29 Mar 2011
40 comentários

Monaco e a Cote d’Azur

Dicas de Viagens, Monaco, Nice

A primavera é uma época ótima pra viajar pra Cote d’Azur, no sul da França. O clima já não esta frio, o sol é (quase) certeza de dar as graças e os jardins ficam impossivelmente floridos!

Por outro lado, ainda não rola nem praia nem as festas ultra badaladas – mas é por isso mesmo que a Primavera é também a época mais “em conta” de viajar por lá – com parte das vantagens da baixa temporada (principalmente preços) e as vantagens da alta temporada (clima).

Então esse fim de semana, fui com a Tati para Nice no sul da França, e aproveitamos pra dar uma esticadinha em Monaco.

 

Acabou que nossa viagem se concentrou apenas em Monaco, apesar de estarmos hospedadas em Nice, pois no domingo o tempo ficou tão horrível e choveu tanto, que não conseguimos fazer absolutamente NADA em NIce (nem saímos do hotel…).

Mas tudo bem, pois nossa intenção era mesmo viajar pra Monaco, e Nice seria o bônus (também tínhamos intenção de ir a Cannes, mas a chuva torrencial-tropical arrasou nossos planos).

Mas em compensação o dia que passamos em Monaco foi sensacional!!!

É até difícil de acreditar que Monaco é um pais autônomo, e apesar de não ser 100% uma Monarquia, esse principado, que é o segundo menor pais da Europa (só perde pro Vaticano) tem uma das famílias reais mais famosas e badaladas do mundo!

Quem não conhece (ou no meu caso, idolatra) a Princesa Grace Kelly de Monaco, e consequentemente, sua família polemica?

Monaco, apesar de minúsculo (de uma ponta do pais, você ve o final e a fronteira com a França… São apenas 2 quilômetros quadrados!) tem uma composição política, social e urbana “normal”, e me surpreendi em ver que mesmo num pais tão pequeno, Monaco ainda tem cidades semi-independentes e com características próprias.

A mais famosa das cidade de Monaco é Monte-Carlo, que é a epítome do glamour Europeu e tem e oferece tudo que todo milionário e aspirante a socialite gostaria de ser/ter.

Mas além de Monte-Carlo, Monaco ainda é dividida entre os destritos de Fonteville no extremo oeste do pais, o “centro” La Condamine, onde fica o principal porto do pais, a praia Larvotto, e a “cidade” original Monaco Ville, no alto da montanha, onde fica o palacio Real.

Mas a parte principal do pais realmente é Monte-Carlo, que apesar da “cidade” toda não passar de uma praça, é ali que fica o Casino de Monte-Carlo, um dos mais antigos do mundo (abriu suas portas pela primeira vez em 1860 e nunca mais fechou), e consegue por si só resumir tudo que eu sempre imaginei sobre Monaco!

O casino é um complexo de edifícios “arquiteturamente” divinos, e que são perfeitamente complementados pelos jardins floridos, as fontes e chafarizes dançantes e a multidão de pessoas cobertas de designer labels dos pés a cabeça, e a maior concentração de carros de luxo do mundo.

E isso merece uma descrição especial! Porque quando eu li no guia que Monaco tinha a maior concentração de Ferraris e carros de luxo, per capita, do planeta, eu realmente achei que fosse um exagero.

Mas acreditem, não é.

As ferraris estão em todos os cantos, e mesmo quando nos as vemos, é impossível não ouvir e reconhecer os motores explosivos!

Logo nos primeiros minutos do passeio já vimos dezenas de Ferraris, e chegamos num ponto ao longo do dia que perdemos a conta de quantas vimos (esse foi o “jogo” do dia… contar carros de luxo), e acho que depois da Ferrari numero 17, passamos a contar por cores: 3 Brancas, 5 vermelhas, 8 pretas, 2 prateadas, etc…

Sem contar nos Bentleys, Porches, Corvettes, Rolls-Royces e afins.

