08 Jul 2015
4 comentários

Vale do Loire: Château de Chenonceau

Chenonceau, Dicas de Viagens, Vale do Loire

O castelo de Chenonceau eh um dos mais tradicionais de Vale do Loire, e alem de ser um dos mais bonitos, ele tambem tem uma das historias mais interesantes de todos os Châteaux.

15370937424_205061c08a_z

Entao eh impossivel procurar informacoes sobre a regiao sem dar de cara com fotos e mencoes sobre o Château de Chenonceau, sem falar nas listas dos top 10, top 5 e “imperdiveis” do Loire.

Mas quer saber? Todos estao certissimos!

O Châteaux eh o segundo palacio mais visitado na Franca e Europa, so perdendo para Versailles!

Pessoalmente o Castelo nao eh dos maiores, mas sua arquitetura única, com arcos que cruzam sobre as aguas do rio Cher (um dos afluentes do Loire) sao realmente impresionantes – e incrivelmente fotogénico!

15805803918_507188696e_z

A historia do Castelo tambem nao deixa a desjear, sendo conhecido como o “Castelo das Damas” pois suas paredes assistiram uma sucessao de rainhas e amantes se revezando no comando da casa ao longo dos seculos, sempre usando o Castelo como pano de fundo para intrigas, assassinatos, vingancas e adulterios.

Se o seculo 14 tivesse novela Mexicana, as tramas teriam sido escritas aquí!

15807491737_e4ac2e3f8d_z

A primeira “dama” de Chenonceau foi Diane de Poitiers, amante de Henrique II, que por sua vez, comprou, como solvencia de divida, da familia original que construiu as fundacoes do Castelo, os Marques.

Diane morou no Castelo durante muitas décadas, e diz a lenda que foie la quem realmente transformou o Castelo no Château que vemos hoje – jardins, flores, pontezinhas. Foie la quem transformou o antigo moinho, em um palacio.

15807462897_09bb27d48b_z

Porem assim que o rei Henrique II morreu, sua viuva enciumada, a Catherine de’ Medici, ordenou logo que a amante fosse desalojada, transformando Chenonceau em sua residencia oficial. Catherine entao passou mais algumas décadas reformando o palacio, apagando os tracos da amante de seu marido, e se fortalencendo socialmente como a mae do futuro rei da Franca, o Rei Francis II.

Apos de norte de Catherine, o Castelo foi doado a sua nora, a esposa do Rei Francis II, Louise de Lorraine-Vaudémont. Porem sua historia nao foi tao recheada de festas e traicoes quanto as duas “damas” anteriores – apos a perda de seu marido, Louise passou o resto de sua vida de luto perambulando pelos corredores do palacio.

Porem assim que Henrique IV subiu ao trono, ele deu o cstelo a sua amante, a Gabrielle d’Estrées – e a histora dela so complica, pois alem de amante do Rei, ela tambem tinha uma sobrinha de 6 anos que ja estava prometida em casamento ao futuro Duque de Vendome (que na época tinha 4 anos).

Enfim, digamos que o castelo faz jus ao seu apelido de “palacio das damas” e teve sua dose de drama ao longo dos seculos.

15991210721_c47c70c884_z

Vale muito a pena fazer a visita guiada ou com audio-guide la dentro, e ajuda ainda mais se voce “estudar” um pouco os nomes dos personagens principais do Castelo ao longo da historia.

15805939940_b7853f926e_z

Hoje em dia, e desde o seculo 19, a familia Menier (dos chocolates!) sao os donos do palacio, a pesar de nao morarem mais la, e terem doado os diretiros de visitacao ao governo Frances.

 

Château de Chenonceau

37150 Chenonceaux, France

 

Planejando uma viagem para o Vale do Loire?

