07 Sep 2016
1 Comentário

W Hotel Barcelona

Barcelona, Dicas de Viagens, Espanha, Europa, Viagens pela Espanha

A decisão por um hotel em Barcelona não foi das mais fáceis… até o último minuto, não sabíamos quanto tempo iríamos querer ficar (ou precisar) ficar por lá…

Além disso, todas as minhas viagens anteriores a Barcelona, eu tinha me hospedado em albergues ou casa de amigos, e então não tinha nenhuma referência específica sobre hotéis na cidade. Eu sabia que queria ficar na região da Barceloneta e Port Veil, e queria evitar a todo Custo a La Rambla, Plaza Catalunya e Bairro Gótico (que são as regiões mais perigosas e velhas da cidade).

Então juntando os preços camaradas de baixa temporada, com uma reserva de última hora, nos decidimos pelo Hotel W Barcelona, e a decisão não poderia ter sido melhor.

Pra começar que eu sou super fan de toda rede W, e nunca me decepcionei com nenhum de seus hoteis. Apesar de que eles não tem um perfil muito “família” (é uma marca bem jovem, moderna e afins), sua filosofia “Whatever, Whenever” (“qualquer coisa, qualquer hora”) de cuidar dos hóspedes é incrível, e todas as vezes que me hospedei em um W com a Isabella a tiracolo, a viagem ficou ainda melhor! Eles fazem de tudo pra te acomodar, mesmo!

Ficamos hospedados num quarto com a vista do mediterrâneo, e aquela paredona de janela, bem de frente pra cama, era simplesmente sensacional!

Como era inverno, não conseguimos curtir as áreas externas do hotel, que incluem uma piscina com a vista da praia da Barceloneta (e acesso direto à praia – o único hotel em Barcelona com acesso direto!), e um rooftop bar no último andar do hotel que deve ter uma vista simplesmente espetacular!

O W Hotel também tem 4 restaurantes, com opções de tapas, internacional, lanches etc além de room service, o que acabou sendo ótimo para uma viagem com criança pequena, pois os horários das refeições na Espanha são muito diferentes da rotina da Isabella (na Espanha se come muito tarde, tanto no almoço quanto no jantar), então é sempre bom ficar num hotel que possa acomodar as suas necessidades acima de qualquer coisa!

 

W Barcelona

Plaça Rosa dels Vents, 1 – Passeig Joan de Borbo, Ciutat Vella, Barcelona, Spain

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

Adriana Miller
1 Comentário
21 Apr 2015
1 Comentário

W Hotel Sao Petersburgo

Dicas de Viagens, Europa, Russia, São Petersburgo

Uma de minhas redes preferidas de hoteis no mundo eh a rede W. Eles coneguem, com maestria, criar um ambiente super moderno e conteporaneo, mas sem ser frio. E ao mesmo tempo, um nivel de servicos excelente, onde o foco eh 100% no hospede.

Hotel Sao Petersburgo

Eu já tive o privilegio de me hospedar com o W Hotel em outras cidades, e ate já falei em mais detalhes sobre o programa e “filosofia” de concierge e servico de atendimento que eles empregam: o “Whatever, Whenever”, que se traduz como “qualquer coisa, qualquer lugar”.

 

E todos os funcionarios de qualquer W Hotel do mundo leva isso super a serio.

Quando me hospedei no W de Paris, estava gravida e morrendo de fome (o tempo todo, eh claro!). Um dia a noite pedi uma pizza de room sevice e falei brincando que a pizza era pequena demais pra suprir minha fome de “comendo por dois” – na mesma hora o garcon ofereceu pra levar a pizza de volta e pedir pro chef preparar uma num tamanho maior!

Tive que esperar um pouco mais pra finalmente comer a pizza, mas em compensacao, não fui dormir com fome!

Ou quando nos hospedamos no W de Seoul, na Coreia. Apesar de não ser uma hotel “de familia” no sentido de não ser a rede classica em que as pessoas pensam em viajar com filhos pequenos, resolvemos nos hospedar la assim mesmo, e eles se desdobraram pra nos fazer sentir em casa, e praticamente se “transformaram” num hotel para fmailias so para nos atender.

