13 Dec 2016
5 comentários

Hotel em Cingapura: The Westin Marina Bay

Ásia, Cingapura

Quando falamos de hotel em Cingapura, a primeira coisa que nos vem a cabeça é o Marina Bay Sands, e sua arquitetura marcante. Mas ser um dos edifícios mais icônicos do mundo (e a maior e mais alta piscina de borda infinta do planeta!) custa caro – literalmente, um hotel caríssimo!

hotel em Cingapura

Mas o que não falta nos arredores da marina são hotéis incríveis com piscinas – e vistas – tão boas quanto, ou até melhores!

Então nossa escolha em Cingapura dessa vez foi o The Westin Singapore Marina Bay, que como o nome indica, fica bem ali, no ladinho da marina.

hotel em Cingapura

O hotel ocupa a metade de cima de um hotel empresarial na marina, e tem na sua cobertura um dos requisitos numero 1 da cidade: uma piscina de borda infinita com a vista da cidade!

Posso confessar que foi justamente isso que me fez querer se hospedar lá?!

Sim, o hotel é ótimo, e o Westin é uma rede que adoro e confio muito, então sabia que todo o resto seria ótimo – mas eu queria mesmo é uma piscina infinita num rooftop de Cingapura que coubesse no bolso!

Mas ok, ok… o resto do hotel também valeu demais!

A localização, nota mil – a 1 quarteirão do “calçadão” da marina e pertinho de tudo. Um shopping-zinho com algumas lojas e vários restaurantes bem ao lado.

E todo o serviço nota mil dos hotéis Westin: quartos enormes, moderníssimo, restaurantes excelentes e ótimo serviço.

The Westin Singapore Hotel

12 Marina View, Asia Square Tower 2, Marina Bay

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

Me Acompanhe!

Além de todas as dicas que eu posto aqui no blog, você também pode me acompanhar nas redes sociais para mais notícias “ao vivo”:

 

Adriana Miller
5 comentários
12 Dec 2016
2 comentários

O que fazer em Cingapura com crianças

Ásia, Cingapura

Dessa vez a nossa viagem à Cingapura foi bem diferente do que na primeira vez, a o principal motivo foi sem dúvidas o fato de termos ido com a Isabella (e o Oliver na barriga!). Nossa primeira viagem foi super badalada, com direito a barzinhos mil, Casino e passeios pelos bairros mais “exóticos” da cidade.

Mas muito se engana quem acha que não tem nada o que fazer em Cingapura com crianças! Na verdade, de todos os lugares que já fomos na Ásia (com ou sem a Isabella), Cingapura é sem dúvidas o mais amigável para famílias!

o que fazer em Cingapura com crianças

O país é limpo, organizado, as calçadas são impecavelmente perfeitas (hello carrinhos!), tudo é muito seguro, os hotéis e restaurantes são espaçosos, e os Asiáticos são, por natureza, apaixonados por crianças, então você sempre se sente super bem vindo em todos os lugares.

E o fato de estarmos com amigos que também tem duas filhas da mesma idade só ajudou a tornar a experiência ainda mais legal, pois eles sabiam de tudo o que tem pra fazer com crianças por lá.

E mesmo tendo passado 3 fins de semana na cidade dessa vez, nem chegamos perto de ver e fazer tudo que tem pra ser feito por lá, seja para adultos ou crianças!

 

  • Ilha Sentosa

Geralmente quem reclama da Ilha Sentosa tem o mesmo perfil de quem, por exemplo, não gota da Disney: por ser man-made e artificial, não ter o charme caótico do Sudoeste Asiático e por ser, ahmmm… muito arrumado (?!).

Mas posso dizer que Sentosa foi uma das minhas áreas preferidas de Cingapura?! Sim, foi tudo construído artificialmente, mas por isso mesmo tudo é perfeitinho e funciona impecavelmente! E foi logo o primeiro lugar que disse que queria repetir quando estávamos planejando a viagem!

Na nossa primeira viagem tínhamos ido a Sentosa para conhecer o parque da Universal Studios, e queria voltar com a Isabella-caçadora-de-aventuras com certeza!

O parque é pequeno e pode decepcionar os adeptos dos parques de Orlando, mas foi perfeito para passar o dia, e tem muitas opções para crianças pequenas e a Isabella curtiu muito! (na época ela tinha 3 anos e 2 meses)

Claro que teve muitos brinquedos que ela não pode entrar por causa da altura, mas ainda assim deu pra curtir bastante!

Dessa vez nós compramos o ingresso com a opção de Fast Pass e valeu a pena, porque estava super calor e abafado, e ela ficava ansiosa de ter que esperar demais nas filas.

