18 Jan 2012
30 comentários

S.A.L.: Milhas, milhagem e fidelidade. Oque vale a pena?

Dicas (Praticas!) de Viagem, Dicas de Viagens, S.A.L.

Enquanto eu nao edito e organizo as mais de 3 mil fotos tiradas durante a viagem a Asia e novos posts nao saem do forno, resolvi escrever sobre um assunto que muita gente me pergunta, mas ainda nao sei se tenho alguma opiniao inedita ou dica infalivel pra dar…

Essas sao algumas dicas sobre oque eu faco, e oque tem dado certo pra mim e meu estilo de viagens.

Alem disso, por coincidencia, na ultima noite que passamos em Pequim, assisti um programa na BBC que falava sobre milhagens, e pintava um cenario onde progrmamas de milhagem sao pura falcatrua, e eu discordo totalmente. Entao queridos leitores, malzae, mas resolvi dar minha opiniao tambem!

Pra comecar, acho que devemos levar algumas coisas em consideracao. Uma vez que voce analisa e entende os diferentes aspectos e vantagens de ser fiel a um determinado programa aereo, tudo faz mais sentido, as recompensas se tornam melhores, e entao tudo faz sentido.

Acumulando milhas:

Eu pessoalmente acho que um dos principais problemas em toda essa questao de “milhagem”, eh que a maioria dos viajantes foca demais na milhagem propriamente dita.

Sim, sempre vale a pena se cadastrar e ter seu cartaozinho de milhagem, mas cuidado pra nao cair no buraco negro das centenas de cias aereas disponiveis no mundo.

Pode ate soar um pouco sem sentido, mas a verdade eh que quantos menos programas de fidelidade voce fizer parte, mais facil sera de acumular milhas.

Afinal, 1.000 milhas aqui, 5.000 acolah nunca vao te levar a lugar nenhum. Mas se todas as suas milhas estiverem concentradas na mesma cia, ou no mesmo grupo de cias (por exemplo a Star Alliance, OneWorld, SkyTeam), ai sim fica mais facil de colher as recompensas.

Eu possuo apenas dois cartoes, o da British Airways, que faz parte do grupo OneWorld, e da Continental, que faz parte da Star Alliance. O programa da BA pra mim, eh o principal pois eh a empresa “da casa” na Inglaterra, mas como a Star Alliance eh enorme e as vezes nao da pra evita-los, eu tambem mantanho minha afiliacao por la.

Como saber qual a melhor pra voce? Facil. Sempre de preferencia pra compania “da casa”, pois a probabilidade de que a maioria dos voos saindo de sua cidade sejam dessa empresa, do que empresas aleatorias de outros paises, alem de voce poder tirar vantagem de outros beneficios locais (como cartoes de credito, grupo de compras, etc).

Entao no meu caso a melhor cia para se afiliar eh a British Airways. Se voce mora no Brasil, talvez seja a TAM. Se mora na Alemanha, a Luftansa. Na Franca, a Air France, e assim por diante.

E considero que oque devemos dar mais importancia eh na verdade o grupo e alianca de cias aereas, e nao cada compania individual.

Entao antes de comprar uma passagem qualquer, eu faco o dever de casa e descubro qual grupo cada cia faz parte, e baseio minhas decisoes nisso.

Por exemplo, quando viajo pro Brasil, geralmente os voos da British Airways sao os mais caros, mas se tenho que optar por outra cia, digamos, a Iberia ou a Air France, sempre que possivel dou preferencia a Iberia, que faz parte do mesmo grupo que a BA.

Entao eu sei que posso acumular milhas (e colher vantagens) pela One World quando viajo Iberia, ou American Airlines, por exemplo. E posso acumular minhas pela Star Alliance quando viajo Tam, United ou BMI, por exemplo.

Mas se pensarmos e focarmos os esforcos apenas nas milhas, o processo se torna incrivelmente frustrante.

Porque pensa bem: mesmo quem viaja muito, a trabalho digamos, e tenha que fazer a ponte aerea RJ-SP todas as semanas (ou digamos Londres-Paris). Cada uma dessas viagens acumula miseras 500 milhas em media.

Ai voce viaja dezenas de vezes ao longo do ano, acha que tem um monte de milhas acumuladas, e vai dar uma olhada nas possibilidades de resgate: uma passagem Europa – America no Norte nao sai por mesno de 50.000 milhas.