Afinal não é qualquer pais do mundo que tem o luxo de ter uma frota de taxis 100% composta por Mercedes e BMWs…

É um mundo totalmente paralelo, um outro universo onde eu, você, você e você não fazemos parte, e muito menos entendemos como funciona.

Mas num pais que tem o maior capital per capita do mundo, diferenças sociais virtualmente inexistentes e ainda atrai bilhardarios do mundo todo com suas promessas de vantagens fiscais e opulência, realmente não dava pra ser diferente.

E isso sem falar de ter algumas das melhores estradas do planeta: não esqueça que o pais todo é um dos principais circuitos de Formula 1 do mundo!

E até mesmo o casino de Monte-Carlo é um outro nível de todos os outros casino do mundo. Não importa o quanto Las Vegas tente, e quantos bilhões de dólares sejam gastos na Strip, nenhum deles é como Monte-Carlo.

O casino é pequeno e exclusivo, e apesar de ser “aberto” ao publico, os mínimos por aposta são altíssimos (nada dessa historia de passar a tarde toda apostando $5 por rodada no Blackjack!), e para sequer entrar no salão principal de apostas é necessário estar vestido formalmente: terno e gravata para homens e smart casual para mulheres!

Mas para entreter os turistas e pessoas “comuns”, um dos prédios que fazem parte do complexo, o Cafe de Paris, recentemente inaugurou o Casino de Paris, que tem uma vibre mais Las Vegas, com luzes de néon e joguinhos de slot com apostas começando nos poucos Euros.

Outra parte histórica do Casino é a Opera de Monaco (projetada por Charles Garnier, o mesmo arquiteto que construiu a Opera de Paris), que servem de pano de fundo perfeito para a área de compras mais badalada da cidade, com cada centímetro da calçada entre o Cafe de Paris e Hotel Hermitage disputadas centímetro a centímetro por designers e marcas internacionais como se não houvesse amanhã! (Fast fashion?! Só vimos uma única Zara, e mesmo assim bem diferente das outras lojas da rede que vemos pela Europa…).

Então não é atoa que apesar de ser um dos menores países do mundo, Monaco já foi escolhido como fundo cenografico de dezenas de filmes internacionais e Hollywoodianos que tentam canalizar essa aura de glamour e dinheiro tradicional. Na lista de blockbusters estão títulos como James Bond (tanto Golden Eye quanto Never Say Never Again), Rebecca de Hitchcock e How to Catch a Thief com a própria Grace Kelly, entre muitos outros.

Em termos mais práticos, o Euro é a moeda oficial de Monaco, mas não vimos um único caixa eletrônico na cidade (apenas filias de bancos de investimento e “Wealth Management”), e andar pela cidade é facílimo, como dá pra imaginar (afinal, são apenas 2km quadrados!). E mesmo sendo um pais tão pequenininho, o sistema de transporte publico é bem eficiente, e são uma mão na roda, pois apesar de pequeno, Monaco é um emaranhado de subidas, descidas e ruas/estradas com carros de luxo correndo e ultrapassando os limites de velocidade!

Então você pode comprar um passe unitário de ônibus por 1 Euro, ou o passe diário, que custa 4 Euros.

Pra chegar em Monaco também é igualmente facílimo! Apesar de nao ter um aeroporto próprio, Monaco fica a apenas meia hora do Aeroporto de Nice, e dá pra chegar na estação central de Monaco no ônibus que sai diretamente do aeroporto, ou de trem saindo de Nice (e demora apenas cerca de 20 minutos).

