23 Jan 2013
17 comentários

Londres: Journey Planner – Como ir do ponto A ao ponto B e entendendo os endereços da cidade

Ônibus em Londres, Batendo perna, Dicas de Londres, Dicas de Viagens, Dicas Uteis, Inglaterra, Metrô de Londres, Transporte

Uma das respostas mais comuns aqui no blog, mas mais difíceis (e chatinhas) de responder são as do tipo “Como vou do endereço X ao endereço Y?”. Porque? Oras, porque é impossível conhecer como a palma da minha mão uma cidade enorme como Londres, com tantas ruas e ruelas sem muita ordem urbana.

E eu já dei outras vezes a dica do Journey Planner, que seja para moradores, Londrinos e visitantes uma ferramenta indispensável – eu nunca saio de casa sem antes conferir qual a melhor maneira de chegar no lugar X, e em Londres a melhor maneira é sempre consultar o Journey Planner.

Journey-Planner

Voce pode procurar por exemplo pela estação de trem, metro ou ônibus, o pelo endereço do hotel ou do restaurante onde voce quer ir.

O sistema calcula exatamente as melhores rotas pra chegar até lá, te avisa de possíveis interrupções nas linhas de metro, ou ruas fechadas por obras (que afetam os onibus) e te dá algumas opções. Aí é só voce decidir qual roteiro prefere fazer levando em consideração o tempo de deslocamento, ou quantas vezes terá que trocar de linha ou de meio de transporte etc.

Screen-shot-2011-03-31-at-22.26.17

E quando voce clica no mapinha, tem uma outra ferramenta chamada “Wizard” que é interativa e mostra todo trajeto sugerido, onde trocar de linha, por onde andar, etc. Não tem mesmo como se perder pela cidade!

 Screen-shot-2011-03-31-at-22.27.04

Outra dica de ouro é sempre ficar de olho no código postal dos endereços que voce estiver procurando – em todo o país, é esse códico de letras-números que te dará a localização exata do endereço que voce estiver procurando.

Ao contrario do que vemos em outros países, o código postal é único e super específico, geralmente apontando exatamente pra uma determinada casa ou edifício. Então por xemplo, se você procurar um endereço qualquer usando apenas o nome da rua (no Google Maps, por exemplo) irá encontrar várias ruas com o mesmo nome, e o mapa te dará a localização genérica daquele endereço.

Já com o código postal, você é direcionado exatamente onde precisa ir.

Vamos usar por exemplo o Hotel Ritz, cujo endereço é: 150 Piccadilly, London W1J 9B

Se eu procurar a Piccadilly Stree no Google Maps, esse é o resultado:

Screen shot 2013-01-21 at 16.05.26

Não esta errado, mas o mapa me direcionou pra o meio da rua, numa “média” mesmo, qoeu provavelmente significa que eu usaria o meio de transporte errado, sairia na estação errada, e demoraria uito mais pra chegar no meu destino (imagina se você estivesse procurando seu hotel e carregando malas?!).

Mas se eu procurar pelo “Post Code” W1J 9B, que é específico do predio do Ritz (e mais nenhum outro endereço no pais), o mapa me mostra isso:

Screen shot 2013-01-21 at 16.09.21

Que é exatamente onde quero ir! (por isso sempre incluo enderecos com “post code” quando dou dica de lugares, atrações, restaurantes< etc aqui no blog).

Então ao usar o Journey Planner, a melhor maneira de chegar do ponto A ao ponto B é usando o código postal do endereço.

Screen shot 2013-01-21 at 16.14.23

Uma outra dica é pra quem usa Smartphones e pretende ficar conectado usando um SIM card (ou os pontos de wifi disponiveis por Londres) durante sua estadia em Londres: a App “City Mapper London”, que funciona igualzinho ao Journey Planner (que infelizmente não tem uma app oficial).

Citymapper

Você pode procurar por roteiros específicos, e selecionar qual meio de transporte prefere (Metrô, ônibus, barco, Taxi ou bicicleta), com toda explicação de como chegar a determinado lugar, quanto tempo demora de acordo com o meio de transporte etc.

E jea no meio do caminho, caso voce ainda tenha alguma duvida, basta seguir o mapa!

Planejando sua viagem para Londres?

Alem de todas as dicas para aproveitar o maximo de Londres que voce encontra aqui no Blog, planeje tambem sua viagem com servicos e recomendacoes testadas e aprovadas:

E nao perca as dicas de Pubs e Restaurantes, o Calendario de Eventos para saber o que rola de mais interessante ao longo do ano e todas as demais dicas uteis para curtir Londres como um Londrino!

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!
Adriana Miller
17 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!

17 comentários
  1. Tania - 23/01/13 - 21h30

    Dri, quantas linguas voce fala e quais? Se pudesse aprender uma nova, qual seria? So curiosidade mesmo. Beijos!

    Responder
    • Adriana Miller - 23/01/13 - 21h40

      Fluente de verdade só Espanhol e Ingles. Meu Italiano ainda tá bom, mas anda meio enferrujado, e o Francês só pra me virar mesmo… :-)
      Adoraria aprender Alemão!

      Responder
  2. Sara - 24/01/13 - 01h53

    Que dica óptima! :D Mas o Journey Planner é um programa que costuma estar actualizado? Ai vai ajudar-me TANTO quando for para Londres em Junho. Acho que vc acabou de salvar a minha vida!