Como um kit higiene e brinquedos para a Isabella já nos esperando no quarto, cadeirao de bebe na nossa mesa no café da manha, e ate mesmo a sugestao de agencias de baby sitters treinadas pelo W hotel, com Ingles fluente caso precisassemos de uma ajuda (e ate ofereceram encontrar alguma baba em Seoul que falasse Portugues! Não sei se eles iam encontrar, mas se essa pessoa existe na Coreia, tenho certeza que a equipo do W encontraria!).

Hotel Sao Petersburgo

Dica importante: levar o nome e endereco do hotel no alfabeto Cirilico, ja que pouca gente na Russia le o nosso alfabeto.

Entao quando planejamos a viagem para a Sao Petersburgo, na Russia, o W hotel foi a escolha obvia (e na verdade foi o catalizador da viagem, depois que eu achei uma promocao do W St Petersbug on line bem na semana da pascoa!).

O W St Petersburgo segue a imagem da rede, bem moderno, porem aconchegante; funcionarios de ingles perfeito e muito, muito simpaticos.

Alem disso, a localizacao no poderia ser melhor – a 3 quarteiroes do Hermitage e Palacio de inverno, 2 quarteiroes da Nevisky Prophet (avenida principal da cidade), e a 1 quarteira da Catdetral St Isaac.

Entao fizemos tudo, tudo a pe pela cidade, e com a Isabella sempre a tiracolo!

Confesso que um dos meus receios era usar o transporte publico por la – apesar de que o metro de St Petersburgo tem a mesma fama de ser lindo, tanto quanto o metro de Moscou, justamente por já conhecer o metro de Moscou, não estava a fim de ter que enfrentar as escadarias sem fim e trens apertadinhos com um carrinho de bebe.

E se não pudessemos usar o transporte publico, entao provavelmente teriamos ter que pegar taxis, e eu so tive pessimas experiencias ao tentar pegar taxi de rua na Russia, entao seria a ultima, ultima opcao. (os taxistas não falam NADA de Ingles nem nenhum outra lingua, não conseguem ler enderecos que não estejam em Cirilico, entao eh bem dificil conseguir se comunicar numa situacao espontanea de “pega um taxi” e vamos, sabe?).

Entao estar TAO bem localizada foi essencial, pois não usamos nenhum transporte publico na viagem toda, e so usamos taxi para ir e voltar do aeroporto, e quando fomos ao Palacio Peterhof, cujo taxista foi organizado pelo W Hotel, tanto na ida quanto na volta, e uma das recepcionistas do hotel ainda ficou com a gente no telefone o tempo todo enquanto esperavamos o taxista que foi nos buscar na volta pra cidade, ara servir de tradutora e mediadora!

Outra coisa que adorei no hotel foi o restaurante, que não so servia um café da manha maravilhoso, mas ainda serve almoco e jantar com uma comida Russa (ou internacional) maravilhosa!

Acabamos comendo la duas vezes, porque realmente a comida era muito boa!

Mas como comer em hotel eh sempre mais caro, na parte da manha eles tambem oferecem um servico gratuito de “take away”, e caso voce não queira comer o buffet completo, pode passar no bar da recepcao se servir na maquina de café (pra viagem), com opcoes de frutas, iogurtes e croissants, totalmente gratuitos!

E para completar, o W St ptersburgo ainda tem um bar na cobertura com uma vista maravilhosa da cidade!

Demos azar de não ter pego o bar aberto, por ser baixa temporada e por temos pego um tempinho bem ruim por la, mas como queriamos conhecer mesmo assim e tirar umas fotos la de cima, uma das gerentes do hotel abriu o bar pra gente um dia a tarde, e tivemos o terraco todo pra uma secao particular!

Entao pra quem for a Sao Petersburgo numa epoca de clima bom e verao, o bar da cobertura do W eh parade obrigatorai, mesmo se voce nao estiver hospedado por la! Deve ser o maximo!

