11
Jun
2013
Châteauneuf-du-pape: Os vinhedos Papais da Côte du Rhône
Escrito por Adriana Miller

Bem, como era de se imaginar, prover para o Papa não é coisa fácil de ser feita. Afinal, o soberano da Igreja Católica não se contentaria com pouco…

E assim surgiu a “Appellation d’Origine Contrôlée (AOC)” Châteauneuf du Pape (que literalmente significa “o novo castelo do Papa”), uma espécie de sub-area especialista dentro dos limites da região dos vinhos da Côte du Rhône.

Durante o período Papal em Avignon, a região foi escolhida para a construção de um castelo de veraneio, onde o Papa pudesse se recolher durante os meses mais quentes. E com isso, surgiu a necessidade de uma produção de vinho de qualidade mais alta, já que na época os vinhos do vale do rio Rhône não eram considerados entre os melhores.

E como nenhuma viagem a Provence que se preze pode dispensar uma vinícola, não tivemos dúvida na hora de incluir um dia dedicado a essa cidadezinha, que produz um dos (tipos de) vinhos de maior qualidade da França.

O difícil foi decidir qual vinícola visitar, já que são cerca de 200 famílias centenárias com tradição de produção de vinho com selo de qualidade AOC de Châteauneuf – mas acabamos escolhendo a Domaine du Pegau, uma vinícola “boutique” de uma família que data de 1670!

(já tínhamos visitado vinículas “boutique” tanto no Chile quanto no Uruguai e sem duvida alguma a experiência é muito melhor do que vinícolas mais comerciais)

Porém só na geração atual é que a família Pegau começou a se profissionalizar e aumentar a produção, exportando seus vinhos pra mais de 50 paises (inclusive o Brasil).

O passeio foi super intimista – no final do tour pela vinícola, a degustação de vinhos da casa foi na cozinha da família!

Mas já que estávamos na cidade que produz um dos melhores vinhos do mundo, aproveitamos a oportunidade pra também visitar a adega Les Verger des Papes, que fica numa gruta cavada direto na pedra, bem aos pés do castelo Papal, que divide espaço com uma termas Romanas, e onde, durante o auge da cidade, eram armazenados os vinhos do castelo.

E como eles não são ligados a nenhuma família/vinícola em especial, pudemos provar vários tipos de vinho/vintage diferentes, além de receber uma baita aula sobre as regras e leis Francesas que regulamentam a produção de vinho (principalmente em áreas de Apellation de controle, como Châteauneuf).

E claro, você também pode usar a consultoria da degustação para escolher e comprar alguns vinhos.

Mas o melhor mesmo é que eles tem um restaurante bem em cima da gruta, super bem recomendado pelo Guia Michelin, que é uma mistura perfeita pra conhecer um pouco mais os diferentes sabores da Provence, e aprender a combinar diferentes tipos de vinhos, com diferentes pratos e temperos.

Então como era de se esperar, a cidade vive e respira vinho, com muitas outras lojas e adegas em cada esquina – e diga-se de passagem que a cidade é lindíssima!

P.S. Tanto a vinícola quanto a adega devem ser reservadas com antecedência.

 

Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, 34 anos, Carioca. Economista e profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Siga me!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categorias: Avignon, Châteauneuf du Pape, França, Provence, Viagens
8

8 Comentários em:
"Châteauneuf-du-pape: Os vinhedos Papais da Côte du Rhône"

  1. Cinira - 11/06/2013

    Oi Dri poderia me passar o seu itinerátio inteiro da Provence? grata

    • Adriana Miller - 11/06/2013

      O itinerário será publicado aqui no blog.

  2. Aline - 11/06/2013

    De ficar com água na boca!

  3. Maria augusta - 12/06/2013

    Oi Adriana,

    Acompanho você há 2’anos desde q viajei para o Egito e peguei suas dicas…
    Também estou com uma filhina de 6 meses e como era de se esperar estou acompanhando você com a sua filha viajando para todo lugar !
    Você nos inspira e deixa ver q realmente podemos continuar nossa vida de viagem mesmo com nossa filha! Parabens pelo blog e pela linda Isabela!

  4. [...] 4 Dia: Châteauneuf du Pape (fizemos o tour na vinícola pela manha e depois fizemos uma degustação numa adega e almoçamos [...]

  5. Lia - 08/09/2013

    Oi Dri,
    Por onde, qual site, é possivel fazer a reserva para visitaçao da vinícola e a degustaçao na adega?? Obrigada pela atençao.

    • Adriana Miller - 08/09/2013

      Oi Lia,
      Nos fizemos contato direto com a vinícola, por telefone.
      Eu inclui os sites e contatos em links no post, então você devera entrar em contato com eles diretamente.

  6. Renata - 07/07/2014

    Ola
    vou a Cote D´azur em setembro e como terei como base Nice e St Tropez estou buscando vinicolas nestas proximidades. Você conehece alguma que valha a pena um bate-volta?