Aqui você encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes práticos para você:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
4 comentários
07 Jul 2015
0 Comentários

Vale do Loire: Abadia de Fontevraud

Abadia de Fontevraud, Dicas de Viagens, Saumur, Vale do Loire

A Abadia de Fontevraud foi um dos passeios que nao estava originalmente planejado na nossa viagem ao Vale do Loire – mas depois que nos foi sugerida pelo dono do hotel onde nos hospedamos, como sendo um atracao incrivel e bem pertinha de Saumur, decidimos esticar nosso passeio ate la numa tarde em que tinhamos um pouco de tempo de sobra (da vantagens de passar bastante tempo num lugar sem planejar mil coisa ao mesmo tempo! Vivendo e aprendendo!).

15805763508_8439cd1ae8_z

A Abadia original foi contruida entre 1.110 e 1.119, com a intencao de abrigar uma nova ordem de monges e freiras, que cederam seu nome ao edificio: a Ordem de Fontevraud.

15967371326_b7712243e1_z

A orden rápidamente ganhou adeptos do alto escalao Europeu, e muitos reis e rainhas buscavam conforto e refugio em seus corredores, e muitas criancas reais de toda Europa eran enviadas para Fontevraud para estudarem e receberem uma “educacao Francesa”, incluindo as 4 filhas do rei Frances, Louis 14.

15805742658_aabd23c516_z

A arquitetura do complexo do monasterio eh impresionante, com tetos absurdamente altos, torres perfeitamente simetricas e corredores a perder de vista.

15992454122_d2863b2c76_z

Mas um dos principais atrativos esta dentro da nave da igreja principal: eh aqui que estao enterrados os corpos da Rainha Isabella de Angoulême, o Rei Henrique II e o rei Richard, Coracao de Leao.

Mas o que eu gostei mesmo foi da cozinha da Abadia – um conjunto de chamines e torres que abrigavam os muitos fogoes e fornos que alimentava as centenas de pessoas que um dia moraram ali.

15805874120_d2024a00b7_z

Por fora a construcao parece um orgao de uma catedral, um desenho lindo cheio de contrastes esculpidos na pedra – enquanto que la dentro fiquei imaginando e fantasiando a loucura que nao deveria ser o dia a dia naquele lugar.

Porem a Abadia teve seus días contatos durante a Revolucao Francesa no seculo 17, quando foi confiscada pelos revolucionarios e a orden de Fontevraud aniquilada.

15993162215_fc4d633677_z

A maioria dos moveis, joias e reliquodas da igreja e aposentos foram destruidos e roubados (como eh muito comum em monumentos Franceses pre-Revolucao), nao sobrando quase nada de original para contar historia.

Mas para nao desperdicar o espaco e aestrutura, Napoleao transformou a Abadia em prisao, e a estrutura chegou a abrigar cerca de 2.000 prisioneiros de cada vez, incluindo homens, mulheres e criancas – toda e qualquer pessoa que se opusesse aos ideias da revolucao, e eh históricamente considerada a prisao mais cruel da historia da Franca.

15807433757_6b02d08589_z

15807436507_d7f37fc311_z

O que mais impressiona eh que somente na década de 60 a Abadia foi devolvida ao ministerio da cultura Frances, que encerrou as operacoes da prisao e comecou uma obra de restauracao e reconstrucao da Abadia, que so foi conlcuida e reaberta ao publico recentemente.

E ano pasado eles tambem inauguraram um novo hotel de luxo la dentro, reutilizando parte da antiga estrutura dos aposentos do monasterio, e trazendo ainda ais turistas par a regiao.

15805905830_9f4e976659_z

O hotel conta com 54 quartos que usam materiais naturais e provenientes da regiao de Saumur apenas, alem de empregar somente mao de obra local – como uma maneira do governo e investidores de re-injetar a economía local e trazer mais desenvolvimento para a sociedade (que sofreu as penas da vizinhanca da prisao por tanto tempo).

No dia que fomos ate la, tinhamos planos de jantar no novo restaurante do hotel, que tinha aberto bem naquele mes em que estavamos na Franca, o que acabou nao dando certo, pois eles nao abrem as segundas feiras! Mas fica a dica, para quem estiver procurando por novas opcoes de hospedagem e restaurantes na area!