A Ilha também tem outras atrações que seriam perfeitas para ir com as crianças, mas que acabou não dando tempo! mas também tínhamos planejado ai ao parque aquático (que teria sido ótimo com o calor que pegamos!), além da própria praia, vários beach clubs etc.

 

  • Jardim Botânico

O Jardim Botânico de Cingapura ja é, por si só, uma das grandes atrações da cidade, e com crianças ele fica ainda melhor e com mais coisas a fazer: além do espaço verde a perder de vista (ultra bem cuidado, seguro e afins), eles ainda tem muitos parquinhos e áreas de playground específicas para crianças de diferentes idades.

 

  • Zoológico de Cingapura:

Mais uma vez acabamos não tendo tempo de ao Zoologico, que dizem ser um dos melhores do mundo! Eu sei que zoologico é uma atração polêmica, e nem todo mundo gosta da ideia de ver animais enclausurados… Mas para crianças é tão fascinante poder ver os animais ao vivo e conhecer mais um pouco sobre eles, que sempre acaba sendo um programa legal.

Além disso, a maioria dos zoológicos das grandes cidades são na verdade áreas de conservação, pesquisa e reabilitação de animais (como é o caso do Zoológico de Londres), com animais resgatados (ou criados em cativeiro mesmo), mas sempre bem cuidados e felizes.

Em Cingapura eles também são conhecidos pelo Safari noturno que fazem, onde é possivel levar as crianças (e adultos!) para visitar o zoologico a noite, que deve ser o máximo, principalmente para crianças maiorzinhas!

 

  • Natural Gallery

O Museu nacional de Cingapura  guarda um segredo no subsolo: uma área gigante para crianças! tem playground interno, área de artes e colagens, biblioteca infantil, mini museu, mini cinema… É um mundo!

Fomos até lá só pra dar uma passadinha, e acabamos ficando a tarde toda – só saímos de lá para beber alguma coisa no Smoke & Mirros no fim do dia!

 

  • Marina Waterfront

Essa é a “orla” de Cingapura, com um calçadão que dá a volta me toda a marina, com aquela vista incrível do Bay Sands.

Mas nem é que ali tenha nada especial para crianças não, mas é uma área aberta enorme, de calçadas perfeitas e apenas para pedestres, onde as crianças podem andar e correr livremente sem riscos.

De quebra a área ainda tem muitos restaurantes e cafés ótimos para crianças e famílias, e até mesmo banheiros publicos limpíssimos e com ar condicionado!

Do outro lado da marina está o shopping na base do Bay Sands, com áreas infantis, passeio de gôndola pelos corredores e aquela infraestrutura de sempre, ótima de shoppings.

 

Quando nós fomos a Cingapura pela primeira vez, o Garden by the Bay anda não estava pronto, mas fomos embora uns dias antes da inauguração e a cidade esta fazendo o maior auê por causa disso. Então logicamente eu queria conhecer a tão polêmica floresta artificial, construída nos fundos do Marina Bay Sands.

O parque é uma área de conservação, que transformou um terreno inabitável, e construíram um parque magnífico , incluindo uma floresta com árvores artificiais psicodélicas de fazer inveja aos personagens de Avatar.

Além de ser lindo e impressionante (omo tudo por lá), o parque também tem uma área gi-gan-tes-ca para crianças, com parquinho de água, playground, área de brincadeiras internas. Só conseguimos tirar a Isabella de lá arrastada, de tanto que ela curtiu e aproveitou muito!

o que fazer em Cingapura com crianças

 

Além disso tudo, Cingapura realmente é um paraíso para famílias!

Tudo é limpo, arrumado e seguro, qualquer loja/restaurante/shopping etc tem banheiros e salas específicas para famílias (com áreas para amamentação, trocadores, privadas pequenas para crianças). As calçadas são largas, elevadores e escadas rolantes estão em toda parte (alô carrinhos!) e não tivemos nenhum problema com absolutamente nada!

Uma outra preocupação comum (principalmente quando escrevo sobre viajar pela Ásia com crianças) é em relação a comida e alimentação dos pequenos. mas Cingapura é tão internacional, que você não só encontra comida do mundo inteiro por lá, como todos os restaurantes que fomos tinham menus infantis especiais, ou serviam porções menores para crianças.

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

 

Me Acompanhe!

Além de todas as dicas que eu posto aqui no blog, você também pode me acompanhar nas redes sociais para mais notícias “ao vivo”:

 

Adriana Miller
2 comentários
05 Dec 2016
4 comentários

Cingapura: Restaurantes e Bares com vista

Ásia, Cingapura

Na viagem que fizemos pela Ásia no começo do ano (que incluiu Myanmar e Filipinas), nossa “base” foi em Cingapura país que já conhecíamos, mas onde uma de minhas melhores amigas está morando com a família, então foi a desculpa perfeita para voltar.

