27
Oct
2011
Hôtel Ritz Paris
Escrito por Adriana Miller

Quando fui marcar minha ultima viagem a trabalho pra Paris essa semana, pensei: Porque não?

Por sorte, os hoteis que tem parceria com minha empresa são sempre ótimos, e em Paris em particular, a seleção de opções é de cair o queixo! Então o hotel escolhido dessa vez foi o fenomenal e histórico Hôtel Ritz Paris.

A rede Ritz por si só, já é sinônimo de luxo e elegância, mas o de Paris é ainda mais especial!

Na verdade o Ritz de Paris foi o primeiríssimo hotel desenvolvido por Cesar Ritz e seu sócio Auguste Escoffier, em 1898. Ambos trabalhavam para o Hotel Savoy em Londres, Cesar como gerente geral e Auguste como Chef, e entre os anos de 1889 e 1897 os dois desenvolveram o Sovoy London que ouvimos falar ate hoje.

São eles quem levam o credito de desenvolver o hotel em altíssimo padrão, atraindo a alta sociedade e realeza Londrina que viveram a época dourada do final do século. Porem os dois se meteram num escandalo e foram demitidos do Savoy – mas ainda assim seu legado e fama eram tao popular na Europa que atendendo a demanda, eles resolveram fundar um hotel em Paris, onde o Ritz esta a te hoje, na esquina da Place Vendome no 1er Arrondissement.

O predio onde o Ritz ocupa ate hoje, foi construido em 1705 e Cesar contratou um arquiteto para transformar o antigo palacio em uma “hospedaria tao luxuosa, que seria propicia ate a um principe”. E conseguiu! Supostamente o Ritz Paris foi o primeiro hotel na Europa a ter eletricidade e banheiro dentro do quarto para seus hospedes.

E por falar em hospedes, o Ritz de Paris ja hospedou todo o who’s who artistica, intelectual, politica e real da Europa, e entre seus hospedes ilustres estao a Garielle (Coco) Chanel que morou no Ritz por mais de 30 anos, e Ernest Hemingway, que tambem chamou o Ritz de “casa” por muitos anos (e o bar do hotel se chama Hemingway em sua homenagem) e profanou uma de suas frases iconicas “quado em Paris, a unica desculpa pra nao se hospedar no Ritz, eh se voce nao puder pagar…”.

E tambem ja passaram por suas suites nomes como Marcel Proust, Charlie Chaplin, Greta Garbo, Marlene Dietrich e Jean-Paul Sartre, entre muitos outros alem de ter servido como pano de fundo para outros tantos livros e filmes baseados em Parivariando entre a suite de Miranda Presley em “O Diabo veste Prada”, ao James Bond ” From Russia with Love”, Audrey Hepburn em “Love in the Afternoon” ate alguns classicos como F. Scott Fitzgerald em “Tender Is The Night”.

Entao realmente o hotel eh tudo isso mesmo, com quartos e saloes que lembram muito mais os saloes de Versailles, doque um hotel – mas li na revistinha do hotel que no final de 2011 o Ritz Paris fechara suas portas por 2 anos para uma reforma e modernizacao geral (e sinceramente? Esta precisando de um update urgente)!

Assim como o Ritz de Madrid e o Ritz de Londres, o hotel original de Paris mistura a decoracao classica e imponente caracteristica da marca, mas por outro lado, se tornou antiquado ao ponto de ja nao conseguir oferecer a seus cliente do seculo 21 o nivel de conforto e modernidade que se esperaria de um hotel desse porte.

Espero que a reforma seja apenas estrutural, e que o Ritz nao perca seu perfil historico e decoracao tipica – e espero poder voltar daqui a dois anos e conferir o antes e o depois!

O hotel Ritz tambem conta com o restaurante L’Espadon, fundado por Charles Ritz (filho de Cesar) e que hoje em dia possui 2 estrelas Michelin, e eh o restaurante-vitrine da prestigiosa escola de gastronomia Francesa Ritz-Escoffier, que atrai os melhores chefs da Europa, mas que tambem tem cursos de alta cozinha para “leigos”!

Um workshop de 4 horas (incluindo como combinar comida com vinho) custa cerca de 150 Euros, e um curso mais completo de 2 dias inteiros, pode chegar a custar mais de 1.000 Euros.

E tudo isso, claro, sem esquecer a Place Vendôme, onde o hotel esta situado!

No centro da praça, esta a Coluna Vendôme, ereta por Napoleão I para comemorar a vitória da Batalha de Austerlitz em 1805 e que foi modelada, arquiteturalmente falando, na Place de Vosgues, também em Paris.

