20 Dec 2011
35 comentários

Planejando sua viagem: Por onde comecar?

Dicas (Praticas!) de Viagem, Dicas de Viagens

Eu ja comentei aqui no blog outras vezes como me divirto planejando minhas viagens, e realmente acho que planejar e pensar em cada detalhe eh (quase) tao divertido quando a viagem em si!

Tem gente que gosta de videogame, tem quem goste de gibi, e muita gente mata algumas horas por dia assistindo novela. Eu? Eu gosto de planejar viagens – mesmo aquelas que nao tem a menor chance de sair dos sonhos nem tao cedo!

Entao a qualquer momento, te garanto que eu estou planejando umas 3 ou 4 viagens ao mesmo tempo. Digamos 1 ou duas talvez sejam reais, enquanto que as outras sao desejos futuros, ou apenas uma sondagem sobre a viabilidade de uma viagem.

E o planejamento, alem de divertido tambem deveria sempre ser encarado como a alma de qualquer viagem. Quanto mais e melhor voce pensar sobre as possibilidades e planejar uma viagem, melhores serao as chances dela dar certo. Porque? Porque so assim vc sabera qual a melhor epoca do ano pra viajar, qual melhor area pra se hospedar, quanto tempo deveria passar em cada destino e quanto voce vai gastar em determinado lugar.

Entao as vezes me perguntam: por onde comecar? Como eu planejo determinadas viagens? Quais criterios pra escolher o lugar X e nao o Y?

Os principais fatores sempre sao, e sempre serao duas coisas muitos simples: tempo e dinheiro.

Infelizmente nao tenho recursos infinitos de nenhum dos dois, entao tenho que sempre analisar cada possibilidade de acordo com a abundancia (ou falta de) de cada um. Quanto tempo eu tenho disponivel pra minha viagem, versus quanto tempo eu preciso pra viajar ate tal lugar e quanto tempo preciso ficar por la pra valer a pena.

E quanto custa pra chegar e ficar em tal lugar, versus quanto eu quero/tenho/estou disposta a gastar em tal lugar.

Dois exemplos simples: meu sonho eh fazer a viagem Trans-Mongoliana de trem, porem nao tenho Tempo pra passar quase 1 mes cruzando o planeta dentro de trem. E adoraria conhecer o Japao, mas eh uma viagem cara de se fazer. Entao ambos sonhos sao constantemente adiados em prol de outras oportunidades que oferecem melhor custo-beneficio em determinado momento.

Entao eu vou fazendo minhas listinhas dos lugares que gostaria de ir, digamos, ano que vem. Penso nas possiveis viagens de fim de semana e feriados prolongados. Penso tambem nos dias disponiveis de ferias, e outras viagens mais longuinhas, e talvez ate uma viagem maior durante o ano (eu pessoalmente prefiro fazer varias viagens curtas pinga-pinga ao longo do ano, e viajar mais, doque tirar um mes inteiro de uma vez soh e depois ter que esperar mais um ano inteiro pra sair de ferias de novo!) alem das visitas anuais pra visitar nossas familias (ja que ambos temos familias morando longe).

Ai as ideias vao surgindo e vamos debatendo orcamento, preferencias e fazendo uma sondagem generalizada.

O primeiro passo geralmente eh olhar passagens aleatorias em sites de busca, como Expedia.co.uk, Lastminute.com, Opodo.co.uk pra ter uma ideia de qual seria o gasto minimo de determinada viagem.

Geralmente no nosso caso, o preco da passagem eh um dos principais fatores determinantes, e se de cara soh pra chegar a tal lugar ja estouramos o orcamento, entao geralmente desconsideramos aquela opcao no ato. (ou vamos nos planejando – tempo de ferias E dinheiro – pra fazer tal viagem no ano seguinte, ou num determinado periodo de tempo, como foi o caso da nossa viagem a Tanzania, por exemplo).

Um exemplo eh uma viagem pra Patagonia que ambos sonhamos a anos. Infelizmente pra chegar ate o sul da Argentina a partir de Londres eh carrissimo, sem falar que demora mais tempo que chegar na Australia praticamente. Entao juntando o preco exorbitante + tempo demais em deslocamento, sempre acabamos deixando pra depois.

