02 Sep 2009
20 comentários

Helsinque

Dicas de Viagens, Europa, Finlandia

Impossivel falar na Finlandia e nao pensar imediatamente no fim do mundo… Mas nao eh atoa, jah que sua posicao geografica faz com que o pais fique fora de mao a qualquer roteiro pela Europa. Na verdade, se vc tiver que escolher onde ir, num continente com tantas infinitas opcoes, dificilmente a Finlandia entrarah na sua lista. Mas vai por mim, vale a pena!

A Finlandia eh um dos paises mais sub-povoados do mundo: as estatisticas confirmam uma media de 17 pessoas por km2! E logicamente, a grande maioria da populacao esta no sul do pais, longe do Circulo polar artico, dividida entre suas principais cidades: Helsinque, a capital. Turku, a antiga capital Sueca, e Tampere, polo industrial e tecnologico.

Desde sua entrada oficial a Cuminidade Europeia, e a adocao do Euro, Helsinki tem crescido bastante, mas sem perder o ar provinciano das capitais nordicas.

Nos meses de verao, a cidade fica ainda mais colorida e cheia de pessoas nas ruas, pois assim como quase todos nordicos, os Finlandeses sabem muito bem que o verao dura pouco, e nao perdem a oportunidade de usufruir a vida ao ar livre.

Nesse fim de semana em especial, apesar de ser auge do verao, e estar o maior sol, os termometros nao mentiam: 15 miseros graus! O sol esquenta, mas basta passar por uma sombrinha na rua, pra sofrer alguns calafrios!

Mas isso nao impede que os Finlandeses sentem no gramado dos jardins, mesas nas calcadas dos cafes e restaurantes, velejando o mar Baltico… E isso foi sem duvida uma das cosias que mais gostei em Helsinki! O estilo de vida laid back que eles levam, o contato com a natureza, os jardins floridos e imaculados, os barquinhos na marina e na baia, a arte e a cultura, mas sem perder o ar provinciano!

Se orientar na cidade eh facil! Os 500 mil habitantes da capital, se distribuem por uma area bem grande, e o centro historico/turistico eh bem concentrado e pode (e deve) ser todo explorado a peh!

Assim que chegamos, fomos direto pro mercado do porto. Apesar de bem simples, eh considerado uma das principais atracoes da cidade, com suas inumeras barraquinhas vendendo todo tipo de produtos e comidas tipicas: de frutos do mar extremamente frescos, a carne de rena (eu provei e adorei!), peles verdadeiras ( acho que o PETA ainda nao chegou por lah), artesanato, casacos de lã purissima, etc.

Do mercado, que fica literalmente na beira da agua, nao dah pra ignorar as duas principais tracoes da cidade: de um lado a catedral Upenski, e do outro a Catedral Tuomiokirkko.

A Catedral Upenski, foi construida pelos Russos, durante seu dominio no pais, e foi todo contruida no estilo Russo Ortodoxo, porem bem simples pelo lado de fora, e extremamente trabalhada por dentro. A catedral tem 13 torres “cebola”, representando Jesus Cristo e os 12 apostolos.

O interior tambem eh em estilo Russo, sem “nave”, nem lugar especifico pra congregacao, e com todas as paredes extremanente pintadas e trabalhadas. Pela primeira vez, entrei numa igreja Ortodoxa Russa que permitia fotos lah dentro! A Catedral de Upenski eh considerada a maior e mais importante construcao ortodoxa ainda presente no ocidente.

Do lado oposto esta a outra catedral, ou simplesmente “catedral” (Tuomiokirkko significa catedral em Finlandes) jah que foi consagrada a catedral official da cidade, depois que a Igreja Luterana foi instituida como religiao oficial do pais apos a queda da dominacao russa. Por dentro a igreja eh uma grande decepcao. Paredes brancas, grandes arcos, sem imagen sou pinturas. Porem sua principal intencao era relamente ser imponente por fora, no centro da cidade, com uma imponente escadaria!

