gente bonita” de Capri, o que deixou a viagem especial foi pensar e fazer algumas cosias que são típicas de lá.

Não são necessariamente coisas que só existem lá, não é isso – e sim coisas que hoje em dia existem no resto da Itália e do mundo, porque surgiram em Capri.

Ou simplesmente coisas que te dão aquela sensação de “estou em Capri”!

A ilha não é a mais bonita, nem a mais divertida, e muito menos única. Mas consegui manter essa aura de “especial” por tantas décadas, justamente por causa de algumas dessas cosias.

Eu não sou muito de escrever posts com dicas tem-que-fazer, mas dessa vez não resisti! Essa foi minha listinha pessoal de cosias que não queria deixar de fazer em Capri!

– Salada Caprese

Como o mesmo nome diz, uma das saladas Italianas mais típicas mundo afora, é invenção da ilha, como o próprio nome indica!

Além disso eu tenho uma certa mania de “viajar na culinária” dos lugares, e acho o máximo poder fazer coisas bobas como comer Spaghetti Bolonhesa em Bolonha. Ou comer um Frango Kiev, em Kiev. Salada Grega, na Grécia. Pizza Napolitana, em Napoles. Coisas do tipo.

IMG_6625.JPG

Então é claro, que a Insalata Caprese foi a primeira refeição que fiz ao chegar na ilha!

Mas não se preocupe: a combinação (que ideia genial, diga-se de passagem!) de tomates, muçarela de búfala e manjericão fresco estão em todos os lugares!

– Buonocuore

Esse eu nao sei se so existe por la (imagino que deve exister um lugar similar em outros lugares da Italia), mas foi uma dica certeira que alguns amigos nos deram:

A sorveteria Buonocuore, numa das ruas principais na entrada de Capri, que serve um gelatto artesanal com uma casquinha feita na hora!

O lugar eh uma portinha que voce nao da nada (passamos direto e nem reparei! Resolvi voltar pra verificar so por causa da fila na porta!), e apesar da fama, eles levam essa coisa da producao artesanal bem literal mesmo: com fila ou sem fila, sao apenas 2 pessoas pessoas trabalhando na sorveteria (e juro que parecem mae e filho!).

Um rapaz encarregado de fazer a casquinha, enquanto uma senhora serve as colheradas de sorvete!

MEU.DEUS.DO.CEU.MARIA.JOSE. Por onde começar?!

Sorvete eh um de meus doces preferidos, mas ao mesmo tempo sou super chata com os sabores. Nao gosto de nada que tenha chocolate, odeio sentir o gosto do leite ou da gordura, e prefiro os sabores mais simples.

O unico problema eh que depois de ter provado o sorvete de Nocciolla (avelas) do Buonocuore, eu nao gostei mais de nenhum outro que provamos em Capri e em Sorrento!

E como a casquinha vem ainda quente, voce tem que lamber seu sorvete na pressa, se nao derrete tudo na sua mao!

– Fiori di Capri Carthusia

Como boa viciada em produtos de beleza que sou, um outro sonho era conhecer a Carthusia di Capri ao vivo e a cores!

As(os) apreciadores de perfumes, velas e fragrancias exclusivas vao me entender! A Carthusia eh uma marca de fragrancias, original de Capri, e eh posivel ser encontrada em lojas especializadas no mundo todo (em Londres, vende na Liberty). Eles vendem perfumes, velas, sabonetes e fragrancias para a casa, todas usando como materia prima as flores, ervas e limoes de Capri, e deixam no ar do centrinho aquele cheiro perfumado deliciosos!

Eles tem uma lojinha em baixo do hotel Quisiana, bem no centro, mas também é possivel visitar a fabrica, que fica pertinho do Giardino de Augustus (em direção a marina Piccola).

 

– Sandálias e sapatos feito a mão

Não é que os sapateiros de Capri sejam mais especiais que o resto da Itália, mas eles conseguiram criar um nicho de mercado super exclusivo, e isso acabou virando marca registrada da cidade!

A experiencia completa inclui tirar medidas do seu pe, uma “analise” da disposicao de seus dedos, o tipo de sola e couro que voce prefere e quais enfeites e modelagem quer. Dizem que essa personalizacao eh infalivel, pois realmente passar horas andando de sandalis de dedo eh de matar qualquer uma!

Mas apesar da “analise” acabei preferindo mandar fazer um “Loafer”, outro sapato tipico da regiao, pois sabia que com a chegada do outono em Londres eu nao teria muitas oportunidades de usar minha sandalia. Ate o Aaron se convenceu e comprou um tambem!

IMG_6695.JPG

– Limoncello

Ah… como ignorar a presenca dos limoes gigantescoa em todas as esquinas?

Da decoracao dos restaurantes e hoteis, as barraquinhas de refresco no meio da rua, e a imagem simbolo da cidade – pra onde voce olhar, la estarao eles – o limao amarelinho Italiano!

IMG_2871

E eh batata, assim que voce comer a ultima garfada de uma refeicao, eh so piscar que seu copinho de Limoncello estara te esperando!

Entrou na lojinha? “Quer um limoncello?”. Fez check in no hotel? “Aceita um limoncello”

Impossivel ignorar essa “pinga” sabor limao em Capri! (e em Sorrento tambem!)

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
10 comentários