Quando entao decidimos que o preco da passagem pra determinado lugar eh razoavel, e que portanto a viagem seria viavel, entao comeco a olhar outros fatores, como precos de diarias de hoteis em sites de busca como booking.com, hotels.com e hostelworld.com.

E isso da mais uma indicacao do custo generalizado da viagem. Se as diarias sao carissimas, entao sabemos que a viagem devera ser bem curtinha. E se for um pouco mais barata, podemos ficar mais tempo. Ou seja, destinos como Egito e India sao super em conta, e entao da pra ficar masi tempo sem problemas. Ja destinos como Suica e Noruega, geralmente limitamos nossa estadia a um par de noites no maximo.

Um bom exemplo foi a viagem pra Islandia que fizemos esse ano. A passagem estava barata, mas a hospedagem era carissima e escassa. Portanto uma viagem longa seria impraticavel por la, mas ao fazer um pouco mais de pesquisa, decidimos alugar uma caravana, e assim juntamos o custo de um carro + hotel no mesmo item, oque barateou a viagem o suficiente!

Minha "Colecao" de guias de viagem.

O segundo passo geralmente eh a pesquisa sobre a viagem propriamente dita. Antes de comprar passagem e reservar hoteis, gosto de saber oque tem pra fazer em determinado lugar, as opcoes de transporte, os custos de atracoes e alimentacao, por exemplo e a viabilidade generalizada da viagem – que determina por exemplo, quantos dias precisamos passar em tal lugar.

E pra isso, apesar de sempre ler muitos blogs e  sites de reviews e tal, nada se comprar a um bom e velho guia de viagem!

As opcoes sao muitas, e acho que cada publicacao atende a uma necessidade especial, um tipo de viagem/viajante diferente.

Para viagens mais complexas eu gosto muito do Lonely Planet, que eh um guia bem pratico, que vai direto ao ponto e tem todo um approach e linguagem que eu gosto bastante, pois eh escrito por e para viajantes independentes. Para nossa viagem pra Asia por exemplo ele foi minha biblia e nao tomei decisao nenhuma antes de consultar o Lonely Planet.

Decisoes como: quanto tempo ficar em cada lugar, as principais atividades, a “navegacao” dentro da cidade e as atracoes em volta, dicas praticas sobre cambio, transporte, furadas e roubadas e afins.

Quando fomos pra Tailandia ha uns anos atras o Lonely Planet literalmente salvou a nossa vida, pois perdemos um voo crucial, e apenas um livro como o LP traz dicas tao praticas-faca-voce-mesmo-e-se-vire a ponto de nos guiar passo a passo sobre como pegar um taxi + barco + onibus + kombi pra cruxar o pais e chegar no nosso proximo destino a tempo de nao estragar a viagem.

Ja para nossas viagens mais simples e curtinhas, como por exemplo nossos fins de semana pela Europa, eu prefiro os guias da DK Witness (que no Brasil acho que tem a versao da Folha) que geralmente trazem boas fotos e mapas, e dicas mais simples sobre oque fazer e onde ir. Sem muito detalhe, nem muita informacao, mas o suficente pra te guiar quando voce nao tem tempo a perder.

Por exemplo, se eu sei que terei apenas um dia em Milao, tudo que quero eh um guia que me de as top 10 coisas a fazer na cidade, e nao preciso de mais lenga-lengas sobre a complexidade do sistema ferroviario, os trambiques dos Italianos ou como usar a mquina do metro.

 

Eu sei que esse post ficou meio aleatorio e confuso, mas realmente nao tenho uma “metodologia” de planejamento que seja muito cientifica.

Pra muita gente, passar por isso tudo, planejar e pensar em tantos detalhes seria uma tortura. Pra mim, eh uma diversao, uma hobby, entao faco com prazer e adoro!