Logo ali do lado esta a Avenida/Praca Esplanadi, que eh um longa avenida, com uma grande, longa praca bem no meio. Os predios sao lindos, com varias contrucoes em art-noveau e barroco, que hoje em dia sao luxuosos hoteis, lojas e restaurantes.

Aproveitamos o tempo bom e ensolarado para pegar um barco que nos levou ateh a ilha de Suommelina, que eh uma ilha/fortaleza declarada patrimonio da humanidade, que foi contruida pelos Suecos, como base militar para se protegerem das invasoes Russas. Para nos, o passeio foi uma grande decepcao… A ilha que jah abrigou a segunda maior cidade da Finlandia, hoje em dia eh habitada por apenas 900 pessoas, uns 3 restaurantes (e estavam todos fechados, porque era domingo!) e muitos parques. Decidimos que entao nao valeria a pena gastar muito tempo por ali, e voltamos pra Helsinki!

O resto do dia passamos passeando pelos parques da zone oeste da cidade, onde fica a marina e um “calcadao” que circunda toda a cidade. Apesar de que a cidade como um todo nao eh exatamente inundada de turistas, ali naquela parte tenho certeza que nos eramos os UNICOS estrangeiros! Uma area super legal e bem residencial de Helsinki. Senhores pescando, familias estacionando seus barcos na marina, criancas correndo na grama… Andamos, andamos ateh darmos de cara com o Cafe Ursula, que por acaso tinham nos recomendado como sendo point do Por do sol em Helsinki! E olha soh, lah estavmos nos em frente ao Ursula, exatamente no por do sol!

A noite de Helsinki foi bem decepcionante… Assim que o sol baixou a cidade virou uma cidade fantasma!! A maioria esmagadora dos restaurantes e bares fechados as 9 da noite! Acabamos jantando num kebbab, e passamos algumas horas num pub Belga, onde por acaso conhecemos 2 Mexicanos que tinham acabado de chegar na cidade estavam assustadissimos com o estado abadonado daquele domingo a noite!

Mas para nos acabou sendo uma otima desculpa pra ir dormir cedo, pois o ritmo do feriado foi bem puxado!!

Mais fotos de Helsinque AQUI e AQUI

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
20 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
20 comentários
  1. rocosta - 02/09/09 - 21h47

    Adriana…muito linda a tal Finlândia hehee
    Obrigada por me levar lá também ;-)
    Beijos!

    Responder
  2. Maariah - 02/09/09 - 22h01

    Adorei os post sobre a Finlândia e acho que vou voltar aqui mais vezes até à minha viagem. Engraçado que, tal como disseste no post anterior é o facto de serem tão “diferentes, originais e inéditos” que os paises nórdicos em geral e a Finlândia em particular me fascinam.

    A Finlândia é de todos o que mais vontade tenho de conhecer. Tenho-me cinjindo também apenas pelas capitais (Copenhaga e Oslo, da Suécia só conheço Malmo) mas sempre com vontade de conhecer um pouquinho mais. Tenho lido montes de coisas sobre a história do povo mas é sempre interessante ler algo na primeira pessoa e além disso as fotos estão impecáveis. Adorei a tua foto sozinha na escadaria, quero uma igual.

    Irei à Finlândia no final de Novembro, sei que muita coisa vai estar fechada, tal como na ilha que falaste (Suommelina?)mas faz parte da minha curiosidade ir lá no Inverno.

    Desculpa o testamento do comentário mas fiquei entusiasmada. Vou ver o resto das fotos.

    Responder
  3. Amanda - 03/09/09 - 00h40

    Legal!!!
    Essas figurinhas são raras, heim?

    E vc aproveitou bem a estação de calor, pois pela localização ir para esses lugares no inverno não deve dar pra ver nada disso.