 

 

 

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella e do Oliver.
Atualmente morando em Denver, Colorado, nos EUA, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
40 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
40 comentários
  1. Quando fomos para Marseille na França, queria muito ter dado uma esticadinha em Monaco, mas também choveu muito, tinhamos um dia só para ir e voltar e um voo as 6 da manhã no dia seguinte, então desistimos.
    Mas eu amooooo Monaco, lembro tanto do Senna por lá. Ah.. e minhas filhas seriam Caroline e Stephanie, mas só tive meninos.. :) Então minha sobrinha se chama Stephanie…
    Babei agora… muito, muito mesmo! ;)
    E o Nick está aqui do meu lado dizendo, mãe que lugar é esse cheio de Ferraris, quero ir lá! hahah

    Responder
    • Adriana - 29/03/11 - 20h51

      Hahah! Que comedia!
      Eu lembrei de fazer um filminho por lá e dá pra ver bem como é incrivel q quantidade de Ferraris!

      Mas ir a Monaco tambem foi um sonho pra mim!!

      Responder
      • Camila Navarro - 09/04/11 - 02h10

        Lendo essa história agora me lembrei que minha mãe sempre me contou que eu quase me chamei Stephanie… E sim, minha irmã mais velha se chama Caroline. ;-)

        Responder
  2. ana - 30/03/11 - 00h22

    oi adriana!
    vc lembra quanto custa a passagem de onibus do aeroporto ate la e/ou preco da passagem do trem de nice para Monaco?
    vc nao viu caixas eletronicos / ATM na rua? como faz para sacar dinheiro la??
    beijos e obrigada

    Responder
    • Adriana - 30/03/11 - 09h35

      Do aeroporto ate Nice, o onibus custou 4 Euros, e dava direito a usar todo sistema de transporte de Nice o dia todo. Nao sei to custaria bus direto pra monaco mas imagino que seja mais ou menos a mesma coisa.
      Ja o trem de Nice a MOnaco custou 7 Euros (ida e volta).

      Pois eh, nao vimos nenhum ATM, e foi um sufoco!
      Por sorte tinhamos Euros suficentes pra pagar onibus e tals, mas o resto tivemos que pagar tudo com cartao de debito, poi nao conseguimos tirar dinheiro o dia todo! Entao o jeito eh jah chegar la com Euros em dinheiro vivo!

      Responder
  3. Ana Carolina - 30/03/11 - 00h28

    Oii, Adriana!
    Adorei o post como sempre..
    E caramba, quando vi que você escreveu que Monaco tinha dois quilometros quadrados achei que você tinha se confundido, mas não! São dois km² mesmo!!!! Que engraçado, é muuuito pequeno..
    Mas tem o tamanho suficiente pra me deixar morrendo de vontade de visitá-lo.. Amei!!
    E por falar no que amei, gostei muito da sua bolsa tb! Passei metade da leitura babando na paisagem, e metade na bolsa! hahaha
    Beeeijos!

    Responder
  4. Thay - 30/03/11 - 01h06

    Adriana, primeira vez que entro no blog, adorei!
    Parabéns, o blog é ótimo e você escreve muito bem!
    Vou passar em Monaco em junho, nos programamos para passar um dia, ficaremos em Nice como você… Você ficou um dia inteiro só tbm? Achou suficiente?
    Obrigada!
    Beijos

    Responder
    • Adriana - 30/03/11 - 09h28

      Teoricamente o pais eh tao pequeno que em duas horas voce consegue fazer tudo, entao um dia eh sficiente sim.
      Mas por outro lado, eu preferirira ter ficado hospedada em Monaco mesmo e ter tido mais tempo pra “viver” e aproveitar a cidade. Quando voltar, acho que um fim de seana inteiro seria o minimo!

      Responder
  5. Bianca - 30/03/11 - 01h50

    Oi Dri!
    Também não sabia que Monaco era tão pequeno assim, mas é lindo! As fotos estão lindas, como sempre! Aliás, tenho reparado esse “efeito” em algumas fotos, mas não sei qual é… como você faz para deixar o segundo plano ou vice-versa desfocado (como está na foto com as flores amarelas em frente ao Palácio Real, eu acho)? Há pouco tempo comprei uma DCSHX1, mas ainda não sei usar todos os seus recuros, então fiquei na dúvida se o recurso é da própria câmera ou do computador… E aí, me ajuda?
    Parabéns pelos posts!
    Bianca