Nao sei se depois de tantos pedidos de dicas e ajuda sobre o assunto, essa minha enrrolacao vai realmente ajudar alguem ou nao, mas eh mais ou menos assim que planejo cada uma de minhas viagens, e ate agora tem dado muito certo!  :-)

 

Adriana Miller
35 comentários
Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui!
35 comentários
  1. Marcia Kawabe - 20/12/11 - 11h49

    Que inveja da sua coleção de guias de viagem !!! :D
    Eu compro mais revistas, e a cada folheada de página, eu também me vejo planejando a próxima viagem praquele destino hehehe. Eu nunca atravessei o Japão de ponta a ponta, então imagino que uma viagem assim deve ficar bem caro mesmo, mas posso te garantir que Tóquio não é tão absurda quanto se pensa. Uma vez eu estava procurando hospedagem em NY e Tóquio e achei preços em Tóquio muito mais barato que em NY e tem muito lugar baratinho pra se comer também, principalmente se vc come bem comida japonesa. Eu tenho um primo que vive lá e foi pra Suiça uma vez e disse ter ficado assustado com os preços de lá em relação a Tóquio. Enfim, tenho certeza que quando vc decidir ir, vai descobir que é muito mais mito do que verdade essa história de que o Japão é caríssimo pra viajar.

    Responder
    • Adriana Miller - 20/12/11 - 12h21

      Sabe que eu ja pesquisei sobre o Japao varias vezes, ja estivemos bem perto de marcar passagem pra ir, mas no final acabos desistindo por causa dos precos mesmo… mas estou sempre de olho, e assim que conseguir achar uma passagem em promocao irei realizar esse sonho! :-)

      Mas realmente NY eh carissimo (sempre ficamos hospedados na casa de amigos do Aaron) e Suica ou Escandinavia entao nem se fala! Por isso que viagens pra essas regioes apenas fins de semana rapidinhos!!

      Responder
      • Marcia Kawabe - 20/12/11 - 13h48

        Eu vou passar uma semana agora em janeiro em Estocolmo, e acredito que por ser inverno, encontrei um hotel bacana com um preço bem rasoável ( tá um pouco mais de 100 dolares incluído café da manhã, o que acredito ser raro por essas bandas) mas tenho lido muito no Tripadvisor que restaurantes em geral são bem caros. Paciência, acho que vou passar uma semana visitando o Mc Donald´s hehehehe

        Responder
        • Adriana Miller - 20/12/11 - 13h51

          Sabe quanto custa um menu macDonalds em Estocolmo e Compenhagen?! 10 Euros!!!
          Eh de arrepiar mesmo!
          Os restaurantes sao carissimos e se voce quiser beber alguma coisa alcoolica entao, cruzes, vai sair mais caro que o hotel!

          Responder
          • Marcia Kawabe - 20/12/11 - 14h29

            Credo, que caro!Não tinha nem idéia que fosse isso …
            Acho que vou levar uns pão com mortadela de casa mesmo, hahaha! Reze por mim :)

            Responder
            • Adriana Miller - 20/12/11 - 14h43

              Voce tem que desembarcar no espirito de que “quem converte nao se diverte!”
              Eh caro mas vale a pena!

              Responder
  2. Paula - 20/12/11 - 11h53

    Oi Dri,
    Leio sempre seu blog, apesar de comentar pouco. Eu já fiz umas viagens bem bacanas, mas como moro no Rio e só tenho 1 mês de férias por ano, minhas viagens costumas ser longas. Mas minha metodologia é muito parecida com a sua. Como não tenho tanta disponibilidade, essa parte de pesquisar aleatoriamente lugares em função do preço da passagem não existe. Mas costuma acontecer assim: eu e meu marido escolhemos o “motivo” da viagem (ir a Machu Picchu, fazer uma viagem de navio na Patagônia, etc), e depois eu entro em ação com a pesquisa e faço o roteiro. Ele fica espantando como eu descubro tanto detalhe rsrsrs
    Concordo plenamente que planejar a viagem é quase tão bom viajar.
    Abraços,
    Paula
    Ps.: Já peguei várias dicas aqui, e fiquei feliz quando vi que uma dica que eu dei para você foi útil, a do restaurante A Casa do Alentejo em Lisboa :)

    Responder
  3. Anna - 20/12/11 - 12h07

    Dri-Maravilha ainda acho que você vai abrir uma agência de viagem quando ficar velhinha! Assim você poderá passar toda sua experiência adquirida ao longo de muitos anos e milhares de viagens ao redor do mundo e ainda continuar se divertinho planejando as vaigens dos outros!!!
    O que acha? O Aaron acho que vai ser aqueles fotógrafos da National Geographic (sabe aqueles velhinhos com uma parafernalha de equipamentos vestidos de Indiana Jones) Hehheheheh Desculpa minha “viagem” em imaginar o futuro de vocês! Só queria aproveitar e lhe desejar um ótimo Natal e um 2012 maravilhoso cheio de muitas viagens!!!
    Grande beijo
    Anna
    (Irei voltar a morar na Inglaterra ano que vem, espero poder finalmente cruzar com você por aí!)