 

Fontevraud L’Abbaye Royale

90 Fontevraud-l’Abbaye, France

 

E Hotel: Fontevraud L’Hôtel

 

Planejando uma viagem para o Vale do Loire?

Aqui você encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes práticos para você:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
0 Comentários
06 Jul 2015
2 comentários

TV Everywhere: Video da viagem a Las Vegas!

Las Vegas, T.V. EveryWhere, USA

Como voces leram nos posts sobre Las Vegas, a viagem foi o maximo! Mas a consequencia direta foi que acabei nao fazendo muito videos da viagem, nem nada muito “profundo” nem “artistico”…

LV

Um dos videos que eu queria muuuuuuito ter feito foi a cara de surpresa do Aaron quando chegamos na festa, e um de seus amigos conseguiu colocar a camera dele numa mesa apontando pra porta e tal, mas ainda assim nao deu pra ver nada (muito gente na frente – eu inclusive! – cobrindo a vista!).

Mas fiz bastante videos sobre o hotel, o casino, as piscinas e tal, que ficaram bem legais, entao espero que o video consiga demonstrar o tanto que nos divertimos em Las Vegas!

Planejando uma viagem para Las Vegas?

Aqui voce encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes praticos para voce:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

Adriana Miller
2 comentários
02 Jul 2015
1 Comentário

Vale do Loire: Saumur

Dicas de Viagens, Europa, França, Saumur, Vale do Loire

Saumur foi nossa cidade base no Vale Loire, entao nada mais natural do que comecar nosso roteiro por la, a menos de 10 minutos do nosso Chateau!

Vale do loire saumur

A cidade eh uma das principais da regiao de Anjou, e eh conhecida na Franca devido a sua tradicao em equitacao, e eh a sede da Cadre Noir, a sede da Cavalaria Militar Francesa.

Historicamente a cidade treinava os melhores cavalheiros (e cavalos) de toda a Franca, sendo sempre uma area muito visitada por reis, nobres e familias afluentes. Nao da pre negar que cavalos e a cavalaria faz parte de identidade e historia da cidade, tanto a historia centenaria, mas tambem sua historia recenté. Uma das principais batalhas da Segunda Guerra Mundial foi travada ali perto, e foram justamente a cavalaria juvenil da escola de Saumur que se juntaram para devender a cidade do batalhao de 10 mil alemaes que tentaram invadir a regiao.

E hoje em dia ainda tem uma das melhores escolas de equitacao do país, e um festival anual de artes equestres.

Mas para quem via turistar na regiao do Loire, Saumur se destaca devido a sua geografía, com um Castelo medieval fofo que se debruca no alto da colina nas bordas do rio Loire.

15991129221_17acb06836_z

O Chateau de Saumur foi construido no seculo 10, e portanto eh um dos mais antigos da regiao do Vale do Loire, e tem uma arquitetura bem diferente – ele eh bem mais “Castelo” do que “palacio” que nunca teve uma historia cercada de drama de sangue azul da nobreza – muito pelo contrario!

O Castelo de Saumur sempre teve como objetivo ser uma fortaleza, protegendo o lado sudoeste do rio Loire das invasoes vindas da Normandia.

E cada novo rei que conquistava a regiao foi modificando e expandindo o Castelo, adicionando mais torres e alas.

15992571502_7e7041aa05_z

O resto da cidade de Saumur eh típicamente Francesa – a maioria das casas do centrinho datam do seculo 18 e 19, e a populacao permanente da cidade eh de apenas cerca de 30 mil habitantes – mesmo sendo uma cidade universitaria e sede da escola de equitacao militar!

15805721908_c20f3bfbf1_z

Logo na nossa primeira manha no Loire fomos direto para Saumur e exploramos a cidade toda a pe – mas voltamos bastante por la ao longo da semana para mais fotos e algumas compras e jantares.