    Responder
    • Adriana - 30/03/11 - 09h26

      Na verdade esse “efeito” nao eh nem da camera nem do computaador, e sim da lente – qualquer DSLR que tenha uma lente com abertura boa ou media consegue fazer esse efeito de fundo “desfocado”.
      Eh na verdade um contraste entre dar foco manual em algum ponto da composicao, e reduzir a abertura da lente o maximo que sua camera permitir (no caso da HX1 so conseguimos diminuir a abertura da lente ate 2.8), e isso cria esse efeito.
      Ate cameras mais compactas conseguem fazer o memso, dese que tenham a opcao de foco manual.

      Responder
      • Cristiana - 03/04/11 - 22h16

        Entrei aqui justamente pra perguntar se vc continua usando sua HX1. Tava querendo comprar uma câmara nova e suas fotos ficam lindas!!!

        Responder
        • Adriana - 04/04/11 - 10h10

          Sim! Amo minha HX1!

          Responder
  6. Americo Luz - 30/03/11 - 08h21

    Dri,

    Concordo que a primavera é a melhor estação, mas recomendo a visita para maio e junho, porque continua barato e dá para encarar a praia (com sorte fim de abril também). Só é preciso ter um pequeno cuidado com maio. No meio do mês 2 grandes eventos sacodem a região e tornam tudo tão caro quanto no verão: o Festival de Cinema de Cannes e o GP de Mônaco. Se for impossível ir nestas datas, recomendo também o mês de setembro.

    Enquanto vocês estiveram aqui, a praia estava impraticável, mas as estações de esqui estavam em pleno funcionamento. Quem quiser ir precisa pegar um ônibus e Nice que leva cerca de 1h30 a 2h para ir a Valberg, Auron e Isola 2000.

    Bjs,
    Américo.

    Responder
    • Adriana - 30/03/11 - 09h22

      Sem falar que tenho que voltar com calma pra conseguir visitar vcs!

      Responder
      • Americo Luz - 30/03/11 - 14h41

        Com certeza, embora este fim de semana tb não tenha sido fácil para nós. a pequena Maria nos deu um susto semana passada e passou 2 dias internada no hospital. Fica para outra…

        Vale dizer também que uma viagem à Côte d’Azur só pode ser plenamente aproveitada com um carro alugado. Várias das pérolas da região como as cidades de medievais de Éze e Saint Paul de Vence não são bem acessíveis de transporte público. Além disso, as melhores praias também são mais viáveis de carro. Caso contrário, se encara uma daquelas faixas de areia altamente disputada ou encarecida pelas famosas praias fechadas da região. Só para dar um exemplo, não se chega no Cap d’Antibes de trem.

        Não é à toa que o povo da minha área é conhecido em toda a França por só andar de carro.

        Responder
  7. tukinha - 30/03/11 - 12h53

    Dri, qual câmera você usa?
    Estou querendo comprar uma câmera que bata fotos em panorama.
    Já pensasse em fazer um post só sobre câmeras?

    Adoro suas fotos!
    Beijos, tukinha

    Responder
    • Adriana - 30/03/11 - 13h48

      Oi Tukinha,
      Na verdade ja fiz alguns posts sobre camera – aque uso atualmente eh a Sony HX1 e acho oooootima! Ja recomendei pra um monte de gente aqui no blog!
      Mas estou memso pensando em fazer uns posts sobre “tecnicas” de fotografia em viagens (nao que eu seja uma expert, mas enfim, adoro fotografia!).