A praca esta a cerca de 2 quadras do jardim Tuleries e da Rue du Rivoli, e eh ali na Place Vendome que comeca  Rue de La Paix, que deve ser, sem sobre de duvidas a rua mais cara de Paris! Eh ali que estao todas as maisons de alta costura, porem… apenas vendendo joias!

Soh a loja da Cartier eh praticamente um quarteirao inteiro! Sem falar na Chanel joias, Dior Joias, Louis Vuitton Joias, Bucheron, Tiffany’s, Van Cleef and Arpels, De Beers e muitos, muitos outros!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: França, Hoteis, Paris, Viagens
26

26 Comentários em:
"Hôtel Ritz Paris"

  1. Danybc - 27/10/2011

    Banho de cultura ! Nada como Parrii!

    • Adriana Miller - 27/10/2011

      Bien sur!

  2. Mari Campos - 27/10/2011

    Arrasou, Dri!

  3. roberta M - 27/10/2011

    Oi Dri,
    amei seu post, também sou apaixonada por história e fui estudar sobre a batalha de Austerlitz. Também chamada de Batalha dos 3 imperadores, foi travada em 2 de Dezembro de 1805, em que Napoleão I derrotou Rússia, Prússia e Russia, ele era um estrategista brilhante.
    A coluna Vendôme teria sido construída em 1810 com o bronze de 1200 canhões retirados dos austríacos e russos em homenagem aos soldados franceses. Acho que a sua fonte de que a coluna foi construída em 1871 está equivocada, pois Napoleão I já havia sido derrotado há muito tempo.
    Beijinhos

    • Adriana Miller - 27/10/2011

      Essa mesmo!
      Obrigada pelo toque! Vou consertar as datas!

  4. Sara - 27/10/2011

    Eu vou ser muito sincera e ir um pouco de encontro ao seu post: eu acho que não me sentiria bem e confortável nesse hotel, por muito lendário que ele seja é demasiado imponente e, principalmente, antiquado. O quarto parece o dos meus avós e é demasiado “fora de época” para mim. Não sei, acho que é mesmo uma questão de gosto pessoal…
    De qualquer forma, parece-me ser um óptimo “ponto turístico” e lugar a visitar, com certeza.

    • Adriana Miller - 27/10/2011

      Bem, definitivamente esse nao eh o tipo de decoracao que teria na minha casa, mas sendo no Ritz de paris, acho que faz parte da “experiencia”.
      Seria muito decepcionante se por exemplo, depois da reforma, eles trocassem a mobilia por pecas de design Escandinavo moderno, luzes de neon e TVs de LCD e todos os cantos.
      Existem milhoes de hoteis assim, Mas pouquissimos como o Ritz.

  5. Larissa Lyra - 27/10/2011

    Falando em hóspede ilustre, a princesa Diana também se hospedou lá antes de morrer. Aliás, ela era tão chique, que até pra morrer foi morrer em Paris!

  6. Larissa Lyra - 27/10/2011

    E por falar em hóspedes ilustres, a princesa Diana se hospedou lá pouco antes de morrer, né? Ela era tão chique que até pra morrer foi morrer em Paris!

    • Adriana Miller - 27/10/2011

      Isso, foi la no L’Espadon do Ritz que ela e o Dodi fizeram sua ultima refeicao antes de morrerem no acidente de carro.
      Mas acheio meio morbido colocar isso no post…

  7. Felipe Rogério - 27/10/2011

    Adorei o post, as fotos então, ficaram maravilhosas.
    Um dia ficarei em hotéis desse nível, enquanto isso os albergues ainda me servem srsrs.
    Abraços

    • Adriana Miller - 27/10/2011

      Idem, neh? Porque essa chiqueza toda soh viajando como pessoa juridica… :-)

  8. Marília Lucena - 27/10/2011

    Tô indo para Paris segunda!! Não vejo a hora de estar nessa cidade linda!! Ansiosa é pouco.
    Dri, de que horas está escurecendo? Essa informação é importante para eu fazer o meu tour!! E já anotei o seu guia turístico de lá!! E a temperatura tá muito frio mesmo? O ruim é que não dá nem para vc me dizer mesmo pois vou sair do nordeste brasileiro rsrsrsrs… calor!! Mas vi no site de previsão que já ta frio lá, né?? Depois ainda vou para Roma e Florença!
    O que vc tiver e dicas pode me dizer!!
    Beijo

    • Adriana Miller - 27/10/2011

      Esta escurecendo umas 6 da tarde, mas esse domingo comeca o horario de inverno, entao passa a escurecer as 5, e da pra frente todos os dias vai escurecer um pouquinho mais cedo…
      Essa semana que estive em Paris nao estava frio nao, muito pelo contrario. Solzinho bom, vento fresco, mas com uma media de 17/18 graus soh.
      Vinda do nordeste tem que usar uma jaquetinha, mas friaca mesmo ainda nao esta fazendo nao. Nem em Londres.
      Tem um monte de post com dias de Roma e Florenca! Le la!