Ou seja, eu preciso ir a Paris 100 vezes antes de poder fazer uma unica viagem para os EUA. E sem contar claro, com o lance das datas de black out, numero limitado de assentos por voo, etc.

Entao pra mim hoje em dia a vantagem de fazer parte dos programas de milhagem vai muito alem das milhas.

Outra tecnica eh usar bastante de outros metodos de acumulacao de milhas oferecidos pelas cias aereas.

Por exemplo, no meu caso, mesmo viajando praticamente todas as semanas a trabalho, acumular milhas em viagens curtinhas dentro da Europa eh impossivel.

Entao eu tambem uso o cartao de credito da British Airways. Eh o unico que eu uso, e tento usar pra absolutamente tudo.

Existem tipos diferentes de cartoes etc, o meu, me da cerca de 2 milhas para cada Libra gasta. Entao eu faco questao de pagar todos os meus gastos possiveis com o tal cartao.

Para nao perder a nocao da coisa, eu tambem uso bastante a App deles pro iPhone, e assim vou checando, todas as semanas meus gastos, e ja vou pagando tudo direto, sem deixar acumular juros nem taxas. Entao na verdade hoje em dia, eu acabo usando meu cartao de credito como cartao de debito, sem ter essa coisa de esperar a fatura vencer nem nada, mas entao sem esforco, e sem sair de casa, ganho centenas de milhas todos os meses.

(P.S. Muito cuidado pra nao cair na armadilha do cartao de credito, e usar demais seu “credito”, ou seja, nao gaste mais doque voce ganha, se nao, apesar de ganhar algumas milhas, voce acba pagando mais de juros doque o preco de uma passagem aerea! Ja falei sobre o planejamento financeiro pra viagens aqui)

Outra cosia que a British Airways tem que eu tento usar sempre que possivel, eh a sua loja virtual. Ao seguir o link dentro do site deles, eu acesso uma lista de lojas e sites Inglesas que fazem venda on line e dao milhas por sua compra.

Algumas dessas lojas chegam a dar 8 milhas por Libra gasta (ou seja, se vc comprar algo que custa 120 Libras, ganharam quase tantas milhas que duas viagens ida e volta a Paris! Ja outras lojas oferencem uma premiacao unica. Quando resolvi renovar meu contrato de celular, fiz tudo on line, via o site da BA e por isso a Phones4U me deu um premio de 3.000 milhas – mais doque eu ganharia em duas viagens ida e volta a Madrid!

Uma outra tecnica tambem muito eficaz (principalmente nas viagens a trabalho) eh se afiliar a redes de hoteis, que geralmente te dao a opcao de acumular pontos convertidos em milhas da compania X ou pontos de hoteis. Eu pessoalmente prefiro converter meus pontos Starwoods e Marriott em milhas da BA, e geralmente acabao ganhando mais milhas por causa da estadia em hoteis dessas redes doque com o voo.

Ou seja, apesar de viajar muito, muito mais que a grande maioria das pessoas, acumular milhas apenas dependendo das viagens eh praticamente impossivel – entao eu faco uso de todos os meios possiveis pra ir acumulando por outras vias.

Acumulando Pontos:

Outra coisa que sempre presto atencao sao os tais dos “pontos”. A BA os chama de “Tier Points”,  e a Continental os chama de “Elite Points”, e quase todas as cias aereas tem algum equivalente proprio.

Sao esses tais pontos que diferenciam as milhas aucmuladas em viagens, e as milhas acumuladas via outroas meios.

Entao eu ate posso ganhar 3 mil milhas numa transacao on line, mas nao ganho Tier Points nenhum. Por outro lado quando viajo a Paris ou Madrid, ganho apenas cerca de 500 milhas, mas em compensacao ganho 40 pontos.

E sao esses pontos que vao acumulando e diferenciando seu nivel de “fidelidade”, que por sua vez te da um cartao de “cor diferente”, e principalmente um status diferenciado dentro da compania.

Ou seja, todo mundo pode se cadastrar on line em determinado programa de milhagem, mas apenas os viajantes frequentes acumulam pontos, e eh exatamente isso que as cias aereas prestam atencao na hora de te recompensar por sua fidelidade.

– Como saber como e quando “gastar” as milhas?

Claro que acumular milhas, e poder viajar “de graca” eh o sonho de todo mundo que ja se cadastrou num programa de milhagem, mas infelizmente a coisa nao eh tao simples.