      Responder
      • Bianca - 30/03/11 - 17h19

        Dri,
        Acho essa ideia sensacional! Com certeza eu e muitos leitores do blog irão adorar e aproveitar as suas dicas… Suas fotos são lindas e ia ser o máximo aprender um pouquinho das suas técnicas. Pense com carinho!
        Obrigada pela dica da lente… ainda estou aprendendo a usar a câmera, rs.
        Bianca

        Responder
  8. tukinha - 30/03/11 - 20h04

    Dri, vou adorar se você fizer um post com suas técnicas de fotografia!!
    Beijos, tukinha

    Responder
  9. Elaine - 31/03/11 - 18h03

    Concordo em genero numero e grau com as meninas acima… adoroooooo suas fotos… e essas fotos de Monaco e Nice estão “hors concours”, essa da taça de vinho… UAU amei… estou esperando o post sobre as dicas tecnicas… vc e seu marido fotogram muitíssimo bem… AMO toda essa combinação VIAGENS/FOTOS/CULTURA enfim… e vc tem um ponto de vista bem impar q faz com que nós seguidoras fiquem cada vez mais com vontade de conhecer esses lugares por onde vc já esteve…

    Responder
  10. Isabel O., Portugal - 01/04/11 - 16h20

    O clima faz muito pelas viagens. Estou convencida que, se estivesse bom tempo em Nice, a sua opinião teria sido outra. Eu conheço os dois lugares e, por comparação, tenho a melhor das opiniões de Nice, sobretudo a zona velha. Acho Mónaco intessante, até do ponto de vista sociológico, mas uma terra um bocado ostensiva e artificial e penso sempre nos americanos e europeus que fogem aos seus impostos para ir esbanjar para ali.

    Responder
  11. aline - 14/04/11 - 10h44

    Oi Dri, tava viajando de ferias e estou colocando os seus posts em dia, entao so agora vi o de Monaco. A cidade eh msm um charme, nos tb contamos os carros de luxo hahahahahahah. Aa homarada fica doida c essa cidade. Mas uma boa dica tb eh o museu oceanografico. Vale o passeio. Bjs

    Responder
  12. Fernanda - 26/04/11 - 19h48

    Oii Adriana!! Sigo seus blogs ha um tempãooo e adoro todos seus posts, parabéns viu?
    E também te agradeço pois o drieverywhere tem ajudado E MUITO com nossa viajem em dezembro, que a princípio seria Barcelona, Paris, Bern, Firenze e Roma. O maridão queria porque queria ir pra Mônaco, mas acabei convencendo o coitado a deixar pra próxima.. Como não tinha visto Mônaco no mapa das rotas de trem, achei que seria muito empenho pra pouco tempo. Mas vejo que me enganei né?! Vou alterar jááá o roteiro para Barcelona-Nice!! hehe
    Adriana, sei que já escrevi horrores, mas eu to em dúvida com relação aos trens.. Será que vale a pena eu comprar o passe da Eurail? Ou é melhor ir comprando em cada destino?
    Muito obrigada mesmoooo! Beijão querida

    Responder
  13. Paulo - 21/05/11 - 23h44

    Olá Adriana.
    Gostei muito dos seus posts, parabéns pelas fotos e informações.

    Estou pensando em fazer uma viagem nas próximas semanas com o seguinte roteiro:

    Barcelona/Montpellier/Provence/Cannes/Mônaco e Nice e depois retornar a Barcelona.

    Penso em fazer isso de carro. Você acha esse roteiro legal? Há algum local que você cortaria ou adicionaria ao roteiro?

    É indicado fazer essa viagem de carro alugado? Será que as estradas são boas?

    Tenho alguma preocupações com isso pois minha esposa está grávida e não quero fazer nada muito forçado e só tenho 10 dias para fazer esse roteiro.

    Se puder me ajudar agradeço muito.

    Parabéns pelo site.

    Paulo

    Responder
  14. Paris: Kong Restaurant - 21/06/11 - 21h18

    […] copo fui de rosé Côte de Provence (que viciei desda viagem a Monaco) e no prato os noodles “Uddon” com molho de ostras e […]

    Responder
  15. […] Garcia, que entre muitos outros trabalhos high profile, assinou a reforma do Hotel Metropole em Monte Carlo e o restaurante Spice Market en NY e […]

    Responder
  16. Valdizar - 29/06/12 - 03h13

    Olá Adriana,Gostaria que você me orientasse qt5o a minha viagem à Nice e Mônaco. Será que 2 dias em Nice e 2 em Mõnaco dá para conhecer as 2 cidades ? Se ficar só em Nice dá para ir e voltar a Mônaco de trem tranquilamente ? O deslocamento é fácil, não quero alugar carro, prefiro pegar táxi, são caros ?