    Responder
  4. Renata B. - 03/09/09 - 01h28

    Drii!
    Que saudades de comentar!ai ai ai, esse tempo louco e cheio de coisas pra fazer!!Mas tava lendo, mas quietinha!!;D
    Mas hj resolvi voltar pra dizer que foto mais linda a tua na escadaria sozinha, coisa de profissional!!Adorei!!!
    E amei conhecer a finlandia pelo teu ponto de vistaa!
    Beijosss

    Responder
  5. Dedeia - 03/09/09 - 11h13

    Miguuuu
    as fotos estao LINDASSSSSSSSSS
    beijooo

    Responder
  6. Alessandra - 04/09/09 - 06h49

    Adorei a tua foto sozinha na escadaria, quero uma igual (2) haha q lindas essas fotos!! e eu q estava pra dizer q nao achava a finlandia interessante, acho q pensava assim por puro desconhecimento mesmo!! jà nao descartarei uma futura, mesmo q distante, viagem pra là!

    ps. haaaaaaa o meu namorado comprou uma dessas peles de rena, quando esteve na noruega!! è bonita, mas coitada das renas!!

    Responder
  7. Claudia Acourt - 04/09/09 - 07h29

    Humm, não sei Adriana. Não sei se eu escolheria a Filandia para uma viagem pelo simples motivo que não inspira. Tipo, comparando as suas outras viagens, as demais parecem ter gosto de “ultimo dia – nao perca”. Jà a Filandia ficou parecendo “de brinde, uma super caneta colorida!”. … rs
    Espero que nao leve a mal. Talvez eu que esteja sintonizada em outro canal.
    Ah, adorei a foto na escadaria. Linda mesmo.

    Baci

    Responder
  8. Adriana - 04/09/09 - 07h56

    Oi Claudia,
    Imagina! Eh por ai mesmo. E por isso disse ai em cima, valer a pena vale, mas nao deixe de ir a Paris pra ir pra Finlandia! Sabe?
    Mas por outro lado, foi justamente isso que nos encantou, essa coisa meio “exclusiva”, nao ter tantos turistas por perto, um sentimento de estar desbravando, ou descobrindo alguma coisa que nao eh muito comum.

    Responder
  9. Teea - 04/09/09 - 18h09

    Oi Dri,
    Já passei pelo seu blog antes, mas agora entrei por acaso e encontrei este post… Gostei do que li, eu que costumo criticar bastante as coisas deste país, achei que você “acertou” muito bem no que falou.

    Já o seu comentário:
    “Impossivel falar na Finlandia e nao pensar imediatamente no fim do mundo…” me fez sorrir, eu que sempre falo que moro no fim do mundo e tem gente que ri, que não gosta etc. Mas concordo, é fim do mundo mesmo. E como falaram nos comentários acima: também não a acho o primeiro destino para se escolher. Eu pessoalmente não sei como fazer marketing pra Finlândia… ;)

    E quanto aos domingos “fechados”; nós aqui tb sofremos com isso, mas por outro lado os finlandeses não costumam sair tanto no domingo. Não sei se é por falta da oferta ou pelas tradições…

    Ahh, Café Ursula é sem dúvidas um dos meus lugares favoritos em Helsinque (na primavera e no pleno verão)!

    Beijinhos,
    Teea

    Responder
  10. Claudia Liechavicius - 05/09/09 - 15h02

    Oi Dri. Vou colocar seu link nos meus blogs favoritos. Certo?
    Bj
    Claudia

    Responder
  11. Ana - 06/09/09 - 18h14

    Oi Dri!

    Muito legal ver a Finlândia por olhos mais turísticos, coisa que eu nunca fiz direitinho, já que morava por aí.

    Apenas dois detalhes: a Finlândia não é oficialmente parte da Escandinávia. Essa é uma confusão MUITO comum, até mesmo motivo de discussão entre finlandeses. O termo mais correto para se referir à região e incluir a Finlândia e Islândia seria “países nórdicos”.