Geralmente eh muito dificil achar vaga nos voos que voce quer, e apesar da passagem ser de graca voce ainda tem que pagar todas as taxas e impostos, oque muitas vezes significa que a diferenca de precos nao eh tao grande assim, e voce alem de gastar uma grana preta, ainda vai “perder” todas as suas milhas.

Entao geralmente eu so considero uma vantagem gastar minhas milhas quando a diferenca entre o preco da passagem total e o preco das taxas a serem pagas vale a pena.

Na nossa viagem pra Asia essa troca valeu a pena, pois por termos pagos apenas as taxas de embarque e impostos ao utilizar minhas milhas, o preco final ficou cerca de 1/3 do preco de uma passagem comprada.

Ja para viagens aos EUA (que geralmente sao bem baratas saindo de Londres) isso nao vale a pena, pois a quantidade de milhas eh muito alta, e no fim das contas a diferenca de preco a ser pago fica na casa dos 100 a 200 Libras. Entao nessa caso, prefiro pagar a diferenca, acumular mais milhas, e principalmente, acumular mais pontos.

Ou seja, mesmo tendo centenas de milhares de milhas acumuladas, sua viagem nunca vai ser verdadeiramente “de graca”, pois voce sempre tera que pagar os extras por conta propria.

Mas entao, qual eh a verdadeira vantagem de fazer parte de programas de milhagem?

No meu caso, a verdadeira vantagem de manter minha fidelidade ao programa de milhagem (que no meus caso eh o da British Airways) sao as regalias que fui acumulando ao longo dos anos e das muitas viagens.

Lounge da BA pre-voo

Hoje em dia eu tenho acesso a dezenas de lounges executivos em aeroportos no mundo todo (mesmo quando viajando de Economica), posso fazer cheack in no balcao da primeira classe (mesmo viajando de economica) e posso embarcar primeiro que todo mundo, no grupo “preferncial”. Ou entao passo pela fila do “fast track” na area de seguranca dos aeroportos.

Alem de claro, sempre ter direito a despachar mais malas (o normal para voos saindo da Europa eh sempre apenas 1 mala de 23 quilos), oque eh uma grande vantagem principalmente em voos para o Brasil ou EUA por exemplo (como aconteceu nessa viagem aqui onde me perguntaram sobre a mala extra e o progrmaa de milhagem)

Entao por ser recompensada e ter todas as essas regalias, a British Airways acaba conquistando ainda mais minha fidelidade, pois eu sei que viajar com eles (ou seus afiliados) me dara vantagens e uma moleza que podem transformar uma viagem transatlantica de um pesadelo, a uma experiencia prazerosa e confortavel.

E por isso mesmo, se as vezes tenho que pagar uns dolareas a mais, aqui ou ali, pra viajar numa das cias aereas do grupo, eu sei que no fim das contas vale a pena, em vezes de sempre ficar de olho apenas no preco final.

E eh tambem esse tipo de fidelidade que acaba sendo recompensada de outras maneiras, como os famigerados upgrades.

Upgrade da British Airways

Eu sei que existem trocentos posts em centenas de blogs dando “dicas” de como conseguir um upgrade nas cias aereas, mas a verdade eh que isso soh acontece em duas situacaoes: ou vc da muita sorte; ou voce esta bem cotado no programa de fidelidade.

Todo esse papo de se vestir bem, fingir que esta na lua de mel, ou que esta doente, ou oque for, eh puro bla bla bla.

Por exemplo, desde que passei a ser considerada com “status” executivo da BA eu ganhei upgrades em todos os voos, sem nunca pedir, e na maioria das vezes, vestida como uma mulamba!

Quando o voo esta vazio, eles dao upgrade aos frequent travelers para fazer um agrado. E quando o voo esta lotado, eles dao upgrades aos viajantes frequentes pra desocupar mais assentos na economica e conseguir vender mais passagens.

 

Entao hoje em dia pra mim a grande vantagem desses programas nao se limita as milhas e uma possivel (porem bem dificil de ser relaizada) viagem “de graca”, e sim ser tratada como um cliente especial e recebendo umas regalias aqui ou ali.