    Responder
    • Adriana Miller - 29/06/12 - 06h56

      Sim, o trem entre NIce e MOnaco demora apenas 20 minutos e circulam com frequencia o dia todo, e custam cerca de 5 Euros.
      Taxis já são mais caros, e portanto não acho que valham a pena.

      Responder
  17. alexandra - 28/09/12 - 22h51

    Oi Adriana, tudo bem? estou indo para nice amanha e fico uma semana completa lá. como seria o clima lá para essa epoca? que devo levar? ayudame!!! obrigadaaaa, muito lindas as fotos

    Responder
  18. Alexandra Reis - 29/09/12 - 00h40

    Oi Adriana,

    o clima de outubro agora no inicio do mes é muito frio?
    to indo amanha…
    quero saber que tipo de roupa levar…
    obrigada

    Responder
    • Adriana Miller - 29/09/12 - 06h53

      Provavelmente sim – melhor consultar sites de metereologia…

      Responder
  19. […] Em Marco foi a vez das meninas, e deixei o marido em casa pra viajar com a melhor amiga para Monaco! […]

    Responder
  20. Juliana P. Galvao - 08/03/13 - 20h30

    Dri,
    Eu sei que são direções diferentes, mas daria para fazer em 01 dia Monaco e Cannes? A base seria Nice.

    Responder
    • Adriana Miller - 08/03/13 - 20h56

      Nao da nao… As duas cidades ficam afastadas, em direções diferentes e sem transporte direto. Voce nao vai conseguir conhecer nem aproveitar nenhuma das dias e vai passar o dia todo na correria de trem, ônibus, etc.
      Se tiver que escolher entre as duas, eu ficaria com Mônaco.

      Responder
  21. Natália - 04/12/13 - 20h11

    Adriana, infelizmente várias fotos de 2011 para trás não aparecem quando acesso o blog. será que isso está acontecendo só comigo? =/

    Responder
    • Adriana Miller - 05/12/13 - 09h43

      Oi Natalia,
      Isso esta acontecendo com todo mundo pois o servidor que hospeda as fotos esta fazendo um upgrade na base de dados e varias fotos estao fora do ar por causa disso.
      Esta demorando seculos, e desde o inicio do ano as fotos estao com muito problemas!
      Mas espero que eles resolvam logo! :-(

      Responder
  22. […] esta junto dos enfeites de Monaco e Las […]

    Responder
  23. CRISTIANE - 18/04/15 - 13h27

    Dri, consigo fazer uma escova em Monte Carlo? Terei que ir a um jantar. Existem salões de beleza nas ruas? Obrigada.

    Responder
  24. Paula - 10/07/15 - 13h30

    Dri, você falou que não viu fast fashion, e fast food? :P Vou estar por perto em outubro e queria dar um pulo em Monaco pra conhecer, um bate e volta mesmo. Mas os restaurantes também são só pros donos das ferraris? Hahaha

    Responder
    • Adriana Miller - 10/07/15 - 14h56

      OLha nao sei se seria so pros donos das Ferrarias, ma bem por ai viu!
      Ate tem um ou outro restaurant mais “normal”, mas nao eh o tipo de lugar que da pra ir achando que vai economizar. Tem que ir com a cabeca e a carteira abertas! hahahaha
      Nao eh exatamente um lugar de mochileiros!
      (que nao significa que nao de pra fazer, se voce vai fazer um bate volta, por exemplo, pode levar um lance ou sanduiche na bolsa pra comer la, por exemplo, ou coisas desse tipo.)

      Responder