    Responder
    • Adriana Miller - 20/12/11 - 12h19

      Sera?!
      Sabe que nao sei se me divertiria tanto planejando a viagem dos outros nao… acho que gosto de planejar por sao meus planos… acho que ficaria com muita inveja de planejar uma viagem pra alguem e nao poder ir! Hahhahaha
      Mas com certeza sei que o Aaron vai ser daquelas velinhos gringos vestido de de “Indiana Jones” cheio de parafernalia de cameras penduradas! (e matando nossos filhos e netos de vergonha! hahahaha)

      Responder
  4. Karina - 20/12/11 - 12h35

    Eu te entendo, me considero meio “travelholic” também. Adoro ficar horas definindo roteiros, listando coisas a fazer num lugar, mesmo sem previsão nenhuma de acontecer. O bom é que se a oportunidade aparece, já estou pronta e quase de mala na mão! E ultimamente minhas viagens acabaram acontecendo meio no susto, aparece promoção de passagens, oportunidades, eu embarco e vou. Eu que costumo ser planejada, comprar passagens com antecedencia (me recuso a pagar o dobro por ser alta temporada) acabei me traindo, mas sabe que gostei? Acabei me surpreendendo com lugares que não imaginei visitar tão cedo. Mas claro que antes de ir deu tempo de pesquisar um pouco hahaha

    Responder
  5. Mariana - 20/12/11 - 12h50

    Adorei as dicas.
    Vou pra NY em abril e vou procurar um guia desses Top 10 pq serão apenas 3 noites. Depois Orlando levar o filho na Disney, aí não tem muito mistério, é só parque mesmo. srsrsrs

    Responder
  6. CarlaZ - 20/12/11 - 13h03

    Eu adoro viagens e também planejar! E foi assim que acabei conhecendo esse blog e tantos outros com pessoas com os mesmos interesses!
    Meu planejamento tbm envolve os fatores dinheiro e tempo, mas aqui marido só tem 15 dias de ferias por ano e que tem que tirar de uma vez, então fica bem difícil…
    Temos que fazer milagres com os feriados! Ainda bem que 2012 tem muitos! Eu fiz literalmente uma listinha de lugares que queria ir por perto, afinal são 3 ou 4 dias e sabe que consegui passagens com preços bons e outras com milhas no meio dessa matemática toda!
    Quando aparecem as promoções de passagens aéreas dificilmente consigo algo realmente bom pros dias que quero.
    Agora to na fase de viagens “temáticas” . Viagem com trilha, mergulho….
    É bom ficar pensando nessas viagens…
    Engraçado que quando as pessoas me falam – nossa não tenho paciência pra isso, não tenho tempo – eu sempre respondo vc não vê televisão? Então esse é o meu lazer!

    Ah pergunta obvia, mas não custa perguntar…por que não vai pra Patagônia numa dessas viagens ao Brasil? Você já vem com uma certa freqüência pra encontrar a família, é só prolongar! 1 semana / 10 dias já da pra fazer bastante coisa.

    Responder
    • Adriana Miller - 20/12/11 - 13h29

      Pois eh, sempre penso nessa opcao de “ja que estamos no Brasil…” pra esticar ate a Patagonia ou ate o Peru (outro sonho), mas as viagens pro Brasil sao muito corridas… tem muita coisa pra fazer, muita gente pra ver… a familia eh grande, a saudade eh grande…
      A unica opcao seria se eu conseguisse convencer meus pais a irem tambem, como fizemos no Chile, mas nao quero passar 10 dias da minha viagem pelo Brasil/America Latina longe dos meus pais, afinal foi pra isso que fui ate la.
      Eh uma cosia bastante complicada conseguir conciliar tudo. mesmo problema que temos nas viagens dos EUA. Nao da mais pra simplesmente ir passar uns dias em NY, ou ir pra Californi ou qualquer outra cidade. TEM que inicluir Pittisburgh, pois eh la que esta familia dele…

      Responder
  7. CarlaZ - 20/12/11 - 13h10

    Outra coisa que acho muito legal é essa história de da onde nascem as viagens.
    Acho que nunca fiz um blog por isso! Ninguém ia ter saco pra ler que um dia li o livro tal ou que quando era criança vi no Globo Repórter e depois vi uma foto, alguém comentou, tinha uma notinha numa revista aí entrei na internet etc etc
    No final das contas, de tantos lugares que a gente quer conhecer, ou que conheceria na boa, a gente tem que escolher!