E uma ultima dica em relacao a resgatar milhagem eh a antecedencia: quanto antes voce planejar sua viagem e reservar sua passagem, maiores as chances de conseguir usar suas milhas. Na nossa viagem pra Asia, nossas passagens de milhas foram reservadas em Junho (soh viajamos no final de Dezembro) e ainda assim tivemos que voar pela opcao “plano B” em datas ligeiramente diferentes; e tambem queria poder voar pro Brasil esse ano usando milhas, e todos os assentos de resgate para o Rio de Janeiro ja estao esgotados ate Outubro de 2012!

Se voce chegar naquela situacao onde as milhas estao prestes a esgotar, mas voce nao estar conseguindo resgata-las em voos, uma outra opcao eh comprar uma pasagem normal, e usar suas milhas pra comprar um upgrade!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
30 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
30 comentários
  1. Sara - 18/01/12 - 15h12

    Acho estas dicas super interessantes e úteis. As pessoas têm de perceber que nem tudo o que enche o olho é vantagem e por vezes é melhor sofrer um bocadinho na carteira para na vez a seguir ter um “presentinho”.
    Infelizmente, não viajo muito, mas adoro ver este tipo de dicas e surgiram-me duas questões:
    1. Suponhamos que estamos a falar de Portugal…a cia. aérea indicada seria a TAP, certo?
    2. Não sei se li bem ou mal mas, a milhas perdem a validade no fim do ano ou acumulam até querermos gastar?

    Beijo

    Responder
    • Adriana Miller - 18/01/12 - 15h51

      Sim, no seu caso a melhor opcao seria a TAP, pois alem de poder obter vantagens apenas disponiveis para residentes de Portugal (como por exemplo um clube de compras ou cartao de credito que gera milhagem), aiinda tem a probablilidade e disponibilidade de voos – saindo de Portugal as melhores opcoes sao da TAP.

      Algumas cias e alguns tipos de milhagem tem uma “validade” diferente. Por exemplo, para algumas cias as milhas adquiridas em voos sao pra vida toda (ou pelo menos muitos anos), mas as milhas adquiradas via outros meios tem uma validade de 1 ou 2 anos.

      Responder
  2. Michelle D. - 18/01/12 - 15h43

    Ate que enfim alguem faz um post interessante e completo sobre o tema. Como vc disse, ha muitos blogs e sites por ai cheios de bla bla bla pra ensinar a ganhar upgrade. Concordo totalmente quando voce diz que a vantagem do programa de milhas nao esta em voar de graca, mas em ganhar regalias. Eu vou na aba do marido que tem Platinum Status com a Continental (United) e sempre ganhamos upgrade pra primeira classe. Ano passado fomos ao Havai com passagens compradas com milhas. Havai eh um dos destinos mais atrativos pra milhas, nao sei porque.
    So uma consideracao… as milhas exigidas para um voo pro Brasil partindo dos EUA sao mais altas do que ir pra Australia.
    Parabens pelo post! E sou uma das curiosas pra saber do esmalta duradouro! Rs

    Responder
    • Adriana Miller - 18/01/12 - 15h53

      Aqui tambem!
      Preciso de mais milhas pra ir pro Brasil doque pra China!..!
      Eu tambem sempre vou na aba do status do Aaron na United e ele vai na minha aba nas milhas da BA.
      E os esquemas de upgrade da United sao ainda melhores que os da BA!
      Viajar ja eh uma coisa tao cansativa e estressante, ser tratado como cliente especial eh sempre a melhor recompensa.
      Uma viagem de graca (que na verdade nao eh de graca, apenas tem um desconto) eh apenas a cereja no bolo!

      Responder
  3. Mariana - 18/01/12 - 16h43

    Dri, excelente post!! Infelizmente, não me ajuda em nada no momento, mas guardarei os conselhos para o futuro! :)
    beijos

    Responder
  4. Fábio - 18/01/12 - 16h53

    Adriana, muito legal seu post, bem explicado! Eu tenho cartão fidelidade TAM e todas a minhas viagens, dou prioridade nas cias da Star Alliance, fora meus pontos do cartão de crédito. Com esta mentalidade consegui viajar utilizando milhas para o Rio (no Carnaval) e para Santiago do Chile, pagando somente as taxas de embarque.

    Atualmente nao tenho viajado tanto a trabalho, desta forma, concentro minhas comprar no AMEX, compro tudo no crédito para gerar milhas.