15993110665_6c296eabd9_z

Aliais a cidade foi uma otima base de operacoes para nossa viagem, pois a pesar de ser bem pequena e fofa (exatamente o que queríamos!), Saumur fica bem perto das principais auto estradas da regiao, entao foi sempre super fácil dirigir e chegar a outras partes do Loire, mas ainda assim tinha uma boa “area” de apoio nos arredores, com um mega McDonalds Drive Through (nao que eu esteja incentivando alguem a comer McDonalds na Franca – ou em qualquer lugar – mas eh sempre uma boa opcao para quele momento que ja esta tarde, todos estao famintos e exaustos e a ultima coisa que voce quer e ler menu em frances!), e um shopping com mega supermercado (sempre uma delicia “passear” nos mercados Franceses!! Sempre iamos la na volta pro hotel para comprar vinho e queijos!), algumas outras opcoes de restaurante, farmacia e ate mesmo lojas como Sephora, H&M etc

Estocando vinhos e queijos Franceses locais no supermercado de Saumur!

Precisa explicar porque?

Nos tambem jantamos em dois restaurantes otimos em Saumur, por recomendacao do Bruno, dono do Chateau Bouvet Ladubay: o “Escargot” e o “La Reine de Sicile”.

Ambos seguem a mesma filosofía:

Restaurantes bem chiques, porem familiares e de recursos “locais”. Ou seja, todos os ingredientes sao produzidos por ali mesmo, nos arredores de Saumur, e o nome das familias e fazendeiros responsaveis por cada ingrediente eram listados no final do cardapio.

No “Escargot”, o prato principal eh… adivinhou! Escargot!

Ate entao eu nunca tinha comido… mas quer saber? Na Franca, faca como os Franceses! Afinal, se for para comer uma coisa tao diferente assim, que seja no restaurante eleito o numero 1 do Tripadvisor, ne?!

E olha, adorei a experiencia! De tudo! De apresentacao, ter que aprender a usar os “instrumentos” para tirar a carne de dentro da concha, e achei o escargot uma delicia! Ou seria o molho de alho com ervas?!

Nao interessa! Estava tudo uma perfeicao comi todos os escargots servidos e ainda raspei o restinho do molho com o pao fresquinho tambem feito na casa!

Ja no La Reine de Sicile a comida eh bem mais “dia a dia”, mas super tradicional Francesa, com muitas opcoes de carnes e legumes, com molhos deliciosos e uma apresentacao impecavel!

 

Escargot

30 Rue du Maréchal Leclerc, 49400 Saumur

 

La Reine de Sicile

71 rue Waldeck-Rousseau, 49400 Saumur

 

Planejando uma viagem para o Vale do Loire?

Aqui você encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes práticos para você:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

Adriana Miller
1 Comentário
01 Jul 2015
1 Comentário

Château Bouvet Ladubay – Hotel castelo no Vale do Loire!

Dicas de Viagens, França, Saumur, Vale do Loire

Como comentei no post sobre o planejamento da viagem ao Vale do Loire, o primeiro passo do nosso planejamento, foi decidir onde queríamos nos hospedar – e dai para frente eh que decidimos como chegariamos ate la, os meios de transporte e quais passeios iríamos escolher durante nossa estadia.

Hotel castelo no vale do loire

Nao foi uma tarefa fácil, pois as opcoes de hoteis ultrapassam as muitas centenas, com opcoes para todos os gostos e bolsos.

Entao para nos a tarefa foi segregada em algumas opcoes e preferencias, que me ajudaram a entao escolher o hotel ideal:

  • Nao queríamos ficar em nenhuma “cidade grande”; queríamos justamente te a experiencia de pasar uns días “no campo” do interior da Franca, entao ciudades como Tours estavam fora da nossa escolha nem hoteis de rede nem muito grandes (básicamente se o hotel fosse uma “predio” ja estaba for da lista)
  • Meu sogro e sua esposa sao tambem fissurados em historia (como eu e o Aaorn) e ainda sao colecionadores de antiguidades, entao queriam uma hospedagem que tivesse ese carcter “histórico”, onde se sentissem “parte” da historia da regiao
  • E como estavamos na regiao onde existem mais castelos por metro quadrado do mundo, decidimos que queríamos nos hospedar num Castelo/palacio!
  • E por fim, queríamos um hotel/palacio que nao fosse muito grande, que tivesse um clima bem familiar e de “casa” mesmo, onde a Isabella tivesse espaco para brincar, e onde pudessemos deixa-la dormindo no quarto – por exemplo – e curtir o resto da noite sem nos preocuparmos com sua seguranca, como se fosse uma casa alugada (ela dormindo no quarto e nós na sala de jantar, por exemplo).
  • E o ultimo criterio, mas que era totalmente daqueles que “so num milagre” queríamos um hotel que tivessem quartos/suites combinados, pois assim poderiamos ficar todos hospedados juntos; em quartos separados, porem com areas em comum, que ajudaria com o dia a dia (e a noite) com a Isabella a tiracolo.

E entao todos os nossos problemas acabaram quando eu achei o hotel Château Bouvet Ladubay na ciade de Saumur, no sul do Vale do Loire.

Parecia mentira, mas o Château preenchia todos os nosso requisitos!

Para comecar que era um Castelo: um palacio original do seculo 18 onde morava a familia Bouvet Ladubay, magnatas de vinhos da regiao (a vinicula ainda existe e ainda pode ser visitada) e uma familia que faz parte da historia da cidade.

Porem hoje em dia o hotel foi comprado por um familia Francesa, que ainda mora em parte do palacio, e utilizam o resto como um hotel, mantendo o clima de “casa” e informal que queríamos.

Os moveis ainda sao originais da familia Bouvet Ladubay, com reliquias do seculo 17, porem sem perder os confortos do seculo 21: internet de graca na casa toda e banheiros refrmados e novinhos.

O patriarca da casa, o Frances Bruno, fez de tudo para nos manter o mais a vontade possivel! Casa longe de casa mesmo! Fez todas as nossas reservas em restaurantes da cidade, nos deu varias dicas sobre o que visitar, o que valia a pena ou nao, e ate coisa mais triviais como onde tinha um supermercado grande aberto ate mais tarde e lojas de conveniencia (leia-se farmacia e Sephora!), onde comprar fraldas e ate mesmo qual lojinhas tinhas frutas mais frescas e sucos naturais pra Isabella.

E o que fechou a decisao final mesmo foi o fota do hotel ter apenas 6 quartos, e a pesar de ser super grande (e os quartos enooormes e bem espacosos. Bem coisa de palacete mesmo!) ter um clima super intimo. E o melhor, dois desses 6 quartos poderiam ser alugados juntos, como uma suite, entao dividíamos uma corredor e espaco social em comum com meu sogro e sua esposa, o que expandiu o espaco livre da Isabella e foi uma otima em todas as noites por la: pois colocavamos ela para dormir e sentavamos na salinha para bater papo, tomar um vinho e planejar os passeios do dia seguinte!

Durante o verao eles ainda tem uma piscina e um jardim enorme ao redor da casa com mesinhas ao ar livre, area de piquenique e ate uma churrasqueira! (pretendiamos curtir o jardim mesmo no outono, mas pegamos bastante chuva!).

Hotel Château Bouvet Ladubay

Planejando uma viagem para o Vale do Loire?

Aqui você encontra todas as dicas e recursos para planejar sua viagem, e podemos cuidar dos detalhes práticos para você:

Adriana Miller
Siga me!

Adriana Miller

Sobre a Autora at Dri EveryWhere
Adriana Miller, Carioca. Profissional de Recursos Humanos Internacional, casada e mãe da Isabella.
Atualmente morando em Londres na Inglaterra, mas sempre dando umas voltinhas por ai.
Viajante incansável e apaixonada por fotografia e historia.
Adriana Miller
Siga me!

Latest posts by Adriana Miller (see all)

 

Adriana Miller
1 Comentário