    Responder
    • Adriana Miller - 20/12/11 - 13h30

      Mas eh taaaaaao dificil escolher!! :-)
      Queria ter dinheiro E tempo ilimtado e poder APENAS viajar, sem fazer essas escolhas crueis… hehehehhe
      (#ClasseMediaSofre e reclama de barriga cheia…) :-)

      Responder
  8. Laura - 20/12/11 - 14h31

    Dri!
    Adorei o post! Conheci o teu blog enquanto eu organizava uma dessas viagens e, desde então, acompanho os teus posts diariamente! Sem contar que tu acabou me motivando a criar o meu próprio também!
    Mas eu planejo as minhas viagens do mesmo jeitinho também e sempre estou com os pensamentos lá na frente!
    E eu também sofro do mesmo mal: pessoas me perguntando de onde eu tiro tanto tempo pra organizar as viagens, se eu tenho direito a duas férias por ano e, quando não é isso, ficam me tirando pra milionária!
    Mas fazer o que? É tudo questão de prioridades! Eu prefiro gastar o meu dinheiro em viagens do que comprando o carro do ano, assim como prefiro gastar o meu tempo organizando-as do que jogando videogame ou vendo TV. Como diz minha mãe: “Cada um com o seu cada qual. ” hehehe
    Beijão, aproveita muito essa Ásia e traz bastante Dridicas pra gente!

    Responder
    • Adriana Miller - 20/12/11 - 14h42

      Pois eh, quando me falam “mas como voce tem tempo?!?” Eu respondo: quantas horas por dia voce gsta assistindo novela?
      Eu leio e escrevo blogs, pesquiso viagens e tal. :-)

      P.S. Adorei o DriDicas! Posso patentear?! :-)

      Responder
  9. Sara - 20/12/11 - 15h59

    Eu achei bastante útil e nada confuso e acho que quem planeia viagens tem que ser metódico, caso contrário, alguma coisa vai sair furado na certa. E sim, acho que quem tem recursos (tempo e dinheiro) para planear viagens, é sempre aliciante. Eu nunca planeei nenhuma, porque não sei quando vou fazer a próxima nem para onde e como há muitos sítios na Europa (já para nem falar do resto dos continentes) onde eu gostava de ir, não dá para planear cada uma, né? Apenas sei dizer, neste momento, que quero ir à Alemanha visitar uma amiga, mas não sei quando vou poder fazer isso por isso não vou fazer planos no imediato.

    Eu acho que era uma óptima ideia, criar a rubrica: “DriDicas” :D

    Responder
  10. Laura - 20/12/11 - 16h00

    Claro Dri, pode usar a vontade!! =)

    Responder
  11. Sophie - 20/12/11 - 16h28

    Oi Dri. Otimo post como sempre.

    Passando aqui pra lhe desejar um Feliz Natal & que 2012 seja muito especial.
    Obrigada por pelas ajudas turísticas através do blog.

    Abraços, Sophie x

    Responder
    • Adriana Miller - 21/12/11 - 12h37

      Obrigada!!

      Responder
  12. - 20/12/11 - 16h54

    Planejar é o inicio da sua viagem :-) Primeiro voce vê passagem e preços, e só depois vê os hotéis ou hostel. Mas fico curiosa com uma coisa que você nunca fala… e os transfers do aeroporto para hotel?
    Quando eu estou preparando uma viagem, esse é também um dos tópicos que eu vejo sempre. Você também inclui no preço da sua viagem um transfer já organizado pelo hotel ou outra empresa qualquer que faça isso, ou não inclui esse preço no seu orçamento? Ou seja, normalmente vc costuma arranjar alguém que te leve no hotel ou vai mesmo de transporte publico? Ou será que isso também depende de destino para destino?
    Eu estou perguntado porque para mim isso é fundamental, saber o que fazer depois de desembarcar numa cidade desconhecida. Na Europa quase todo o lado tem metro, mas e noutros sítios como faz?
    Bjo!