    Abs

    Responder
    • Adriana Miller - 18/01/12 - 16h55

      Eu faco a mesma cosia, e mesmo viajando muito ano passado, ainda assim acumulei muito mais milhas ao concentrar todos os meus gastos do dia a dia no cartao da BA doque com milhas propriamente ditas!

      Responder
  5. Ana Luisa - 18/01/12 - 17h55

    Lindinha Miller, muito bom seu texto (o que não é nenhuma novidade porque seus textos são sempre ótimos). Trouxe um tema batido, mas conseguiu inovar, com sua experiência e talento para escrever para nós.

    Responder
  6. - 18/01/12 - 19h02

    Dri, eu não viajo nem metade comparativamente com vc :P por isso nunca irei conseguir ter tanto uso de milhas. Mas eu fiquei confusa com a diferença entre pontos e milhas. Os pontos servem para que então? Pensei que fossem só as milhas que dessem direito a viagem grátis… Acho que já confundi pontos e milhas. Será que vc podia dizer em poucas palavras a diferença? Muito obrigada Dri!!

    Responder
    • Adriana Miller - 18/01/12 - 19h42

      É fácil :-)
      Os pontos não te dão “viagens”, mas estão eles que “elevam” seu status com a companhia aérea, então apesar de não darem viagens, acumular pontos te da direito a certas regalias, como os tais upgrades, acesso a lounges, bagagem extra etc.

      Então na verdade é relativamente fácil acumular milhas mesmo sem viajar (usando cartão de credito, clubes de contas etc), mas apenas acumulando os tais pontos (que só sao dados em vôos) é que você se torna um cliente preferencial e pode usufruir de regalias e vantagens que vão muito além de vôos de graça.

      Responder
  7. Marcos Werv - 18/01/12 - 21h43

    Adriana, não sei você vai lembrar postei ontem no tópico sobre o metro, aliás gostaria de agradece-la pela resposta.

    Então, na verdade surgiu uma oportunidade de fazer um treinamento em Londres por 6 meses pela minha empresa e no caso estava estudando o programa e vi que o valor de ajuda de custo para moradia é de £600 por semana.

    Pelo que percebi dando uma pesquisada a melhor zona de Londres para mim seria a W1, já que eu poderia ir a pé mesmo para o curso, com esse orçamento você acha que se consegue alugar um studio ou 1 quarto nessa área? E qual bairros você recomendaria em W1?

    Abraços, Werv.

    Responder
    • Adriana Miller - 19/01/12 - 05h42

      £600 libras por semana é um orçamento incrível e com certeza você vai conseguir achar um otimo apartamento no centro de LOndres com essa verba.
      A zona W1 engloba varios bairros e é bem grandinha, então minha dica é dar uma olhada em sites como o rightmove.co.uk e usar o post code W1 como seu parametro. AI voce pode selecionar se quer 1 ou 2 quartos, perto de estçnao de metro e tals, e o site te mostrará todas as opções.

      Mas me estranha que sua empresa te manda pra Londres por 6 meses, com essa verba toda e não te darão nenhuma auxilio local pra buscar um apartamento?!
      Até porque por mais que a grana seja boa, é dificil achar apartamentos dispostos a alugar por apenas 6 meses (os leases normais são de no minimo 1 ano a 3 anos). Melhor voce falar com RH e ver que tipo de apoio local eles te darão.

      Responder
  8. Claudia Siqueira - 19/01/12 - 03h40

    Com a Tam é impossível conseguir upgrade com milhas. Em 2011 fui à Europa e comprei minha passagem com 5 meses de antecedência e nao consegui upgrade com milhas. Tentei na volta no balcão da Tam no aeroporto de Londres, tinha vaga na executiva, faltavam 2h pro vôo e mesmo assim eles negaram o upgrade, só pagando a diferença e olhe que sou cliente especial, compro tudo no cartão e sou fiel à Tam. Foi decepcionante!

    Responder
  9. Marcos Werv - 19/01/12 - 04h57

    Sem querer abusar, mas pesquisando aqui achei um “mapa do crime” de Londres, fornecido pela Metropolitan Police.

    Não sei em até que ponto as informações são confiáveis, mas olhando o site percebi que as áreas com maior índice de ocorrências são as áreas no entorno do Hyde Park, áreas essas que pelo que eu olhei seriam as mais nobres de Londres, isso procede mesmo?