    Nadar no mar congelado como seus amigos fizeram é uma experiência bizarra, única, mas MUITO legal! Vale muitíssimo a pena! Mas é claro que a água nunca vai estar a -30, mas sim a temperatura externa. Mas é ótimo, você sai duma sauna pelante (mais quente do que o normal para os padrões locais), entra na água mega gelada, cheia de gelo em volta, morrendo de frio…. E quando saí da água, mesmo estando uma friaca de vááááários graus negativos, você fica molhada tranquilamente do lado de fora, sem passar frio. É muito estranho, mas é uma sensação maravilhosa ao mesmo tempo, dizem até que é viciante, pois libera muito endorfina no corpo.

    Enfim, falei um monte, e sou suspeita para falar. Não acho que a Finlândia seja um super país para fazer turismo, mas eu ainda AMO esse país de paixão.

    Beijinhos!

    Responder
  12. Marília - 09/09/09 - 22h34

    Driiiii… muito legal essa sua viagem!!! Ammeeiiiiiii as fotos!! Tudo de bom, a máquina, os modelos rs, as paisagnes, lugares!!
    A sua foto na escadaria tá show de bola!! Essas fotos são da máquina do Aaron, né? E com o tripé??
    Beijoo, dri!

    Responder
  13. Adriana - 10/09/09 - 13h25

    Oi Marilia,
    Que nada, as fotos sao todas minhas! Cominha humilde Sony Cybershot mesmo!
    Eu uso um tripezinho pequeno que jah postei aqui no blog, mas obviamente as fotos de mim, foi o Aaron que tirou.
    Todas as fotos que posto aqui no blog sao minhas, tiradas por mim e /ou com minha camera.
    As fotso do Aaron ficam no flickr dele! :-)

    Responder
  14. Marília - 11/09/09 - 21h55

    Poxa!! Show de bola!! Quando eu crescer quero ser igual a vc!! rsrsrss

    Responder
  15. Flora - 20/10/10 - 22h02

    Oi Dri,
    Cheguei aqui pelo blog da Fê Costa. Adorei seu blog e as fotos estão lindas. Parabéns! Vou colocar na minha blog list, pois vou para a Finlandia em Julho do próximo ano. Voce foi também para a região dos lagos e Lapônia?
    .-= Flora´s last blog ..Istambul – Islamismo e Santa Sofia =-.

    Responder
  16. CarlaZ - 13/11/10 - 20h43

    Dri,

    esse post super me ajudou nas andancas por Helsinque…mas nossa como é tudo diferente sem sol e sem nenhum verdinho…

    beijos

    Responder
  17. […] cidades do Leste Europeu tem uma Catedral Ortodoxa pra chamar de sua (por exemplo em Tallin, em Helsinque, Sofia e Bucareste, para citar algumas), mas nenhuma delas eh tao colorida e espalhafatosa quantos […]

    Responder
  18. […] eu fui no meu último dia, com a anfitriã, por recomendação do blog Dri Everywhere, que falava do belo pôr-do-sol visto por lá! Infelizmente, peguei em um tempo super nublado, mas […]

    Responder
  19. Karla Ortiz - 03/01/16 - 19h59

    Oi Dri! Vamos fazer um Cruzeiro saindo de Helsinque. Nosso vôo sai de São Paulo em Setembro. Tá difícil chegar na Finlândia kkk não achamos vôo. Vimos um vôo que vai até Alemanha ai e lá tem um ferry até Helsinque. É isso mesmo? Tem alguma maneira mais fácil de chegar? Beijo obrigada

    Responder
    • Adriana Miller - 07/01/16 - 12h13

      OI Karla,
      Helsinki tem conexao com quase todas as capitais Europeias, inclusive Londres, Paris, varias cidades na Alemanha, Suecia, Noruega etc, de onde voce pegar um voo direto ate Helsinque.
      Nao entendi o porque de pegar um barco a partir da Alemanha, se existem maneiras mais rapidas, praticas e baratas de se chegar ate la…

      Responder