    Responder
    • Adriana Miller - 21/12/11 - 12h36

      Sabe que isso eh uma cosia que eu nao me preocupo?
      Definitivamente nao eh uma parte essencial no meu planejamento (por exemplo, nunca deixaria de ir pra lugar tal apenas porque teria um possivel problema com transporte publicos ou taxis…).
      Na Europa nos geralmente sempre utilizamos as opxoes de transporte publico, ou em qualquer outro pais onde essa opcao esteja disponivel.

      As vezes se for uma psi muito “exotico” ou se sabemos que vamos desembarcar tarde, ou se na pesquisa de voos e tal eu vi que possivelemte teremos problemas com transporte eu peco pro hotel organizar um transfer para nos, que geralmente sai o preco de um taxi mesmo, mas sem a preocupacao extra de ter que achar um taxi tarde da noite.

      Fizemos isso quando fomos pra Tailandia e Vietnam, e depois fizemos a mesma cosia no Egito (tanto no Cairo quanto em Luxor) e faremos a mesma coisa na China.

      Mas definitivamente eh um dos detalhes finais do planejamento da viagem, assim como pesquisar restaurantes e tal. Nunca parte da decisao de uma viagem.

      Responder
  13. Luciana - 20/12/11 - 18h39

    Oi Dri. Adoro seu blog. Qd vc tiver tempo vc poderia dar umas dicas sobre como funciona as milhas q tal?
    Bjo de mais uma leitora, bom natal e ano novo!

    Responder
  14. Juliana P. Galvao - 20/12/11 - 18h57

    Dri, não é a primeira pessoa falando isso e nem será a última, mas aprendi muito com o seu blog, com as dicas que você nos deu e até mesmo enchendo o seu saco, te fazendo inúmeras perguntas… Não é puxa-saquismo não, mas seu blog é excelente e suas dicas são ótimas! Thank`s!

    Fiz meu primeiro mochilão pela Europa este ano – planejando e decidindo tudo sozinha – e foi muuiiitttto bom!

    Quando a viagem ainda estava só na fase do “sonho”, eu achava que seria impossível fazer uma viagem como a que fiz. Mas depois de ter montado o roteiro, visto o quanto iria gastar e pesquisado bastante a respeito dos locais e da logística, vi que dava sim para fazer a viagem! Tanto que fiz e deu tudo certo! Logística e financeiramente falando. Agora quero mais… hahaha

    Atualmente estou trabalhando na minha próxima viagem em 2012 – Escandinávia. Serão quase 15 dias. Coloquei tudo na minha planilha e realmente, as $$$ estão me assustando… Tudo caro! Do albergue a comida… Mas fazer o que, conhecer estes países é o sonho do meu namorado. Então, vamos planejar a melhor forma de realizar este sonho sem falir.

    O bacana é que me descobri uma pessoa que AMA planejar viagens!!! Também fico horas pesquisando e lendo sobre os lugares. Chego a ser neurótica com os detalhes. Mas eu acho que tem que gostar de fazer isso. E meu namorado odeia… Ele é pratico! Quando quer viajar ja pensa logo no pacote turístico. E eu estou provando a ele que dá sim para montar uma viagem (que não seja complexa) de forma independente e até mesmo, mais barata.

    P.S. Mostra pra gente um exemplo de como vc monta a sua planilha de viagens.

    Valeu!

    Responder
    • Adriana Miller - 21/12/11 - 10h41

      Ai que legal!!!
      Obrigada Ju!

      Sabe que eu nao tenho o costume de fazer planilhas de viagem? Vou organizando em pastinhas de e-mail, guias de viagem e tal mas nao chego a fazer planilhas nao…

      Responder
  15. Van - 20/12/11 - 19h17

    Dri, muito bom esse post. O meu “sistema” de viagens é muito diferente do seu… Na realidade, eu prefiro fazer uma viagem longa por ano do que várias picadas. Claro que o fato de estar no Brasil conta por conta da distância, mas eu curto muito o processo pós viagem: chegar, desfrazer as malas com calma, curtir as coisas que comprei,ficar lembrando os lugares que fui, organizar as fotos… Se eu tiver uma outra viagem logo depois, acho que perde muito a graça. E no fim acho que eu começaria a confundir um pouco os lugares, nao sei… fica a sensação de que o que conta mais é a quantidade de viagens que se faz do que propriamente a viagem em si. É quase como um “check the box”… Eu acho que toda viagem, por mais legal que seja, cansa demais e eu não gosto mesmo de emendar uma na outra. bj