Na verdade, visitá-los foi na verdade o principal propósito da viagem, e aproveitamos pra fazer outras viagens durante a semana enquanto eles trabalhavam – mas voltamos todos os fins de semana para Cingapura para ficar com eles e suas filhas gêmeas fofíssimas!

Quando nós estivemos por lá pela primeira vez, em 2012, ficamos apenas 3 dias, e eu fui embora jurando que um dia voltaria e que ficaria muito mais tempo na cidade – muita gente tem a impressão de que Cingapura é sem graça e não tem nada pra fazer, mas ledo engano! Nessa segunda visita ficamos mais 6 dias e pouco (3 fins de semana), conseguimos rever muitas coisas, visitamos novos lugares e ainda assim ficou faltando muito pra conhecer!

Então fica aqui mais uma promessa: ainda pretendo voltar outras vezes a Cingapura!

A diferença dessa vez foi que fizemos muitas programações com as crianças durante o dia, e aproveitamos as noites pra sair bastante, e conhecer novos bares e restaurantes.

E claro, como boa turista que sou, gosto de sempre comer com os olhos: quando melhor a vista, mas eu vou gostar do lugar, principalmente numa cidade bonita e fotogênica como Cingapura!

Quando estávamos lá, em Março 2016, as fotos que postei de nossos almoços e jantares fizeram bastante sucesso, então aqui vão minhas dicas de como comer bem e com uma bela vista (com a barriga e o olhos!) em Cingapura!

Me @ OUE

Logo que chegamos, esse foi nosso primeiro programa na cidade! eu precisava “ver” Cingapura para me sentir “em” Cingapura!

O restaurante fica bem na Marina, de frente ao Marina Bay Sands, na cobertura de um prédio empresarial, e tem um conceito “multi cultural”, misturando pratos e ingredientes das culinárias Chinesa, Japonesa e Francesa.

Chegamos cedo de propósito, para ter tempo de curtir uns drinks na varanda do bar, que é sem dúvida uma das principais atrações do Oue!

Uma varandona com a vista panorâmica da marina!

Lá dentro a vista continua, com janelonas do chão ao teto, que dominam a decoração!

O menu é inusitado, afinal não é sempre que vemos essas 3 culinárias misturadas, mas foi maravilhoso! Entre os dois casais, pedimos bastante variedade das diferentes culinárias e estava tudo bom demais!

 

Ce la Vi

Esse é um clássico meio clichê, que inclusive nós já tínhamos ido na nossa primeira viagem à Cingapura, mas que tinha outro nome (na época era o Kudeta).

Fica no alto do Marina Bay Sands, bem na pontinha da “prancha” no topo do hotel, e ao lado da piscina.

De lá não temos a vista da marina, mas em compensação é possível ver a cidade praticamente toda!

O acesso ao topo do Marina Bay Sands é reservado à hóspedes do hotel ou quem tem reserva para o restaurante ou bar, então é bom se programar com antecedência.

 

Smoke and Mirros

O barzinho Smoke & Mirros foi uma ótima surpresa! Na verdade estávamos com as crianças no museu National Gallery, e depois de uma (cansativa) sessão de brincadeiras, subimos até a cobertura do prédio e fomos surpreendidos com a super vista da cidade!

Apesar de não ser na beirinha da marina, nem um prédio muito alto, o Smoke & Mirros está numa posição privilegiada que tem a vista panorâmica da marina e do entro financeiro da cidade!

Nós fomos no meio da tarde e não tivemos problemas pra entrar e conseguir uma mesa, mas para happy hour ou almoço/jantar é melhor fazer reserva com antecedência.

 

Lantern Rooftop (no Fullerton Bay Hotel)

O hotel Fullerton é um dos mais tradicionais de Singapura, que também tem uma versão mais jovem e moderna bem na beirada do Promenade da marina. E lá no topo está o “Lantern”, um rooftop in-crível com – adivinhem?!  – uma vista fenomenal para a Marina.

Se você for um hóspede (sortudo!) também terá uma piscina de borda infinita cercado pelos bares do hotel!

 

Para outras sugestões de bares & restaurantes e lugares pra sair em Cingapura, veja “Clark Quay” e “Raffles Hotel

Para mais dicas, dê uma olhada nos posts antigo de Cingapura, como “Marina Bay Sands” e “Top 10 coisas a fazer em Cingapura

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

Me Acompanhe!

Além de todas as dicas que eu posto aqui no blog, você também pode me acompanhar nas redes sociais para mais notícias “ao vivo”:

 

Adriana Miller
4 comentários
Página 1 de 512345