  9. Jo - 27/10/2011

    A inveja matou o gato!!! O povo sei que da aquela pontinha de inveja… E isso é normal! Quem nao queria ir a Paris e ficar no Ritz??? Mas tenta segurar a aonda, tå? Pronto falei hahahaha
    Adorei o Post tinha super curiosidade pra saber mais sobre o hotel

  10. Jackie - 27/10/2011

    Adorei o post, conhecer a história. Tomara mesmo que não descaracterizem o hotel na reforma. o único ritz em que eu posso ficar por enquanto é o do chile rsrsr incomparavelmente mais barato que tds do mundo, mas dá sentir a experiência ritz rsrs
    bjs,

  11. Marília Lucena - 27/10/2011

    Ai Dri, obrigada pelas infomações!! Queria tanto ir a Londres mas dessa vez não dá!!

    Beijão

  12. Isabel Moura - 27/10/2011

    Se a Coco lá morou, então definitivamente a Drí tá no seu lugar…LOL

    (coco: Gabrielle Bonheur (= Felicidade) Chanel)

  13. helo - 27/10/2011

    dri, com certeza eles nao vao descaracterizar o hotel. fiz varias materias sobre hoteis q passaram por renovacoes de anos, como o savoy aqui em london e o george vem paris, e o foco deles é restaurar, melhorar estrutura, mas mantendo o estilo!

  14. [...] Hof virou sinônimo de diplomacia e elegância, inclusive tendo sido administrado pessoalmente por Ceasar Ritz durante alguns anos em na década de [...]

  15. Angie - 27/10/2011

    Oi Dri,
    Tô adorando conhecer esses hotéis mega famosos e cheios de charme através das suas fotos!!! Muito show conhecer o Ritz por dentro através do seu post!
    Beijocas, Angie

  16. Monique - 27/10/2011

    Oi Dry, estou indo pra Alemanha e pretendo encontrar-me com uma amiga em Paris, sabes um hotel bom e barato?

    Obrigada! Beijos

    • Adriana Miller - 27/10/2011

      OI Monique,
      NO post sobre o fim de semana em Paris tem o link do hotel que ficamos e nos comentarios tem algumas dicas dadas por leitores tambem.

  17. Ana - 27/10/2011

    Oi Dri! Em primeiro lugar quero elogiar este fantástico blog. Já estou viviada no seu blog.
    Estou indo para Paris no inicio de Março e inicialmente tinha escolhido um Hotel na zona da Gare de L’Est. O que me diz desta zona? Estou com algum receio pois já li alguns post que identificam esta área como não muito segura.
    Gostaria que me confirma-se se realmente vale a pena manter a reserva de hotel nesta zona ou se é melhor alterar. E já agora qual a melhor zona em Paris e que a reserva fique baratucha.
    Obrigada! beijos

    • Adriana Miller - 27/10/2011

      Oi Ana,

      Eu nao conheco Paris bem o suficiente pra conhecer cada bairro, mas sei que Gare del@est tem uma estacao de trem bem boa e a localizacao eh razoavel.
      Nao eh das melhores (por isso a diferenca de preco…) pois em Paris os arredores de estacoes de trem sao meio barra pesada…
      Nada serio e o conceito de “seguranca” na Europa eh bem diferente do Brasil, entao basta ficar esperta e provavelmente vc nao tera nenhum problema.
      Mas se nao quiser arriscar, evite as areas muito proximas as estacoes. Lembre-se: quando a esmola eh demais, o santo desconfia.
      Se alguma cosia em Paris esta com precos muito diferentes, eh porque alguma coisa tem…
      Eu sempre que vou a passeio (e portanto tenho que ser mais economica na hospedagem) acabo sempre ficando na regiao da Bastilha (Le bastille) que acho que tem o melhor custo/beneficio da cidade.

  18. [...] bonita de Paris, ela serviu de inspiracao inclusive a outras pracas de Paris, como por exemplo a Place Vendôme, construida por Napoleao I.   Originalmente todo complexo de predios ao redor da praca era uma [...]