 

W Hotel St Pertersburg

Voznesensky Prospekt 6,

Admiralteyskiy district,

190000 Saint Petersburg, Russia

Planejando uma viagem para Rússia?

Aqui você encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes práticos para você:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
1 Comentário
27 Oct 2014
7 comentários

W Hotel Seoul

Coreia do Sul, Dicas de Viagens, Seul

Depois do sufoco que passamos no hotel de Kyoto, chegar no W Hotel de Seoul, na Coreia do Sul, foi o melhor premio possivel! Pra começar que a cidade como um todo já parece fazer parte de outra galacia, e o hotel foi a adição perfeita nessa vibe futurista na nossa (breve) passagem pela cidade.

Os hoteis W são sempre uma decisão certeira ao redor do mundo: confortáveis, modernos e estilosos, mas que tem um principio inconfundível: o hospede acima de tudo!

untitled (263 of 301)

Confesso que estava meio na duvida de como seria ficar num hotel tão moderno e “jovem” com uma criança pequena… Sabe essas duvidas de pais viajando com crianças? Será que vao nos olhar torto? Sera que terao berço, cadeirao, etc. E se ela chorar? Os outros hospedes vao reclamar…?

Mas nao tem nada melhor no mundo do que estar errada nessas horas! Desde o momento que pisamos no saguao do hotel, os funcionarios foram super atenciosos, ja tinhamos um bercinho e brinquedinhos esperando por ela no quarto (eu sempre aviso que precisarei de um berco na hora da reserva) e um interminavel “qualquer coisa, eh so pedir!”.

Todas as manhas a Isabella era a sensacao dos funcionarios, e o show de simpatia era de dar gosto! Nao so com ela, claro, mas em tudo.

O nivel de Ingles do funcionarios era incrivel, e sem duvidas o melhor que ja vimos na Asia (todos eram fluentissimos e sem sotaque praticamente!), e todas as informacoes eram mastigadinhas. Sabe quando voce vai na recepcao do hotel e pede um mapa? (eu sempre peco um mapa de papel!)

No W nao so eles te davam varios mapas, mas tambem ligavam para os lugares pra confirmar horario de abertura, nos davam bilhetinhos com descricao passo a passo de como usar o metro, chegar no lugar X, o que fazer e onde comer em casa bairro.

E isso eh uma das coisas mais legais de todos os Ws que ja me hospedei: apesar do luxo 5 estrelas da rede, todos os funcionarios te tratam como aquele seu amigo super cool que sabe de todas as boas, sabe? Em momento algum rola um esnobismo ou “corporativismo” que as vezes vemos em outros hoteis.

untitled (251 of 301)

E no andar 9′ esta o Away, o spa do W com um complexo de piscinas em estilo Japones (ou seja, todo mundo peladao), saunas, academia e varias salas de tratamento – entao eh claro que para finalizar nossa maratona Asiatica, no ultimo dia da viagem passei hoooras fazendo massagens e na sauna no spa, pra relxar toda andanca dos 13 dias anteriores!

E pra completar o complexo “Walkerhill” (bairro onde esta o W Hotel), ele divide porta a porta com um Sheraton, com um shopping e complexo de entretenimento separando os dois, com cassino, restaurantes, bares e muitas lojas tax free (todos os dias chegavam onibus e mais onibus de turistas pra fazer compras nas lojinhas free shop do hotel!).

O unico problema do hotel eh que ele nao eh super central nao, muito pelo contrario. Walkerhill eh um bairro residencial nobre no leste da cidade, com muitos parques e jardins, mas todos os dias tinhamos que pegar o onibus do hotel que nos levava ate a estacao de metro, e ai sim comecava nosso dia (o proprio hotel organiza esse shuttle que para na porta a cada 10 minutos, e a viagem ate a estacao demora mais 5 minutos, entao nao eh o fim do mundo).

W Hotel Seoul

177 Walkerhill-Ro Gwangjang-Dong, Gwangjin-Gu, Gwangjin-Gu, Seoul

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
7 comentários