    Responder
    • Adriana Miller - 19/01/12 - 05h32

      Hummm… faz sentido…
      Afinal, ladrões não querem roubar gente pobre, né? Então numa cidade onde crimes e furtos são incrivelmente raros (principalmente em proporção ao seu tamanho), se alguem tem a intenção de cometer um crime, esse ato tem que ter uma alta chance de sucesso.
      E isso somado ao fato de que o Hyde Park eh um local imenso, deserto e escuro (a noite, durante o dia nao, obvio), realmente faz sentido.

      Jamais diria que os arredores do Hyde Park são bairros perigosos, muito pelo contrario, mas realmente esse mapa faz sentido se pensarmos nas situações isoladamente.

      Responder
  10. Ana - 19/01/12 - 13h01

    Dri,
    Com a TAM é super fácil conseguir passagens NACIONAIS com milhas, pois parece que não há restrição de assentos atualmente para esse tipo de viagem. Já para internacional, ficou quase impossível com essa mudança. Antes disso já tinha conseguido ir para Santiago e Buenos Aires com milhas, mas hoje em dia está bem complicado. Eu acabo aproveitando mesmo os trechos nacionais. 100% das minhas viagens SP-RJ faço com milhas, e acabo também trazendo minha mãe para me visitar assim… tem gente que acha um absurdo eu gastar milhas com um trecho tão curto, porém como minhas opções de data e horários são sempre muito restritas, as passagens ficam caras, e milhas são uma ótima opção.

    Eu nem viajo tanto hoje em dia, mas junto milhas no meu cartão de crédito! :)

    Responder
  11. Ana Luisa - 19/01/12 - 14h59

    Desculpa o local, mas não sabia onde fazer estas perguntas:
    1- Vou pela 1ª vez à Londres e será na semana santa. Chego no sábado (31mar) e volto no outro sábado, véspera da Páscoa… Vi que na sexta-feira é feriado aí. Será que tudo fica fechado? E no decorrer da semana, é tudo normal, ou há alterações?
    2- Ainda não reservei hotel, mas minha tendência é ficar no Novotel St. Pancras, porque é perto de duas estações. A localização é realmente boa? Dà para fazer alguma coisa andando???
    Obrigada,
    Ana Luisa

    Responder
    • Adriana Miller - 19/01/12 - 15h07

      Oi Ana,
      Sim, a Pascoa aqui eh feriado na sexta feira santa e na segunda feira seguinte, entao muita coisa estara fechada sim, ou entao operando com horario especial “de domingo”. Para ter uma ideia mais especifico sobre oque abre e oque fecha, voce pode procurar diretmanete as informacoes de “Opening Times” das atracoes que voce pretende visitar. NO derrorer da semana, tudo funciona normalmente.

      St Pancras eh uma boa regiao pra se hospedar, bem central e com bom sistema de transporte, mas nao eh muito central turisticamente falando nao. Ou seja, voce estara bem localizada, mas nao eh o tipo de lugar onde voce podem fazer tudo andando, nem chegar facilmente (a pe pelo menos) nas artacoes turisticas da cidade. Voce sempre dependera de metro ou onibus pra fazer os principais roteiros e atracoes.

      Responder
      • Ana Luisa - 19/01/12 - 15h33

        Adriana!!! Menina, que rapidez na resposta!!!
        Obrigada pelas informações, atendem bem o que eu precisava saber.
        Obrigada perla gentileza e atenção também.
        Ana Luisa

        Responder
  12. ernesto, o pato - 22/01/12 - 21h28

    Dri

    perfeito! otimos conselhos. Só um que faltou. Cuidado com emails suspeitos, especialmente para os que tem milhagem TAM. Há muitos espertalhões que mandam e-mails fakes, e sob o pretexto de boas ofertas pedem numero e senha, e há pessoas que caem nesta…. Também não se deve reesgatar milhagem em computaores públicos. Há inumeras queixas de roubos de milhagem da TAM.

    Responder
  13. ernesto, o pato - 22/01/12 - 21h29

    Aproveitando, eu vi no hotwire, hoteis bem baratos no dockands, abaixo de U$ ( não Libtas) 100 por pessoa. O que voce acha da região?

    Responder
    • Adriana Miller - 22/01/12 - 21h33

      A região é otima, bem residencial e tal, mas é super, super contra mão.
      As opções de transporte publico são limitadas (principalmente a noite) e apesar de linda, é uma area de Londres isolada pra quem vem turistar.
      (afinal, quando a esmola é demais o santo desconfia né? Não é a toa que as diarias por lá são tão mais baixas…)

      Responder
      • ernesto, o pato - 22/01/12 - 23h35

        obrigado, pato desconfiado, pato orientado.