    Responder
  3. kad - 24/01/13 - 13h37

    Dri, vc já explicou bem explicadinho, já fui no site Transport for London, mas ainda fica aquela duvidazinha… Comprando o oyster, carregando pay as you go, por exemplo, pagando 8.40 pounds for a day (peak), posso usá-lo a qualquer hora, não importanto se é “peak” ou “off-peak”? Ou seja, tem tempo restrito de uso do travelcard no Oyster, ou não? Got my doubt? ;)
    Ah! O paper travelcard só no tube e o oyster carregado em qualquer modal? Sua dica sobre a atenção na troca de zonas é importantíssima, valeu mesmo!
    Obrigada. Bj

    Responder
    • Adriana Miller - 24/01/13 - 16h29

      Vamos ver se entendi…
      Bem, se vc carregar seu Oyster no “pay as you go” vc vai gastar seus £8,40 a cada viagem feita. Se essa viagem for durante horário de pico, vc vai gastar mais. E se for “off peak”, vai gastar menos (assim como ônibus gasta menos que metro, por exemplo). Mas quando o “credito” acabar, vc vao vai conseguir mais usar transporte nenhum.
      Então a melhor solução, caso você queira viajar a vontade a melhor opção é compra o “day card” (em papel), ou o passe semanal (em papel ou Oyster).

      Responder
  4. Flávia - 25/01/13 - 12h35

    Dri, estou aproveitando esse post para desabafar e ao mesmo tempo ouvir a opinião de alguém que mora em Londres: tenho feito o planejamento de meus dias de turismo em Londres. Mas acabei de descobrir, acredite, que o google me dá algumas vezes uma solução, ali, obvia, que o Journey Planner não dá. E aí, como não conheço a cidade, fico me perguntando se o google, americano, estaria ainda mais bem informado e bem informatizado que o Journey Planner, inglês? Será? Agora mesmo eu passei por isso, com a circle line. O Journey Planner me deu o trajeto com 2 linhas e o google maps me deu uma direto, com a circle line! que coisa! E agora que descobri esse furo, fico com as duas abas abertas e fazendo o mesmo percurso numa e noutra. Que chato isso…Como disse, é um desabafo, mas você tem alguma opinião a respeito? No fundo, estava ligadona no Journey Planner e agora, perdi a segurança nele e estou revisando todos os meus trajetos com o google maps aberto. Chato isso, né? E aí, como uma boa londrina que vc é, tem alguma opinião ou conselho a me dar?
    beijinhos.

    Responder
    • Adriana Miller - 25/01/13 - 12h59

      Bem, a diferença é que o Journey Planner tem informações em tempo real sobre o metrô/transporte de Londres, que o Google não tem. Então pode ser que, nesse seu exemplo, a Circle Line esteja com atrasos, com com trechos fechados pra reforma etc, e por isso o Journey Planner te dá um roteiro alternativo.
      Além disso, o Journey planner sempre te dá a opção mais rápida e menos “congestionada” (se vc estiver procurando um caminho no horário de pico, ele te manda pra um caminho diferente, pra evitar as estações e linhas mais lotadas, por exemplo), então as vezes é mais rápido, por exemplo, pegar a Jubille Line e depois trocar pela Piccadilly Line, doque ir de Circle Line, que é uma linha suuuuper lenta e com um milhao de paradas pelo caminho. E por fim, o Journey Planner também evita que vc saia da “zona”, mesmo que isso signifique um caminho mais longo (pois evita que você tenha que pagar a mais na sua passagem).
      Eu pessoalmente confiaria mil vezes mais no Journey Planner do que no Google Maps.

      Responder
  5. Flávia - 25/01/13 - 12h37

    Dri, mais outra coisinha: vez em quando fala prá gente da Isabella. Como ela está? Vi uma fotinho dela no Instagram, e ela estava sorrindo!!! que lindinha! beijinhos nela também.

    Responder
  6. Flávia - 25/01/13 - 18h48

    Dri, realmente sua resposta me satisfez. Resposta de uma boa londrina! me convenceu, me explicou, me desencanou! valeu!!!! bjo.

    Responder
  7. Francis - 08/02/13 - 18h16

    Adriana, Vou a Londres em abril deste ano e vi um hotel o Lancaster no End. 4-6 Bedford Place, Londres, achei interessante o custo beneficio, é uma localização boa? Perigosa? Obrigada e parabéns pelo Blog acompanho sempre!!!

    Responder
  8. […] eu planejo minha viagem usando o “Journey Planner” e consultando as opções de ônibus, que apesar de geralmente demorarem mais, pelo menos […]

    Responder
  9. Carmem - 05/09/13 - 19h44

    Suas dicas foram muito úteis para minha viagem a Londres. Adorei o Citymapper. Obrigada!

    Responder
  10. […] Journey Planner (como achar endereços em Londres) […]

    Responder
  11. […] Journey Planner (como achar endereços em Londres) […]

    Responder
  12. […] P.S. Para ter uma ideia melhor sobre a localização dos hotéis acima na cidade, e saber como chegar até lá, basta pegar o código postal dos mesmos (por exemplo: SW1V 1SA) e seguir os passos do Journey Planner. […]

    Responder
  13. […] de Southfields ou Wimbledon (o complexo de tênis fica entre as duas). Não esqueça de consultar o Journey Planner para descobrir qual a maneria mais fácil entre sua casa/hotel até […]

    Responder
  14. […] Na duvida, verifique o endereco/codigo postal que eu coloco no final de todos os posts sobre atracoes em Londres. Com o endereco e/ou codigo postal na mao, voce pode descobrir sua estacao mais proxima ou como chegar de um determinado local a outro atravez do site do Journey Planner (que ja ensinei o passo a passo de como utilizar nesse post). […]

    Responder