    Responder
    • Adriana Miller - 21/12/11 - 10h06

      E esse eh o segredo neh?
      Ferias (incluindo ou nao uma viagem) eh um momento que tem que ser de pura felicidade neh?
      Tem gente que odeia viajar, sair de casa, cansar, dormir em camas estranhas e comer comidas diferentes. Entao pra que forcar? melhor tirar ferias e relaxar em casa.
      Se viajar pouco, ou muito tem o mesmo efeito, nao tem porque “forcar” uma situacao… Viajar soh pra falar que viajou, ou so pra “coelcionar” carimbos no passaporte nao eh o proposito das ferias.

      Responder
  16. - 21/12/11 - 13h48

    Legal Dri :-) Obrigada, era isso mesmo que queria saber. De facto na Europa não tem que preocupar com nada porque é tudo muito acessível. Eu estava curiosa mesmo era nos países mais exóticos.

    Bjo!

    Responder
  17. Marta FG - 21/12/11 - 16h06

    Este post sobre planejamento de viagem além de ser útil também está muito interessante. Apesar de ser uma novata em planeamento de viagens, confesso que planear e decidir o local das férias e dos fins de semana me dão um gozo tremendo. No Natal passado ofereci um livro de viagens ao meu marido e fizemos uma listinha dos locais que gostariamos de conhecer. Qual não foi o meu espanto quando o encontrei há uns dias e lá na listinha estava a Escócia, que tive o prazer de visitar em Maio passado quando em Dezembro passado, pensaria que seria altamente improvável tal coisa acontecer.

    Responder
  18. Gislene Moreira - 21/12/11 - 22h49

    Eu não poderia deixar de passar aqui para te desejar um Natal muito especial e que no próximo ano vc seja sempre abençoada com muita saúde e oportunidades de viajar mais, porque é isso que te faz feliz e isso que nos encanta. Saúde e sucesso para vc e toda a sua família.
    Obrigada por sua dedicação e vc sabe que seu blog foi muito importante para minha mãe e suas amigas em Londres neste ano. Muito obrigada de coração!! Bjão grande

    (agora elas estão planejando ir à Itália!!! ninguém segura essas meninas!!!) hahahahaha

    Responder
  19. […] porque tenho minha propria metodologia do caos para planejar minha viagem e geralmente nao fico naquela de precisar achar um voo de ultima hora no […]

    Responder
  20. […] Como comentei acima, nós sabíamos que essa viagem ia acontecer mais ou menos nessa fase de Março/Abril, mas preferimos não marcar nem reservar nada antes dela nascer. A data prevista de nascimento era dia 9 de Janeiro (e acabou sendo dia 10!), o que fez com que essa viagem fosse super em cima da hora para nossos padrões de planejamento (geralmente planejo viagens com cerca de 4 a 6 meses de antecedência!). […]

    Responder
  21. Denise - 09/08/13 - 15h01

    Oi Adriana,
    éa primeira vez que comento no seu blog, mas acho que já li praticamente todos os post. Parabéns pelo Blog.
    Abraços e boas futuras viagens.

    Responder
  22. Michelle - 18/03/15 - 12h56

    Que engracado, ja acompanho o blog ha um tempo mas nunca tinha lido esse post. Descobri que nao sou a unica que tem como hobby planejar viagens no tempo livre. Vira e mexe meu marido me pergunta “O que esta fazendo?”: “Planejando viagem, oras”. Dai ele arregala o olho, “mas que viagem? Vc sabe que a gente nao pode agora”. Mas quando puder ja esta planejada, uai, rs. E agora ele ja acostumou e fala, “eu vou jogar um pouquinho de video game, aproveita o tempo pra planejar suas viagens”. Hahaha. Mas o interessante eh que quando aparece tempo e dinheiro pra fazer uma, vc ja sabe qual vai encaixar direitinho ali, e ganha no custo beneficio, rs.

    Responder