        Responder
  14. ernesto, o pato - 22/01/12 - 21h32

    Ps… pessoalmente procuro usar o smiles, e nunca tive problemas com passagens nacionais. Deixei de usar a TAM, quando eles aumentaram para 15.000 milhas as passagens na America Latina. Já fui de bussines para o Peru, com 15 000 milhas por trecho, mas infelizmente as regras mudaram. FAzendo como voce faz, de concentrar compras no cartão, e na medida do possivel viajar a trabalho por uma empresa, sempre tenho conseguido pelo menos 1 viagem gratis por ano, para 2 pessoas, pelo Brasil, ou na America Latina.

    Responder
  15. Marcia Kawabe - 23/01/12 - 01h15

    O meu marido foi funcionário de companhia aérea por mais de 10 anos, portanto nunca me preocupei muito com essa história de milhagens. Mas há um pouco mais de um ano ele não trabalha mais com isso e daí que a minha primeira preocupação foi fazer um cartão de crédito de milhagem e também tenho procurado gastar tudo nele, mas ô coisa difícil que é “ganhar” uma passagenzinha hehehe! Por “sorte” também ganhei um assento na executiva da BA aqui em SP na minha viagem e adorei o assento deles. Mas eu sempre digo que o duro de viajar de executiva, é que a gente depois não quer mais voltar pra dog class ( econômica) hahahaha!

    Responder
  16. Carlos Ranzani - 30/01/12 - 21h46

    Parabéns pelo seu excelente post….Uma coisa que não entendo bem. Qdo vc tem pontos de outras companhias da mesma aliança, vc pode transferir estes pontos de uma companhia p/ outra? Ou eles so respeitam o seu status da companhia irmã e te oferecem tb os mimos? Enfim, qual é a vantagem do sistema de milhas e status dentro das alianças? Abraços, obrigado

    Responder
    • Adriana Miller - 30/01/12 - 21h50

      Os “pontos” não são transferiveis, mas o status é respeitado pelas cias parceiras, então voce pode disfrutar de certas regalias (mas não todas).
      Por exemplo eu sou cliente Silver da British Airways, oque automaticamente me transforma em cliente Saphire da American Airlines.
      Então quando viajo AA posso usar o lounge, despachar mais malas e fazer check in no balcão da primeira classe, mas nunca aconteceu de ganhar upgrade em uma cia parceira por exemplo, só quando viajo na BA.

      Responder
  17. Larissa Oliveira - 07/02/12 - 15h36

    Boa tarde Dri,
    Em relação a este assunto de milhas, eu tenho duvida nas passagens de RTW, se o grupo que eu escolher, por exemplo a Star Alliance, for da minha companhia aérea, eu tenho direitos a pontos e milhas por todos os lugares que eu passar?

    Responder
    • Adriana Miller - 07/02/12 - 15h43

      Nao tenho certeza, pois nunca comprei passagem de RTW, mas pelo que eu sei, esse tipo de passagem tem condicoes especiais de venda (por isso eh tao mais barato que comprar cada passagem avulsa), e provavelmente vc tera direito a milhagem reduzida.
      Mas cada grupo de cias deve ter regras diferents, entoa melhor verificar diretamente com elas (no seu caso a Star Alliance).

      Responder
  18. Rodrigo - 07/11/12 - 14h56

    Muito legal seu blog. Bem direto e claro. Estou com uma duvida bem grande. No final do ano irei ao Japao e voarei de Iberia de Sao Paulo – Madrid, depois de Iberia de Madrid para Londres e de British de Londres para Toquio. A volta será igual. Não tenho programa de milhagens e por esta viagem (que deve dar um tanto bom de milhas) resolvi iniciar. Só que eu não quero utilizar o da tam pois li em um outro blog que eles sairao da star alliance e iria para a One world. Sendo assim, compensaria para mim utilizar um cartao de credito de uma operadora da one world (american airlines por ex) e acumular estas milhas para o Japao ou deixar estas milhas quietas e fazer um da tam (star alliance, hoje) para acumular milhas em futuras viagens e compras no cartao…que vc acha??? Obrigado!!! Vai me ajudar muito sua resposta!

    Responder